Descubra qual o regime de tributação mais adequado para a sua empresa

 em Planejamento e Finanças

Ao abrir a sua empresa, uma das maiores dúvidas é com certeza referente ao regime de tributação que deverá ser praticado. Isso por que, para ficar de acordo com a legalidade, é fundamental saber sobre o regime de tributação mais adequado para fazer a arrecadação correta de impostos e não sofrer sanções por parte do estado.

O Brasil dispõe de três regimes de tributação principais; o simples nacional, o lucro real e o lucro presumido. Cada um deles possui características adequadas a tipos de negócio diferentes. O critério para estabelecer o regime de tributação adequado é o porte da empresa e o seu faturamento. Essa é a forma mais comum de se identificar em qual categoria a sua empresa se encaixa.

Se você não sabe nada dos regimes tributários brasileiros vale a pena saber mais sobre cada um deles antes de saber qual é o mais adequado para a sua empresa.

Veja mais sobre eles e o mais adequado para a sua empresa:

Simples Nacional: o regime de tributação mais indicado para micro, pequenos e médios empresários

O regime de tributação conhecido como Simples Nacional é uma modalidade tributária que como o nome já diz, é bastante simplificada. Nela o cálculo de impostos como o PIS, CONFINS, ICMS e ISS são calculados de maneira mais simples. Isso significa que os empresários que se enquadram neste regime tributário fazem uma arrecadação única de todos esses impostos.

O Simples Nacional é o mais indicado para micro, pequenos e médios empresários. Para se enquadrar no Simples Nacional, é preciso ter um faturamento até R$14.400.000,00 (quatorze milhões e quatrocentos mil) de reais. Porém, as alíquotas do imposto variam de acordo com a atividade executada pela sua empresa.

Lucro presumido: regime para médios a grande empresários

Outro regime de tributação muito comum no país, o lucro presumido é indicado de médios a grandes empresários cujo faturamento anual esteja até R$48.000.000,00 (quarenta e oito milhões) de reais. No lucro presumido, os cálculos dos tributos baseiam-se em um valor estimado de acordo com o ano anterior de atividade, estimados para o ano seguinte.

A arrecadação nesta modalidade tributária ocorre de trimestralmente ou de acordo com o solicitado pelo calendário tributário do país. As alíquotas, neste caso, também variam de acordo com a atividade exercida.

Lucro Real: regime adequado para grandes empresas

O regime de tributação mais adequado para grandes empresas é o chamado Lucro Real. As empresas que se enquadram nele são aquelas que possuem faturamento acima dos R$48.000.000,00 (quarenta e oito milhões) de reais. Além disso, entidades financeiras como bancos e empresas de seguro também são enquadradas nessa categoria. No Lucro Real, a arrecadação ocorre trimestralmente e o cálculo do imposto é feito baseado no período anterior, ou seja, no trimestre anterior exatamente com o que foi arrecadado, ou seja, sem estimativas.

Para saber em qual regime de tributação a sua empresa se enquadra, o melhor mesmo é contratar uma assessoria contábil especializada para te auxiliar nos cálculos tributários e principalmente para te orientar sobre as decisões que precisam ser tomadas nos seus negócios.

Continue aproveitando as nossas dicas especiais para te ajudar você, empreendedor. E conte conosco para solucionar as suas dúvidas e quaisquer outras questões que envolvem a sua atividade empresarial.

 

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Foto de uma mao masculina segurando uma caneta e alguns gráficos por baixoImagem com alguns gráficos em pizza e colunas, uma calculadora, moedas e duas folhas por baixo