Skip to content

Entenda o que é KPIs: os indicadores chave de desempenho

Índice

Entender o que é KPIs é algo essencial para qualquer empreendedor que deseja melhorar o desempenho dos negócios!

O planejamento estratégico é um dos pilares de qualquer empresa que deseja um futuro sustentável. Para isso, o planejamento exige conhecimento do contexto político, econômico e cultural. Além de entender as forças e fraquezas externas do negócio e a definição de objetivos e metas.

Ao desenvolver os objetivos e metas, dentro de um planejamento, o empreendedor precisará estimular indicadores que apresentem números concretos para analisar se realmente a empresa está alcançando seus objetivos. É neste caso que entre as KPIs (Key Performance Indicator), em português Indicadores Chaves de Desempenho.

Afinal, o que é KPIs?

A agência Resultados Digitais define que os KPIs são: “os Indicadores-Chave de Desempenho observados por um negócio. Ou seja: os valores quantitativos fundamentais que medem os seus principais processos internos.

Eles são parte fundamental da estratégia de gestão de qualquer empresa e possibilitam um acompanhamento e melhor gerenciamento do nível de desempenho e sucesso das estratégias”.

Como utilizar os KPIs?

Como dito anteriormente, esses indicadores de desempenho ajudam a mensurar com precisão a performance dos negócios de uma empresa e assim, evidenciam quais são as áreas que mais necessitam de atenção.

Como a maioria dos negócios, é necessário traçar metas que condizem com o tipo de mudança que o empreendedor gostaria de ver em seu negócio e começar a fazer análises a partir disso.

Existem diversos indicadores e cada um deles possui uma finalidade, mas todos eles geram uma análise de desempenho para saber se as mudanças que estão sendo aplicadas é o suficiente para atingir os objetivos que foram estabelecidos previamente. Por isso, é importante conhecer cada um para saber como aplicar no seu negócio.

Conheça 15 tipos de KPIs para usar no seu negócio

1. Lucro líquido

O lucro líquido é a “menina dos olhos” de qualquer empresa. Podemos chegar a este valor depois de somar todo o faturamento e deduzir os custos e as despesas dele.

2. Margem de lucro líquida

A margem de lucro é aquilo que sua empresa planeja lucrar como retorno do que foi investido nela. Além de fazer o cálculo do lucro líquido, para obter a margem de lucro líquida devemos estipular um valor que bata com o que o mercado esteja interessado em pagar pelo seu produto. Se a produção ou a expectativa de lucros estiver acima do normal, pode ser que você tenha problemas no futuro com o planejamento financeiro.

3. Margem de lucro bruta

A margem de lucro bruta serve para apresentar a rentabilidade de um negócio. Para fazer o cálculo devemos pegar o quanto ele recebeu pela venda de um produto ou serviço e deduzir o valor de produção ou custo pelo serviço. Lembre-se: isso é diferente de lucro, uma vez que os gastos administrativos não entram nessa conta.

4. EBITDA

Do inglês Earning Before Interest Taxes, Depreciation and Amortization, a EBITDA é uma forma de calcular quanto uma empresa gera de recursos apenas com sua operação. Ou seja, antes de subtrair os impostos. Sua fórmula seria: Lucro Operacional Líquido + Depreciação + Amortização. Este é um dos indicadores mais importantes para empresas que buscam investidores. Além disso, serve como referência para comparar resultados com outras empresas do mercado.

5. ROI

Do inglês Retorn On Investment, a sigla ROI significa o retorno do investimento. Ou seja, o resultado adquirido com um investimento gasto.

6. Net Promoter Score (NPS)

Criada pelo pesquisador Fred Reichheld, a Net Promoter Score é uma métrica que serve para mensurar através de uma única pergunta quais são os clientes promotores de uma marca.

7. Customer Lifetime Value (CLV)

Tida como uma métrica que busca entender qual o lucro que uma empresa poderá ter. O CLV busca encontrar qual seria o valor total obtido com um determinado cliente dentro de um determinado período e por quanto tempo ele ainda poderá ser cliente.

8. Market Share

De forma simples, o market share significa a participação de uma empresa no mercado em que ela se encontra. Pode ser medido por quantidade de clientes, faturamento, etc.

9. Custo por lead (CPL)

Bastante usado no ambiente digital, o CPL é a soma dos gastos com marketing divido pelo número de leads (contatos de pessoas interessadas na empresa ou algum conteúdo criado por ela) gerados por ele.

10. Ticket médio

O ticket médio representa o valor gasto em média por um cliente em seu negócio. Ou seja, para se chegar a esse valor deve-se encontrar a receita bruta da empresa e dividi-la pela quantidade de clientes em um determinado período.

11. Receita por funcionário

O cálculo de receita por funcionário pode servir para mostrar o desempenho de uma equipe. Basta dividir o valor da receita pelo número de funcionários durante um período específico.

12. Índice de satisfação dos funcionários

É sempre importante para saber qual o grau de satisfação dos colaboradores da empresa. Esse indicador deve identificar os principais GAPs da gestão de pessoas e orientar as ações de clima organizacional.

13. Taxa de retenção de funcionários

Capaz de mostrar o índice de satisfação dos funcionários, a taxa de retenção apresenta também o tempo médio em que os colaboradores de uma empresa ficam nela. Essa taxa pode abordar tanto o tempo total de vida da marca como também de um período específico, afim de encontrar possíveis problemas.

14. Liquidez

É a capacidade de transformar um ativo em dinheiro. Quanto mais rápido for essa conversão, mais líquido um ativo é. Esse indicador avalia a capacidade que uma empresa tem de pagar seus funcionários e fornecedores.

15. Índice de inadimplência

Controlar as contas a receber é importante para que a empresa consiga balancear suas contas a pagar. Este índice avalia o que a empresa tem a receber e quanto desse montante está atrasado ou não sendo pago.

Agora que você já sabe o que é KPIs, achamos relevantes mencionar que eles só farão sentido dentro de um planejamento estratégico adequado. Por isso, nossa dica é que você leia nosso artigo e entenda como desenvolver o seu.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

utilizamos cookies e respeitamos suas privacidade.