fevereiro 2019 | Abertura Simples

O Guia para Abrir uma Empresa

Baixe o Guia para Abrir uma Empresa e saiba todos os passos para começar seu próprio negócio

Preencha o formulário e garanta seu e-book!


Muitas pessoas desejam realizar o sonho de abrir a própria empresa, mas a parte burocrática que esse processo envolve acaba emperrando alguns. Pensando nisso, o Abertura Simples lançou o Guia para Abrir uma Empresa para todos aqueles que desejam dar início aos negócios de forma rápida e segura. Seja um empreendedor de sucesso esses passos!

Os tópicos apresentados são:

  • Organização, visão e senso crítico para abrir uma empresa
  • Montando um plano de negócios
  • Selecionando bem a sociedade e colaboradores
  • Contrato Social, Alvarás e documentação
  • Notas Fiscais, impostos e taxas

Seja um empreendedor de sucesso com o nosso Guia para Abrir uma Empresa! Saiba como começar seu próprio negócio com sucesso.

Entenda tudo que você precisa saber para empreender no Setor Marista

foto de duas pessoas vendo um notebook, representando como empreender no setor marista

Quer empreender no Setor Marista, em Goiânia? Essa é uma atividade que demanda muito planejamento, visão e foco. É necessário ter conhecimento sobre as burocracias da cidade e saber sobre a área na qual você vai empreender. Ter um panorama das habilidades administrativas e financeiras do negócio também é essencial.

Com disposição para a aprender os itens essenciais, você vai conseguir transformar os seus projetos em realidade. Por isso o Abertura Simples preparou um artigo com tudo o que você precisa saber para empreender no Setor Marista, em Goiânia, e ter sucesso no seu negócio. Confira:

ABRA SEU PRÓPRIO NEGÓCIO – VEJA COMO EMPREENDER NO SETOR MARISTA, EM GOIÂNIA:

Sobre Goiânia e o Setor Marista:

O Setor Marista é um bairro do município de Goiânia, capital de Goiás. O local era parte do Setor Pedro Ludovico, porém com a instalação do Colégio Marista na região em 1962, se desmembrou. A partir daí a área começou a ser conhecida pelo nome da instituição de ensino. A partir da construção da escola, pessoas de maior poder aquisitivo se mudaram para o local.

Goiânia é a segunda capital mais populosa da região Centro-Oeste. A cidade está entre as capitais com o melhor índice de qualidade de vida. Sua região metropolitana possui um PIB de aproximadamente R$31,29 bilhões. 80% da economia do município está no setor terciário com destaque para a área de saúde, atividades imobiliárias e administração públicas, além de ser uma das capitais brasileiras que mais geram empregos.

Você tem o perfil para empreender no Setor Marista, em Goiânia?

Você quer trabalhar apenas por obrigação e ter uma renda fixa no final do mês? Ou quer usar suas habilidades para atingir uma realização pessoal e profissional?

Se você se encaixa mais no segundo perfil, deve ser uma pessoa que faz planejamentos a longo prazo, e que quer ter sucesso com eles. E quando falamos em sucesso, não queremos dizer necessariamente o êxito financeiro. Para muitas pessoas, sucesso é atingir alguma realização pessoal, ter mais tempo para passar com os familiares.

Se você bate de frente com os problemas e não fica quieto até conseguir resolvê-los, quer que seus projetos sejam seu maior orgulho, está sempre em busca de novas tarefas, soluções, fontes de renda, e não se preocupa com a rotina do dia a dia, você já tem a alma de um empreendedor.

Ser um empreendedor vai muito além de ser seu próprio chefe. Para empreender é preciso imaginação, não só apenas para a ideia do negócio, mas para saber lidar com ele. É necessário ser organizado e planejado, para evitar riscos e gastos desnecessários.

Um bom empreendedor tem que lidar bem com as pessoas, para ter um bom relacionamento com seus funcionários, colaboradores e clientes.

O mais importante é acreditar em si mesmo, e ter coragem para correr riscos. Dessa forma você alcançará os melhores resultados e terá sucesso no seu negócio.

Tenha uma ideia inovadora

Agora que você tem certeza de que será um bom empreendedor, saiba que para empreender no Setor Marista, em Goiânia é necessário ter uma ideia inovadora.

Se você tem alguma coisa específica que goste de fazer e acha que pode se tornar um negócio, você pode investir nisso. Trabalhar com o que ama pode ser uma opção viável para o sucesso. Busque por um diferencial, uma exclusividade, para se destacar no ramo.

Se não tiver uma ideia de negócio, faça uma lista de coisas que você acha que poderiam ser solucionadas pela sua empresa. No geral, uma empresa atua para resolver algum problema. Pense em como sua empresa poderá solucionar o problema do seu cliente. Alguns problemas podem ser identificados com uma conversa com os potenciais clientes. Outras vezes, o cliente nem sabe que tem um problema até uma solução aparecer.

Porque o cliente escolherá você ao invés do seu concorrente? O importante é ter algo específico. Você pode tentar trabalhar com uma proposta pouco explorada e inovadora.

Plano de negócios

Com uma boa ideia para empreender no Setor Marista, em Goiânia, está na hora de montar o seu plano de negócios. Através dele, você conseguirá ter uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além do planejamento, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver esse planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também sobre o público que você deseja atingir, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Saiba como montar um plano de negócios ideal para seu negócio com nosso guia completo

Empreender em Cidade Ademar

Quais são os principais pontos do plano de negócio?

O que é o seu negócio? É Preciso que você saiba qual a missão da empresa, o porquê ela existe e quais são os seus valores. Quais serão os principais serviços e/ou produtos oferecidos? Defina qual será a área de atuação da sua empresa, as obrigações fiscais e o setor de atividade.

É necessário deixar estabelecido quem serão seus principais clientes, quem é o público alvo. Faça uma análise de mercado sobre o que os clientes procuram no seu ramo de negócios. Analise também seus concorrentes, descubra a maneira como eles trabalham, quais são pontos negativos e positivos do seu método de funcionamento.

Qual será a estrutura operacional da empresa? Defina quantas pessoas serão necessárias na sua empresa e como acontecerá todo o funcionamento dela. Você sabe quem será o seu fornecedor? Faça pesquisas de preços, compare e encontre o que mais combina com a sua empresa.

Você não pode esquecer de construir cenários e desenvolver planejamentos estratégicos e de marketing. Monte um detalhado planejamento financeiro. Coloque informações sobre de onde virá os recursos e o que será feito com eles. Qual será o faturamento mensal, em quanto tempo espera que o capital investido retorne e como você irá lidar a longo prazo com as suas finanças.

Você precisa de uma linha de crédito ou um investidor?

Se já teve a ideia, montou o plano de negócios, mas não tem capacidade financeira para começar, saiba que você pode conseguir uma linha de crédito. Os bancos comerciais públicos com carteira comercial, como Caixa Econômica Federal e o BNDES, tem uma linha exclusiva de créditos para ME e EPP.

Entretanto, as vezes os juros cobrados nessas linhas de créditos são muito altos e o seu negócio pode não conseguir suportar. Nesse caso, você pode optar por encontrar um Investidor para sua empresa.

Além de ajudar na parte financeira, os investidores podem auxiliar na gestão do seu empreendimento. Por isso é preciso estar disposto a dividir informações, planos e até tarefas com quem investe na empresa.

Você precisa de um investidor mas não sabe por onde começar? Veja este artigo que preparamos para sanar as suas dúvidas.

Classificamos os investidores por estágios de capital de risco. Mas, para negócios que estão em fase inicial temos o Investidor Anjo e o Investidor Capital Semente.

Os investidores anjos são pessoas físicas, em geral empresários de sucesso, que estão dispostos a investir em negócios que estão em fase inicial mas que tenham potencial de crescimento. Esse tipo de investidor não vai necessariamente fazer parte da empresa. Costumam investir na média dos R$ 50 mil a R$ 500 mil.

Caso você ainda tenha dúvida sobre os Investidores Anjos, confira este vídeo que fizemos para explicar melhor como ele funciona.

Já o investidor Capital Semente, costuma investir valores próximos de R$ 500 mil. Porém em empresas com uma ação de mercado mais definida, que já possuam clientes e tenha uma melhor definição sobre o modelo de negócios.

Saiba como precificar

Você sabe como precificar os serviços que sua empresa vai oferecer? Ele deve cobrir todos os custos de produção e distribuição, os encargos e ainda te proporcionar algum lucro. Para isso, é preciso ter um método de precificação, para te ajudar a ter praticidade no cálculo na hora da venda, e ter uma margem de um possível valor de desconto que pode ser viável oferecer.

Mantenha-se atualizado

Um empreendedor deve entender tudo sobre o mercado em que seu negócio está inserido. Para isso é preciso aprender e estar sempre atualizado sobre esse ramo. Faça cursos especializados, participe de eventos sobre empreendedorismo, converse com outros empreendedores. O mundo dos negócios está sempre em constante mudanças. Por isso é importante nunca deixar de adquirir conhecimento, dessa forma sua empresa nunca ficará para trás.

Primeiro passo para empreender: Abra sua empresa!

Sabemos que empreender no Setor Marista, em Goiânia envolve muitos riscos. Entretanto, com um planejamento detalhado, estratégia de negócios, dedicação e apoio de uma acessória contábil, pode apostar que o seu negócio terá sucesso. Agora que você já sabe como empreender, chegou a hora de abrir sua empresa.

Clique aqui para mais detalhes sobre como abrir empresa no Setor Marista, em Goiânia

Se você quiser saber mais a fundo sobre os passos e procedimentos necessários para abrir empresa, confira também o guia completo que preparamos clicando aqui. Com ele, você poderá conferir também todos os documentos necessários e tirar suas dúvidas sobre o início do seu negócio.

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

ESTÁ SEM IDEIA DE NEGÓCIO?

Nós do Abertura Simples preparamos post novos todos os dias as 19h com ideias de Novos Negócios para que vocês se inspirem e empreendam em suas cidades. Clique aqui e escolha a que mais combina com você!

ABERTURA SIMPLES

Saiba que nós da Abertura Simples, podemos te ajudar a empreender no Setor Marista, em Goiânia. Disponibilizamos as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e comece a empreender com o Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Confira todos os passos para abrir empresa no Setor Marista, em Goiânia

foto de cima da cidade, representando como abrir empresa no setor marista

Alguma vez você já pensou em abrir empresa no Setor Marista em Goiânia? O sonho de muitos brasileiros é abrir o próprio negócio, adquirir a independência financeira e se tornar o próprio chefe. E, realmente, quando se tem uma boa ideia de negócio, o primeiro passo a se fazer é tirá-la do papel! Porém, um passo importante também é regularizar a empresa e obter todos os registros.

Com medo da burocracia que esse processo envolve, muitas pessoas acabam atuando na ilegalidade, e isso apresenta diversos riscos para o empreendedor. Por isso, demonstraremos a seguir que abrir e regularizar a sua empresa não é algo tão difícil assim. Nós, do Abertura Simples, podemos te ajudar com todos os procedimentos e documentos necessários! Continue lendo:

Sobre Goiânia e o Setor Marista

O Setor Marista é um bairro do município de Goiânia, capital de Goiás. O local era parte do Setor Pedro Ludovico, porém com a instalação do Colégio Marista na região em 1962, se desmembrou. A partir daí a área começou a ser conhecida pelo nome da instituição de ensino. A partir da construção da escola, pessoas de maior poder aquisitivo se mudaram para o local.

Goiânia é a segunda capital mais populosa da região Centro-Oeste. A cidade está entre as capitais com o melhor índice de qualidade de vida. Sua região metropolitana possui um PIB de aproximadamente R$31,29 bilhões. 80% da economia do município está no setor terciário com destaque para a área de saúde, atividades imobiliárias e administração públicas, além de ser uma das capitais brasileiras que mais geram empregos.

QUAIS OS PASSOS PARA ABRIR EMPRESA no Setor Marista em Goiânia?

PLANEJAMENTO

O primeiro passo, e talvez o mais importante para abrir uma empresa de sucesso, é planejar. Muitas vezes, o empreendedor se precipita pensando em abrir uma empresa, conseguir um CNPJ, tirar as licenças, e acaba esquecendo dessa etapa.

Para fugir das estatísticas (de acordo com o IBGE, seis de cada dez empresas não sobrevivem aos primeiros cinco anos de atividade), é necessário fazer um bom planejamento. Esse é o ponto de partida para determinar o público alvo do seu negócio, estudar a concorrência, o mercado, etc.

A depender desses fatores, pode interferir diretamente na estrutura da sua empresa, na forma de atender os clientes, no seu produto ou serviço.

TIPOS DE ATIVIDADE

Em seguida, é necessário identificar qual o segmento de atividade que deseja. Existem três distinções:

  • Prestação de Serviços: trabalho realizado a título de mão de obra física ou intelectual;
  • Industria: atividade econômica que visa transformar matéria-prima em materiais comercializáveis;
  • Comércio atacadista: direcionado para lojistas e Comercio Varejista, direcionado ao consumidor final.

TIPOS DE NATUREZA JURÍDICA

Em seguida, é preciso verificar qual o tipo de natureza jurídica de sua empresa. Este, representa o regime jurídico no qual ela se enquadra, isso é, a relação da pessoa jurídica pública ou privada com a fiscalização no determinado empreendimento, junto aos dados cadastrados na administração pública.

Informar a natureza jurídica no momento de formalizar a empresa é uma questão indispensável, logo que cada uma possui formas diferentes de aplicação das normas. Existem diversas espécies de natureza jurídica, mas às entidades empresariais, são atribuídas:

  • Empresário Individual, ou MEI: Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada: É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples, ou SS: Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comercio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima: Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim divide em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, ou EIRELI: Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário mínimo vigente.

Foto de parque da cidade, representando a contabilidade no setor marista - abertura simples

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Os documentos necessários para dar início ao processo de abrir empresa no Setor Marista em Goiânia são simples. Para os sócios, basta apresentar 1 cópia simples do comprovante de residência de cada um, 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada, e 1 cópia da folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Já para a empresa em si, é preciso apresentar apenas 2 cópias simples do IPTU do Imóvel, e 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

QUAL O PROCESSO PARA ABRIR EMPRESA NO SETOR MARISTA EM GOIÂNIA?

Assim que toda a documentação for acertada, as informações são enviadas para a Receita Federal e a Junta Comercial e é iniciado o processo de abertura. A aprovação leva de 3 a 5 dias úteis após o envio, significando que você já terá o número do CNPJ. Porém, para emitir notas, é necessário estar cadastrado também na Prefeitura. No total, a média para completar esse processo é de 7 a 10 dias.

Porém, para abrir empresa no Setor Marista em Goiânia, é necessário também realizar a Análise Prévia da Viabilidade de Localização. Essa análise é feita pela Prefeitura para determinar se a empresa pode ou não utilizar determinado imóvel para determinado comércio.

Algumas pessoas escolhem um local que desejam se instalar, investem nesse imóvel, e só depois descobrem que não podem atuar ali. É muito tempo e dinheiro perdido, sendo que se contassem com o apoio de um profissional ligado nessa área, evitariam esse transtorno. Por isso, não se esqueça de fazer o pedido de Análise Prévia de Viabilidade do local.

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

ABERTURA SIMPLES

Nós, da Abertura Simples, realizamos todo esse processo por você, para que sua empresa seja aberta de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Nossa equipe está à disposição para atender a todos as etapas da abertura de empresa.

Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir empresa no Setor Marista em Goiânia conosco. Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e inicie sua empresa com a Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Principais mudanças na IRPF 2019 que a Receita está preparando

foto de uma pessoa mexendo em calculadora e fazendo os cálculos do IRPF 2019

Saiba quais são as principais mudanças na IRPF 2019 e esteja preparado para o ano que vem!

O Governo Federal já está pensando em quais serão as regras para este ano. A expectativa é que o contribuinte tenha que entregar novas obrigações à Receita Federal no IRPF 2019.

É importante ficar atendo a essas mudanças já na Declaração de Imposto de Renda, pois muitos dos campos serão obrigatórios no próximo ano. Por isso, apresentamos abaixo algumas das principais medidas novas que a Receita Federal irá apresentar na IRPF 2019! Continue lendo:

IRPF 2019: O que muda?

CPF dos dependentes

A primeira mudança no que diz respeito à quantidade de informações está relacionada com os dependentes. Até o ano passado, era obrigatório informar o CPF daqueles com 12 anos ou mais. Em 2018, a obrigação dessa informação caiu para 8 anos de idade.

Em 2019, será obrigatório informar o CPF de todos os dependentes, até mesmo de recém-nascidos. A medida busca provocar certa correria aos cartórios, isso porque embora seja possível emitir o número para recém nascidos, a prática é pouco habital. Com isso, o governo espera diminuir o número de fraudes.

Informações complementares dos bens

A DIRPF de 2018 marcou a estreia de algumas informações complementares em alguns bens. No caso dos automóveis, por exemplo, é necessário fornecer o número do Renavan. Porém, para 2019, mais campos como esse vão surgir e serão obrigatórios desta vez.

Haverá um novo campo disponível para cada tipo de bem. Por exemplo, no caso dos imóveis, será pedido área do imóvel, data de aquisição, número de registro de inscrição em órgão público e cartório. No caso de instituições financeiras, será solicitado onde o CNPJ dos locais onde o contribuinte tem conta corrente e aplicações financeiras.

Novidades em vigor já em 2018

Além dessas novidades, algumas informações extras já entraram na lista da Declaração de Imposto de Renda de 2018. A informação sobre a alíquota efetiva utilizada no cálculo do imposto. Ela agora aparece ao lado dos valores de impostos a pagar ou restituições a receber.

Além disso, a partir de agora é possível também imprimir o Darf para pagamento de todas as quotas de imposto, inclusive as que estão em atraso, diretamente pelo programa. As mudanças deste ano seguirão valendo para o próximo.


E aí, já está se preparando para o IRPF 2019? Teve algum problema com as novidades deste ano? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Fonte: Sage

Passo a passo para abrir empresa em Jarinu e ter sucesso nos negócios!

foto de uma casa na cidade, representando como abrir empresa em jarinu

Alguma vez você já pensou em abrir empresa em Jarinu? O sonho de muitos brasileiros é abrir o próprio negócio, adquirir a independência financeira e se tornar o próprio chefe. E, realmente, quando se tem uma boa ideia de negócio, o primeiro passo a se fazer é tirá-la do papel! Porém, um passo importante também é regularizar a empresa e obter todos os registros.

Com medo da burocracia que esse processo envolve, muitas pessoas acabam atuando na ilegalidade, e isso apresenta diversos riscos para o empreendedor. Por isso, demonstraremos a seguir que abrir e regularizar a sua empresa não é algo tão difícil assim. Nós, do Abertura Simples, podemos te ajudar com todos os procedimentos e documentos necessários! Continue lendo:

Sobre Jarinu

Jarinu é um município do estado de São Paulo, com população estimada em mais de 28 mil habitantes. Faz parte do Polo Turístico do Circuito das Frutas juntamente com mais oito municípios. São eles Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Valinhos e Vinhedo.

Em seu maior destaque encontram-se a produção de: morangos, poncãs, laranjas, pêssegos, ameixas e uvas, além de vinho e cachaça artesanais. Ainda na cidade, encontra-se ainda a fábrica de automóveis Chamonix.

QUAIS OS PASSOS PARA ABRIR EMPRESA EM JARINU?

PLANEJAMENTO

O primeiro passo, e talvez o mais importante para abrir uma empresa de sucesso, é planejar. Muitas vezes, o empreendedor se precipita pensando em abrir uma empresa, conseguir um CNPJ, tirar as licenças, e acaba esquecendo dessa etapa.

Para fugir das estatísticas (de acordo com o IBGE, seis de cada dez empresas não sobrevivem aos primeiros cinco anos de atividade), é necessário fazer um bom planejamento. Esse é o ponto de partida para determinar o público alvo do seu negócio, estudar a concorrência, o mercado, etc.

A depender desses fatores, pode interferir diretamente na estrutura da sua empresa, na forma de atender os clientes, no seu produto ou serviço.

TIPOS DE ATIVIDADE

Em seguida, é necessário identificar qual o segmento de atividade que deseja. Existem três distinções:

  • Prestação de Serviços: trabalho realizado a título de mão de obra física ou intelectual;
  • Industria: atividade econômica que visa transformar matéria-prima em materiais comercializáveis;
  • Comércio atacadista: direcionado para lojistas e Comercio Varejista, direcionado ao consumidor final.

TIPOS DE NATUREZA JURÍDICA

Em seguida, é preciso verificar qual o tipo de natureza jurídica de sua empresa. Este, representa o regime jurídico no qual ela se enquadra, isso é, a relação da pessoa jurídica pública ou privada com a fiscalização no determinado empreendimento, junto aos dados cadastrados na administração pública.

Informar a natureza jurídica no momento de formalizar a empresa é uma questão indispensável, logo que cada uma possui formas diferentes de aplicação das normas. Existem diversas espécies de natureza jurídica, mas às entidades empresariais, são atribuídas:

  • Empresário Individual, ou MEI:Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada: É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples, ou SS: Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comercio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima: Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim divide em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, ou EIRELI: Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário mínimo vigente.

DOCUMENTOS NECESSÁRIOS

Os documentos necessários para dar início ao processo de abrir empresa em Jarinu são simples. Para os sócios, basta apresentar 1 cópia simples do comprovante de residência de cada um, 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada, e 1 cópia da folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Já para a empresa em si, é preciso apresentar apenas 2 cópias simples do IPTU do Imóvel, e 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

QUAL O PROCESSO PARA ABRIR EMPRESA EM JARINU?

Assim que toda a documentação for acertada, as informações são enviadas para a Receita Federal e a Junta Comercial e é iniciado o processo de abertura. A aprovação leva de 3 a 5 dias úteis após o envio, significando que você já terá o número do CNPJ. Porém, para emitir notas, é necessário estar cadastrado também na Prefeitura. No total, a média para completar esse processo é de 7 a 10 dias.

Porém, para abrir empresa em Jarinu, é necessário também realizar a Análise Prévia da Viabilidade de Localização. Essa análise é feita pela Prefeitura para determinar se a empresa pode ou não utilizar determinado imóvel para determinado comércio.

Algumas pessoas escolhem um local que desejam se instalar, investem nesse imóvel, e só depois descobrem que não podem atuar ali. É muito tempo e dinheiro perdido, sendo que se contassem com o apoio de um profissional ligado nessa área, evitariam esse transtorno. Por isso, não se esqueça de fazer o pedido de Análise Prévia de Viabilidade do local.

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

ABERTURA SIMPLES

Nós, da Abertura Simples, realizamos todo esse processo por você, para que sua empresa seja aberta de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Nossa equipe está à disposição para atender a todos as etapas da abertura de empresa.

Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir empresa em Jarinu conosco. Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e inicie sua empresa com a Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Passo a passo para empreender em Jarinu e ter sucesso nos negócios

foto de uma mulher mexendo em um notebook, representando empreender em jarinu

Para empreender em Jarinu, não basta apenas ter força de vontade e uma boa ideia. Essa é uma atividade que demanda muito planejamento, visão e foco. É necessário ter conhecimento sobre as burocracias da cidade e saber sobre a área na qual você vai empreender. Ter um panorama das habilidades administrativas e financeiras do negócio também é essencial.

Com disposição para a aprender os itens essenciais, você vai conseguir transformar os seus projetos em realidade. Por isso o Abertura Simples preparou um artigo com tudo o que você precisa saber para empreender em Jarinu e ter sucesso no seu negócio. Confira:

Tudo o que você precisa saber para empreender em Jarinu:

Sobre Jarinu

Primeiramente é preciso conhecer sobre a cidade na qual você irá montar o seu empreendimento. Jarinu é um município do estado de São Paulo, com 207 mil km² e população estimada em mais de 28 mil habitantes. Faz parte do Polo Turístico do Circuito das Frutas juntamente com mais oito municípios: Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Valinhos e Vinhedo.

Em seu maior destaque encontram-se a produção de: morangos, poncãs, laranjas, pêssegos, ameixas e uvas, além de vinho e cachaça artesanais. Na cidade, encontra-se ainda a fábrica de automóveis Chamonix, que produz réplicas de modelos antigos da marca alemã Porsche.

Você tem o perfil para empreender em Jarinu?

Você quer trabalhar apenas por obrigação e ter uma renda fixa no final do mês? Ou quer usar suas habilidades para atingir uma realização pessoal e profissional?

Se você se encaixa mais no segundo perfil, deve ser uma pessoa que faz planejamentos a longo prazo, e que quer ter sucesso com eles. E quando falamos em sucesso, não queremos dizer necessariamente o êxito financeiro. Para muitas pessoas, sucesso é atingir alguma realização pessoal, ter mais tempo para passar com os familiares.

Se você bate de frente com os problemas e não fica quieto até conseguir resolvê-los, quer que seus projetos sejam seu maior orgulho, está sempre em busca de novas tarefas, soluções, fontes de renda, e não se preocupa com a rotina do dia a dia, você já tem a alma de um empreendedor.

Ser um empreendedor vai muito além de ser seu próprio chefe. Para empreender é preciso imaginação, não só apenas para a ideia do negócio, mas para saber lidar com ele. É necessário ser organizado e planejado, para evitar riscos e gastos desnecessários.

Um bom empreendedor tem que lidar bem com as pessoas, para ter um bom relacionamento com seus funcionários, colaboradores e clientes.

O mais importante é acreditar em si mesmo, e ter coragem para correr riscos. Dessa forma você alcançará os melhores resultados e terá sucesso no seu negócio.

Tenha uma ideia inovadora

Agora que você tem certeza de que será um bom empreendedor, saiba que para empreender em Jarinu é necessário ter uma ideia inovadora.

Se você tem alguma coisa específica que goste de fazer e acha que pode se tornar um negócio, você pode investir nisso. Trabalhar com o que ama pode ser uma opção viável para o sucesso. Busque por um diferencial, para se destacar no ramo.

Se não tiver uma ideia de negócio, faça uma lista de coisas que você acha que poderiam ser solucionadas pela sua empresa. No geral, uma empresa atua para resolver algum problema. Pense em como sua empresa poderá solucionar o problema do seu cliente. Alguns problemas podem ser identificados com uma conversa com os potenciais clientes. Outras vezes, o cliente nem sabe que tem um problema até uma solução aparecer.

Porque o cliente escolherá você ao invés do seu concorrente? O importante é ter algo específico. Você pode tentar trabalhar com uma proposta pouco explorada e inovadora.

Plano de negócios

Com uma boa ideia para empreender em Jarinu, está na hora de montar o seu plano de negócios. Através dele, você conseguirá ter uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além do planejamento, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver esse planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também sobre o público que você deseja atingir, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Foto de duas mulheres sorrindo, representando como empreender em bom jesus dos perdões
Resumo dos principais pontos do plano de negócio

O que é o seu negócio? É Preciso que você saiba qual a missão da empresa, o porquê ela existe e quais são os seus valores. Quais serão os principais serviços e/ou produtos oferecidos? Defina qual será a área de atuação da sua empresa, as obrigações fiscais e o setor de atividade.

É necessário deixar estabelecido quem serão seus principais clientes, quem é o público alvo. Faça uma análise de mercado sobre o que os clientes procuram no seu ramo de negócios. Analise também seus concorrentes, descubra a maneira como eles trabalham, quais são pontos negativos e positivos do seu método de funcionamento.

Qual será a estrutura operacional da empresa? Defina quantas pessoas serão necessárias na sua empresa e como acontecerá todo o funcionamento dela. Você sabe quem será o seu fornecedor? Faça pesquisas de preços, compare e encontre o que mais combina com a sua empresa.

Você não pode esquecer de construir cenários e desenvolver planejamentos estratégicos e de marketing. Monte um detalhado planejamento financeiro. Coloque informações sobre de onde virá os recursos e o que será feito com eles. Qual será o faturamento mensal, em quanto tempo espera que o capital investido retorne e como você irá lidar a longo prazo com as suas finanças.

Você precisa de uma linha de crédito ou um investidor?

Se já teve a ideia, montou o plano de negócios, mas não tem capacidade financeira para começar, saiba que você pode conseguir uma linha de crédito. Os bancos comerciais públicos com carteira comercial, como Caixa Econômica Federal e o BNDES, tem uma linha exclusiva de créditos para ME e EPP.

Entretanto, as vezes os juros cobrados nessas linhas de créditos são muito altos e o seu negócio pode não conseguir suportar. Nesse caso, você pode optar por encontrar um Investidor para sua empresa.

Além de ajudar na parte financeira, os investidores podem auxiliar na gestão do seu empreendimento. Por isso é preciso estar disposto a dividir informações, planos e até tarefas com quem investe na empresa.

Classificamos os investidores por estágios de capital de risco. Mas, para negócios que estão em fase inicial temos o Investidor Anjo e o Investidor Capital Semente.

Os investidores anjos são pessoas físicas, em geral empresários de sucesso, que estão dispostos a investir em negócios que estão em fase inicial mas que tenham potencial de crescimento. Esse tipo de investidor não vai necessariamente fazer parte da empresa. Costumam investir na média dos R$ 50 mil a R$ 500 mil.

Já o investidor Capital Semente, costuma investir valores próximos de R$ 500 mil. Porém em empresas com uma ação de mercado mais definida, que já possuam clientes e tenha uma melhor definição sobre o modelo de negócios.

Saiba como precificar

Você sabe como precificar os serviços que sua empresa vai oferecer? Ele deve cobrir todos os custos de produção e distribuição, os encargos e ainda te proporcionar algum lucro. Para isso, é preciso ter um método de precificação, para te ajudar a ter praticidade no cálculo na hora da venda, e ter uma margem de um possível valor de desconto que pode ser viável oferecer.

Mantenha-se atualizado

Um empreendedor deve entender tudo sobre o mercado em que seu negócio está inserido. Para isso é preciso aprender e estar sempre atualizado sobre esse ramo. Faça cursos especializados, participe de eventos sobre empreendedorismo, converse com outros empreendedores. O mundo dos negócios está sempre em constante mudanças. Por isso é importante nunca deixar de adquirir conhecimento, dessa forma sua empresa nunca ficará para trás.

Primeiro passo para empreender: abrir a sua empresa

Sabemos que empreender em Jarinu envolve muitos riscos. Entretanto, com um planejamento detalhado, estratégia de negócios, dedicação e apoio de uma acessória contábil, pode apostar que o seu negócio terá sucesso. Agora que você já sabe como empreender, chegou a hora de abrir sua empresa.

Clique aqui para mais detalhes sobre como abrir empresa em Jarinu

Abertura Simples

Saiba que nós da Abertura Simples, podemos te ajudar a empreender em Jarinu. Disponibilizamos as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e comece a empreender com o Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Escolhendo um escritório de contabilidade para sua empresa em Jarinu

foto aérea da cidade, representando a contabilidade em Jarinu

Saiba como escolher um escritório de contabilidade em Jarinu! Toda empresa, independente do ramo de atuação e tamanho, demanda um certo conhecimento e dedicação do empreendedor para lidar com as diversas tarefas administrativas. Porém, algumas funções, como o controle e coordenação da contabilidade, exigem o auxílio de profissionais que sejam especializados no assunto.

Se você quer que sua empresa se mantenha regularizada e em constante crescimento, talvez seja a hora de contar com um bom contador. Por isso, explicaremos a seguir a importância de ter um bom contador junto à sua organização. Saiba também como escolher um profissional ou escritório de contabilidade em Jarinu para auxiliá-lo na assessoria contábil. Continue lendo:

Mas afinal, o que faz um escritório de contabilidade em Jarinu?

O profissional de contabilidade é a pessoa responsável por toda a área financeira, econômica, tributária e patrimonial de uma empresa. Assim como em Jarinu e em todas as outras cidades, suas principais funções são:

  • controle do fluxo de caixa e estoque;
  • preenchimento e envio de obrigações acessórias;
  • escrituração de documentos e livros de entrada e saída da empresa;
  • emissão, registro de notas fiscais e pagamento de impostos (caso for acordado entre as partes);
  • entre tantas outras funções;

O contador pode ser também um grande aliado na administração e gerenciamento de um negócio. Se você contar com um bom profissional, ele pode auxiliar no planejamento estratégico, elaboração de relatórios gerenciais e também na tomada de decisões essenciais.

Para se tornar um profissional de contabilidade é necessário ter formação em Ciências Contábeis (superior) ou em Contabilidade (técnico). Além disso, é essencial ser registrado no CRC (Conselho Regional de Contabilidade) para exercer a profissão de forma regular e legal.

Importância do contador

Todo empreendedor sabe que a rotina é muito corrida para lidar com todas as questões de uma empresa. E muitas vezes, por mais qualificado e preparado que seja o profissional, ele não dispõe de todas as habilidades para lidar com todos os assuntos. A contabilidade é um exemplo.

Exercer algumas tarefas exigem certos conhecimentos específicos, domínio das práticas contábeis, e também desenvoltura para lidar com situações que, muitas vezes, estão fora do alcance do conhecimento do administrador.

E por mais que as atividades contábeis pareçam fáceis de resolver, a vida financeira, seus controles e obrigações periódicas devem ser tratadas com cuidado. O contador irá trabalhar para evitar todos os riscos e danos do seu negócio.

foto de uma casa na cidade, representando como abrir empresa em jarinu

COMO ESCOLHER UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE EM JARINU PARA SUA EMPRESA?

Você está com dúvidas para escolher um escritório de contabilidade em Jarinu para o seu negócio? Ou está tendo problemas com o seu e resolveu trocar? Nem todo escritório oferece o mesmo tipo de serviço. O ideal é fazer uma boa pesquisa, buscando também referências e avaliando os preços e serviços oferecidos.

A seguir, daremos algumas dicas para que você, empreendedor, consiga escolher o escritório de contabilidade em Jarinu que melhor atende à sua empresa:

Bom atendimento

Com toda a tecnologia que temos disponível hoje em dia, as respostas devem ser cada dia mais rápidas e precisas. Por isso, o escritório que você escolher deve estar pronto para atende-lo a qualquer momento. A recomendação é que você avalie todos os canais de comunicação do escritório como e-mail, site, redes sociais e telefones. A velocidade, disponibilidade, cordialidade e prestatividade do atendimento devem ser fatores significantes antes de fechar negócio.

Dizem que a escolha de um contador para uma empresa é como escolher um médico para sua família. Logo é necessário estabelecer um laço de confiança de longa duração. É essencial que seu escritório preste um bom atendimento, de forma que sua relação não seja prejudicada.

Infraestrutura

É importante analisar se o escritório de contabilidade está oferecendo a infraestrutura necessária para atender a sua demanda. Isso diz respeito tanto a tecnologia do escritório, quanto a quantidade de funcionários que eles podem oferecer. Existem escritórios com apenas um contabilista responsável, até gigantescas firmas com dezenas de empregados.Você pode avaliar a organização do espaço, o clima organizacional, a relação dos funcionários. Assim, é possível entender qual a melhor opção para sua empresa.

Deve-se observar também os aparatos tecnológicos que o escritório dispõe, logo que a relação entre empresas e governo se transformou drasticamente nos últimos anos. Os escritórios tiveram de se modernizar para garantir melhores resultados. Confira se o mesmo está com suas ferramentas em dia, recursos atualizados e preparado para as novas tecnologias.

Competência técnica

É fundamental ser atendido por profissionais capacitados e experientes, que se mantenham frequentemente atualizados principalmente a respeito das legislações tributárias e trabalhistas. Além disso, é essencial que essa competência esteja ligada a capacidade de resolução de problemas e definição de conceitos (e como aplica-los). O cliente não precisa especializar-se em assuntos tributários ou trabalhistas, mas o contador sim, e é necessário simplifica-los para poder facilitar a vida do cliente.

Para ter certeza da competência técnica de um escritório, você pode entrar em contato com o profissional e ter uma conversa sobre as principais dificuldades do empreendimento. A partir disso, peça também atualizações periódicas e matérias sobre seu segmento, medindo a profundidade de conhecimento desse profissional.

Relação custo x benefício

Assim que você identificar quais são as reais necessidades de sua empresa, busque por um profissional contábil que atenda a seus serviços específicos. Chega então o momento de avaliar a qualidade das atividades executadas na proporção do preço pelo qual é cobrado.

Profissionais com maior competência e conhecimentos específicos podem cobrar mais por seus serviços, mesmo que tenham uma estrutura menor. Isso porque a segmentação e especialização em nichos faz com que o escritório apresente soluções eficazes para determinados problemas. Da mesma forma que uma empresa pode cobrar mais barato por um produto, é o caso dos escritórios de contabilidade que prestam serviços básicos, como pagamento de impostos em dia.

Localização

O ideal é que o escritório esteja numa localização próxima e de fácil acesso da empresa. Quando o escritório atua na mesma cidade, fica muito mais fácil realizar reuniões e visitas pessoais ao escritório para verificar sua estrutura funcional, seus representantes e a dinâmica. Dessa forma, é possível economizar tempo e manter uma boa frequência de reuniões, que se aconselha que seja no mínimo mensal.

Não só pelo deslocamento, é importante ter um escritório de contabilidade na mesma cidade também pelo fato de que a legislação contábil e as obrigações tributárias podem ser diferentes de uma cidade para outra. Em alguns casos, as empresas encontram complicações com o IPTU e o ISS, além dos impostos municipais. Se o escritório estiver em outro município, isso se torna ainda mais difícil.

Sobre Jarinu

Jarinu é um município do estado de São Paulo, com população estimada em mais de 28 mil habitantes. Faz parte do Polo Turístico do Circuito das Frutas juntamente com mais oito municípios. São eles Indaiatuba, Itatiba, Itupeva, Jundiaí, Louveira, Morungaba, Valinhos e Vinhedo.

Em seu maior destaque encontram-se a produção de: morangos, poncãs, laranjas, pêssegos, ameixas e uvas. Além disso, a produção de vinho e cachaça artesanais também é forte. Na cidade, encontra-se ainda a fábrica de automóveis Chamonix.


Abertura Simples

Temos nosso escritório de contabilidade em Jarinu e em + de 50 cidades em todo o Brasil, abrindo empresas de forma rápida e segura. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem contar com nossos serviços contábeis.

Entre as diversas vantagens da Abertura Simples estão:

  • Sede física;
  • Atendimento humanizado;
  • Serviço de entrega e recolhimento de documentos;
  • Preço justo;

Entre em contato com nossos representantes e saiba como ter o auxilio de um escritório de contabilidade para sua empresa em Jarinu:

Saiba como abrir empresa no Brooklin em São Paulo

abrir empresa no brooklin

Alguma vez você já pensou em abrir empresa no Brooklin? O sonho de muitos brasileiros é abrir o próprio negócio, adquirir a independência financeira e se tornar o próprio chefe. E, realmente, quando se tem uma boa ideia de negócio, o primeiro passo a se fazer é tirá-la do papel! Porém, um passo importante também é regularizar a empresa e obter todos os registros.

Com medo da burocracia que esse processo envolve, muitas pessoas acabam atuando na ilegalidade. Porém, isso apresenta diversos riscos para o empreendedor. Por isso, demonstraremos a seguir que abrir e regularizar a sua empresa não é algo tão difícil assim. Nós, do Abertura Simples, podemos te ajudar com todo os procedimentos e documentos necessários! Continue lendo:

Sobre o Brooklin

Brooklin é um bairro nobre da cidade de São Paulo, atualmente conhecido por ser um dos bairros mais valorizados da cidade devido à vida noturna e aos centro empresariais que estão localizados ali.

O bairro é divido entre Brooklin Velho e Novo. Enquanto no Brooklin Velho se concentra uma região residencial de alto padrão, o Brooklin Novo abriga sedes de empresas multinacionais como Nestlé, Nokia, além de canais de televisão como Disney-ABC e HBO Brasil. O bairro, que está sendo cada vez mais valorizado, está recebendo cada vez mais lançamentos imobiliários.

Quais os passos para abrir empresa no Brooklin?

Passo 1: Planejamento

O primeiro passo, e talvez o mais importante para abrir uma empresa de sucesso, é planejar. Muitas vezes, o empreendedor se precipita pensando em abrir uma empresa, conseguir um CNPJ, tirar as licenças, e acaba esquecendo dessa etapa.

Para fugir das estatísticas (de acordo com o IBGE, seis de cada dez empresas não sobrevivem aos primeiros cinco anos de atividade), é necessário fazer um bom planejamento. Esse é o ponto de partida para determinar o público alvo do seu negócio, estudar a concorrência, o mercado, etc.

A depender desses fatores, pode interferir diretamente na estrutura da sua empresa, na forma de atender os clientes, no seu produto ou serviço.

Passo 2: Tipos de atividade

Em seguida, é necessário identificar qual o segmento de atividade que deseja. Existem três distinções:

  • Prestação de Serviços: trabalho realizado a título de mão de obra física ou intelectual;
  • Industria: atividade econômica que visa transformar matéria-prima em materiais comercializáveis;
  • Comércio atacadista: direcionado para lojistas e Comercio Varejista, direcionado ao consumidor final.

Passo 3: Tipos de Natureza Jurídica

Em seguida, é preciso verificar qual o tipo de natureza jurídica de sua empresa. Este, representa o regime jurídico no qual ela se enquadra, isso é, a relação da pessoa jurídica pública ou privada com a fiscalização no determinado empreendimento, junto aos dados cadastrados na administração pública.

Informar a natureza jurídica no momento de formalizar a empresa é uma questão indispensável, logo que cada uma possui formas diferentes de aplicação das normas. Existem diversas espécies de natureza jurídica, mas às entidades empresariais, são atribuídas:

  • Empresário Individual, ou MEI: Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada: É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples, ou SS: Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comercio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima: Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim divide em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada, ou EIRELI: Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário mínimo vigente.
abrir empresa no brooklin

Fonte: Wikipedia

Passo 4: Documentos necessários

Os documentos necessários para dar início ao processo de abrir empresa no Brooklin são simples. Para os sócios, basta apresentar 1 cópia simples do comprovante de residência de cada um, 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada, e 1 cópia da folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Já para a empresa em si, é preciso apresentar apenas 2 cópias simples do IPTU do Imóvel, e 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

Passo 5: Procedimento para abrir empresa no Brooklin

Assim que toda a documentação for acertada, as informações são enviadas para a Receita Federal e a Junta Comercial e é iniciado o processo de abertura. A aprovação leva de 3 a 5 dias úteis após o envio, significando que você já terá o número do CNPJ. Porém, para emitir notas, é necessário estar cadastrado também na Prefeitura. No total, a média para completar esse processo é de 7 a 10 dias.

Porém, para abrir empresa no Brooklin, é necessário também realizar a Análise Prévia da Viabilidade de Localização. Essa análise é feita pela Prefeitura para determinar se a empresa pode ou não utilizar determinado imóvel para determinado comércio.

Algumas pessoas escolhem um local que desejam se instalar, investem nesse imóvel, e só depois descobrem que não podem atuar ali. É muito tempo e dinheiro perdido, sendo que se contassem com o apoio de um profissional ligado nessa área, evitariam esse transtorno. Por isso, não se esqueça de fazer o pedido de Análise Prévia de Viabilidade do local.

Se você quiser saber mais a fundo sobre os passos e procedimentos necessários para abrir empresa, confira também o guia completo que preparamos clicando aqui. Com ele, você poderá conferir também todos os documentos necessários e tirar suas dúvidas sobre o início do seu negócio.

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

Abertura Simples

Nós, da Abertura Simples, realizamos todo esse processo por você, para que sua empresa seja aberta de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça.

Nossa equipe está à disposição para atender você em todas as etapas da abertura de sua empresa. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir empresa no Brooklin conosco.

Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e inicie sua empresa com a Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Descubra como começar a empreender no Brooklin em São Paulo

empreender no brooklin

Quer empreender em Brooklin? Essa é uma atividade que demanda muito planejamento, visão e foco. É necessário ter conhecimento sobre as burocracias da cidade e saber sobre a área na qual você vai empreender. Ter um panorama das habilidades administrativas e financeiras do negócio também é essencial.

Com disposição para a aprender os itens essenciais, você vai conseguir transformar os seus projetos em realidade. Por isso o Abertura Simples preparou um artigo com tudo o que você precisa saber para empreender em Brooklin e ter sucesso no seu negócio. Confira:

ABRA SEU PRÓPRIO NEGÓCIO – VEJA COMO EMPREENDER EM BROOKLIN:

SOBRE O BROOKLIN:

Brooklin é um bairro nobre da cidade de São Paulo, atualmente conhecido por ser um dos bairros mais valorizados da cidade devido à vida noturna e aos centro empresariais que estão localizados ali.

O bairro é divido entre Brooklin Velho e Novo. Enquanto no Brooklin Velho se concentra uma região residencial de alto padrão, o Brooklin Novo abriga sedes de empresas multinacionais como Nestlé, Nokia, além de canais de televisão como Disney-ABC e HBO Brasil. O bairro, que está sendo cada vez mais valorizado, está recebendo cada vez mais lançamentos imobiliários.

VOCÊ TEM O PERFIL PARA EMPREENDER NO BROOKLIN?

Você quer trabalhar apenas por obrigação e ter uma renda fixa no final do mês? Ou quer usar suas habilidades para atingir uma realização pessoal e profissional?

Se você se encaixa mais no segundo perfil, deve ser uma pessoa que faz planejamentos a longo prazo, e que quer ter sucesso com eles. E quando falamos em sucesso, não queremos dizer necessariamente o êxito financeiro. Para muitas pessoas, sucesso é atingir alguma realização pessoal, ter mais tempo para passar com os familiares.

Se você bate de frente com os problemas e não fica quieto até conseguir resolvê-los, quer que seus projetos sejam seu maior orgulho, está sempre em busca de novas tarefas, soluções, fontes de renda, e não se preocupa com a rotina do dia a dia, você já tem a alma de um empreendedor.

Ser um empreendedor vai muito além de ser seu próprio chefe. Para empreender é preciso imaginação, não só apenas para a ideia do negócio, mas para saber lidar com ele. É necessário ser organizado e planejado, para evitar riscos e gastos desnecessários.

Um bom empreendedor tem que lidar bem com as pessoas, para ter um bom relacionamento com seus funcionários, colaboradores e clientes.

O mais importante é acreditar em si mesmo, e ter coragem para correr riscos. Dessa forma você alcançará os melhores resultados e terá sucesso no seu negócio.

TENHA UMA IDEIA INOVADORA

Agora que você tem certeza de que será um bom empreendedor, saiba que para empreender no Brooklin é necessário ter uma ideia inovadora.

Se você tem alguma coisa específica que goste de fazer e acha que pode se tornar um negócio, você pode investir nisso. Trabalhar com o que ama pode ser uma opção viável para o sucesso. Busque por um diferencial, uma exclusividade, para se destacar no ramo.

Se não tiver uma ideia de negócio, faça uma lista de coisas que você acha que poderiam ser solucionadas pela sua empresa. No geral, uma empresa atua para resolver algum problema. Pense em como sua empresa poderá solucionar o problema do seu cliente. Alguns problemas podem ser identificados com uma conversa com os potenciais clientes. Outras vezes, o cliente nem sabe que tem um problema até uma solução aparecer.

Porque o cliente escolherá você ao invés do seu concorrente? O importante é ter algo específico. Você pode tentar trabalhar com uma proposta pouco explorada e inovadora.

PLANO DE NEGÓCIOS

Com uma boa ideia para empreender no Brooklin, está na hora de montar o seu plano de negócios. Através dele, você conseguirá ter uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além do planejamento, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver esse planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também sobre o público que você deseja atingir, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Saiba como montar um plano de negócios ideal para seu negócio com nosso guia completo

empreender no brooklin

QUAIS SÃO OS PRINCIPAIS PONTOS DO PLANO DE NEGÓCIO?

O que é o seu negócio? É Preciso que você saiba qual a missão da empresa, o porquê ela existe e quais são os seus valores. Quais serão os principais serviços e/ou produtos oferecidos? Defina qual será a área de atuação da sua empresa, as obrigações fiscais e o setor de atividade.

É necessário deixar estabelecido quem serão seus principais clientes, quem é o público alvo. Faça uma análise de mercado sobre o que os clientes procuram no seu ramo de negócios. Analise também seus concorrentes, descubra a maneira como eles trabalham, quais são pontos negativos e positivos do seu método de funcionamento.

Qual será a estrutura operacional da empresa? Defina quantas pessoas serão necessárias na sua empresa e como acontecerá todo o funcionamento dela. Você sabe quem será o seu fornecedor? Faça pesquisas de preços, compare e encontre o que mais combina com a sua empresa.

Você não pode esquecer de construir cenários e desenvolver planejamentos estratégicos e de marketing. Monte um detalhado planejamento financeiro. Coloque informações sobre de onde virá os recursos e o que será feito com eles. Qual será o faturamento mensal, em quanto tempo espera que o capital investido retorne e como você irá lidar a longo prazo com as suas finanças.

VOCÊ PRECISA DE UMA LINHA DE CRÉDITO OU UM INVESTIDOR?

Se já teve a ideia, montou o plano de negócios, mas não tem capacidade financeira para começar, saiba que você pode conseguir uma linha de crédito. Os bancos comerciais públicos com carteira comercial, como Caixa Econômica Federal e o BNDES, tem uma linha exclusiva de créditos para ME e EPP.

Entretanto, as vezes os juros cobrados nessas linhas de créditos são muito altos e o seu negócio pode não conseguir suportar. Nesse caso, você pode optar por encontrar um Investidor para sua empresa.

Além de ajudar na parte financeira, os investidores podem auxiliar na gestão do seu empreendimento. Por isso é preciso estar disposto a dividir informações, planos e até tarefas com quem investe na empresa.

Você precisa de um investidor mas não sabe por onde começar? Veja este artigo que preparamos para sanar as suas dúvidas.

Classificamos os investidores por estágios de capital de risco. Mas, para negócios que estão em fase inicial temos o Investidor Anjo e o Investidor Capital Semente.

Os investidores anjos são pessoas físicas, em geral empresários de sucesso, que estão dispostos a investir em negócios que estão em fase inicial mas que tenham potencial de crescimento. Esse tipo de investidor não vai necessariamente fazer parte da empresa. Costumam investir na média dos R$ 50 mil a R$ 500 mil.

Caso você ainda tenha dúvida sobre os Investidores Anjos, confira este vídeo que fizemos para explicar melhor como ele funciona.

Já o investidor Capital Semente, costuma investir valores próximos de R$ 500 mil. Porém em empresas com uma ação de mercado mais definida, que já possuam clientes e tenha uma melhor definição sobre o modelo de negócios.

SAIBA COMO PRECIFICAR

Você sabe como precificar os serviços que sua empresa vai oferecer? Ele deve cobrir todos os custos de produção e distribuição, os encargos e ainda te proporcionar algum lucro. Para isso, é preciso ter um método de precificação, para te ajudar a ter praticidade no cálculo na hora da venda, e ter uma margem de um possível valor de desconto que pode ser viável oferecer.

MANTENHA-SE ATUALIZADO

Um empreendedor deve entender tudo sobre o mercado em que seu negócio está inserido. Para isso é preciso aprender e estar sempre atualizado sobre esse ramo. Faça cursos especializados, participe de eventos sobre empreendedorismo, converse com outros empreendedores. O mundo dos negócios está sempre em constante mudanças. Por isso é importante nunca deixar de adquirir conhecimento, dessa forma sua empresa nunca ficará para trás.

PRIMEIRO PASSO PARA EMPREENDER: ABRA A SUA EMPRESA

Sabemos que empreender no Brooklin envolve muitos riscos. Entretanto, com um planejamento detalhado, estratégia de negócios, dedicação e apoio de uma acessória contábil, pode apostar que o seu negócio terá sucesso. Agora que você já sabe como empreender, chegou a hora de abrir sua empresa.

Clique aqui para mais detalhes sobre como abrir empresa no Brooklin

Se você quiser saber mais a fundo sobre os passos e procedimentos necessários para abrir empresa, confira também o guia completo que preparamos clicando aqui. Com ele, você poderá conferir também todos os documentos necessários e tirar suas dúvidas sobre o início do seu negócio.

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

ESTÁ SEM IDEIA DE NEGÓCIO?

Nós do Abertura Simples preparamos post novos todos os dias as 19h com ideias de Novos Negócios para que vocês se inspirem e empreendam em suas cidades. Clique aqui e escolha a que mais combina com você!

ABERTURA SIMPLES

Saiba que nós da Abertura Simples, podemos te ajudar a empreender no Brooklin. Disponibilizamos as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e comece a empreender com o Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Descubra como escolher um escritório de contabilidade no Brooklin em São Paulo

contabilidade no brooklin

Está pensando em escolher um escritório de contabilidade no Brooklin? Toda empresa, independente do ramo de atuação e tamanho, demanda um certo conhecimento e dedicação do empreendedor para lidar com as diversas tarefas administrativas. Porém algumas funções como o controle e coordenação da contabilidade, exigem o auxílio de profissionais que sejam especializados no assunto.

Se você quer que sua empresa se mantenha regularizada e em constante crescimento, talvez seja a hora de contar com um bom contador. Por isso, explicaremos a seguir a importância de ter um bom contador junto à sua organização e como escolher o melhor profissional ou escritório de contabilidade no Brooklin para assessorá-lo na assessoria contábil. Continue lendo:

O QUE FAZ UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE NO BROOKLIN?

profissional de contabilidade é a pessoa responsável por toda a área financeira, econômica, tributária e patrimonial de uma empresa. Assim como no Brooklin e em todas as outras cidades, suas principais funções são:

  • Controle do fluxo de caixa e estoque;
  • Preenchimento e envio de obrigações acessórias;
  • Escrituração de documentos e livros de entrada e saída da empresa;
  • Emissão, registro de notas fiscais e pagamento de impostos (caso for acordado entre as partes);
  • Entre tantas outras funções;

O contador pode ser também um grande cúmplice na administração e gerenciamento de um negócio. Se você contar com um bom profissional, ele pode auxiliar no planejamento estratégico, elaboração de relatórios gerenciais e também na tomada de decisões essenciais, atuando como um consultor do seu empreendimento.

Para se tornar um profissional de contabilidade é necessário ter formação em Ciências Contábeis (superior) ou em Contabilidade (técnico). Além disso, é essencial ser registrado no CRC (Conselho Regional de Contabilidade) para exercer a profissão de forma regular e legal.

IMPORTÂNCIA DO CONTADOR

Todo empreendedor sabe que a rotina é muito corrida para lidar com todas as questões de uma empresa. E muitas vezes, por mais qualificado e preparado que seja o profissional, ele não dispõe de todas as habilidades para lidar com todos os assuntos. A contabilidade é um exemplo.

Exercer algumas tarefas exigem certos conhecimentos específicos, domínio das práticas contábeis, e também desenvoltura para lidar com situações que, muitas vezes, estão fora do alcance do conhecimento do empreendedor. E por mais que as atividades contábeis pareçam fáceis de resolver, a vida financeira, seus controles e obrigações regulares devem ser tratadas com cuidado. O contador irá trabalhar para evitar todos os riscos e danos do seu negócio.

contabilidade no brooklin

Fonte: Wikipedia

5 DICAS PARA VOCÊ ESCOLHER UM ESCRITÓRIO DE CONTABILIDADE NO BROOKLIN:

Você está com dúvidas para escolher um escritório de contabilidade no Brooklin para o seu negócio? Ou está tendo problemas com o seu e resolveu mudar? Nem todo escritório oferece o mesmo tipo de serviço, por isso o ideal é fazer uma boa pesquisa, procurando também referências e avaliando os preços e serviços oferecidos.

A seguir, daremos algumas dicas para que você, empreendedor, consiga escolher o escritório de contabilidade no Brooklin que melhor atende à sua empresa:

BOM ATENDIMENTO

Com toda a tecnologia que temos disponível hoje em dia, as respostas devem ser cada dia mais rápidas e precisas. Por isso, o escritório que você escolher deve estar pronto para atende-lo a qualquer momento. A recomendação é que você avalie todos os canais de comunicação do escritório como e-mail, site, redes sociais e telefones. A velocidade, disponibilidade, cordialidade e prestatividade do atendimento devem ser fatores significantes antes de fechar negócio.

Dizem que a escolha de um contador para uma empresa é como escolher um médico para sua família. Logo é necessário estabelecer um laço de confiança de longa duração. É essencial que seu escritório preste um bom atendimento, de forma que sua relação não seja prejudicada.

INFRAESTRUTURA

É importante analisar se o escritório de contabilidade está oferecendo a infraestrutura necessária para atender a sua demanda. Isso diz respeito tanto a tecnologia do escritório, quanto a quantidade de funcionários que eles podem oferecer. Existem escritórios com apenas um contabilista responsável, até gigantescas firmas com dezenas de empregados.Você pode avaliar a organização do espaço, o clima organizacional, a relação dos funcionários. Assim, é possível entender qual a melhor opção para sua empresa.

Deve-se observar também os aparatos tecnológicos que o escritório dispõe, logo que a relação entre empresas e governo se transformou drasticamente nos últimos anos. Os escritórios tiveram de se modernizar para garantir melhores resultados. Confira se o mesmo está com suas ferramentas em dia, recursos atualizados e preparado para as novas tecnologias.

COMPETÊNCIA TÉCNICA

É fundamental ser atendido por profissionais capacitados e experientes. Busque aqueles que se mantenham frequentemente atualizados principalmente a respeito das legislações tributárias e trabalhistas. Além disso, é essencial que essa competência esteja ligada a capacidade de resolução de problemas e definição de conceitos (e como aplica-los). O cliente não precisa especializar-se em assuntos tributários ou trabalhistas, mas o contador sim, e é necessário simplifica-los para poder facilitar a vida do cliente.

Para ter certeza da competência técnica de um escritório, você pode entrar em contato com o profissional e ter uma conversa sobre as principais dificuldades do empreendimento. A partir disso, peça também atualizações periódicas e matérias sobre seu segmento, medindo a profundidade de conhecimento desse profissional.

RELAÇÃO CUSTO X BENEFÍCIO

Assim que você identificar quais são as reais necessidades de sua empresa, busque por um profissional contábil que atenda a seus serviços específicos. Chega então o momento de avaliar a qualidade das atividades executadas na proporção do preço pelo qual é cobrado.

Profissionais com maior competência e conhecimentos específicos podem cobrar mais por seus serviços, mesmo que tenham uma estrutura menor. Isso porque a segmentação e especialização em nichos faz com que o escritório apresente soluções eficazes para determinados problemas. Da mesma forma que uma empresa pode cobrar mais barato por um produto, é o caso dos escritórios de contabilidade que prestam serviços básicos, como pagamento de impostos em dia.

LOCALIZAÇÃO

O ideal é que o escritório esteja numa localização próxima e de fácil acesso da empresa. Quando o escritório atua na mesma cidade, fica muito mais fácil realizar reuniões e visitas pessoais ao escritório para verificar sua estrutura funcional, seus representantes e a dinâmica. Dessa forma, é possível economizar tempo e manter uma boa frequência de reuniões, que se aconselha que seja no mínimo mensal.

Não só pelo deslocamento, é importante ter um escritório de contabilidade na mesma cidade também pelo fato de que a legislação contábil e as obrigações tributárias podem ser diferentes de uma cidade para outra. Em alguns casos, as empresas encontram complicações com o IPTU e o ISS, além dos impostos municipais. Se o escritório estiver em outro município, isso se torna ainda mais difícil.

SOBRE O BROOKLIN

Brooklin é um bairro nobre da cidade de São Paulo, atualmente conhecido por ser um dos bairros mais valorizados da cidade devido à vida noturna e aos centro empresariais que estão localizados ali.

O bairro é divido entre Brooklin Velho e Novo. Enquanto no Brooklin Velho se concentra uma região residencial de alto padrão, o Brooklin Novo abriga sedes de empresas multinacionais como Nestlé, Nokia, além de canais de televisão como Disney-ABC e HBO Brasil. O bairro, que está sendo cada vez mais valorizado, está recebendo cada vez mais lançamentos imobiliários.


Se você quiser saber mais a fundo sobre os passos e procedimentos necessários para abrir empresa, confira também o guia completo que preparamos clicando aqui. Com ele, você poderá conferir também todos os documentos necessários e tirar suas dúvidas sobre o início do seu negócio.

ABERTURA SIMPLES

Temos nosso escritório de contabilidade no Brooklin e em + de 100 cidades em todo o Brasil. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem contar com nossos serviços contábeis.

Entre as diversas vantagens da Abertura Simples estão:

  • Sede física;
  • Atendimento humanizado;
  • Serviço de entrega e recolhimento de documentos;
  • Preço justo;

Entre em contato com nossos representantes e saiba como ter o auxilio de um escritório de contabilidade para sua empresa no Brooklin: