10 empresas de economia compartilhada que são exemplos no Brasil

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Conheça uma lista de empresas de economia compartilhada que estão revolucionando o mercado brasileiro com suas propostas sustentáveis.

Diversas empresas tradicionais foram abaladas nos últimos anos por conta de um novo modelo que está surgindo. A Economia Compartilhada chegou para ficar, e o mundo dos negócios está se adaptando para conseguir sobreviver a essas iniciativas.

Ao redor do mundo, organizações que adotaram a Economia Compartilhada já se tornaram muito populares, como a Netflix, Airbnb e Uber. O sucesso não é à toa, elas entenderam que estamos na era do compartilhamento, experiência e tecnologia.

Aqui no Brasil também temos grandes exemplos e referências de empresas de economia compartilhada que estão movimentando o mercado. Confira abaixo algumas das principais para conhecer e talvez até mesmo se inspirar.

O que é Economia Compartilhada?

A economia compartilhada é um movimento que está indo contra a ideia de consumo desenfreado. Como o próprio nome diz, a proposta é compartilhar produtos e serviços, sem focar tanto no lucro em si.

É uma nova maneira de comercializar e consumir, onde o consumidor não adquire a posse dos bens, mas sim o seu acesso. A tendência chegou com o objetivo de economizar, aproveitar a conexão em massa e frear o uso de recursos naturais.

No Brasil, esse modelo de consumo colaborativo já é contemplado por quase 80% da população. Pesquisa realizada pela SPC Brasil e CNDL em todas as capitais do Brasil revelou que, para 79% dos entrevistados, o compartilhamento de bens torna a vida mais fácil e funcional. Além disso, 68% se imaginam participando do consumo colaborativo nos próximos dois anos.

Conheça abaixo 10 empresas que estão revolucionando o mercado brasileiro com o modelo de economia compartilhada:

Empresas brasileiras de economia compartilhada:

1. Abertura Simples

A plataforma Abertura Simples faz a conexão entre contadores de mais de 300 cidades de todo Brasil e empreendedores que desejam iniciar suas empresas.

Para isso, disponibiliza um marketplace de escritórios de contabilidade para que o empreendedor possa encontrar o contador mais próximo.

Basta informar o tipo de empresa que pretende começar, enviar os documentos pela internet ou pelos correios, e o contador cuidará dos procedimentos para que o empreendedor tenha um CNPJ em mãos sem precisar sair de casa.

2. DogHero

Para os amantes de animais, a DogHero é uma verdadeira super heroína! Essa plataforma faz a conexão entre cuidadores e donos de bichinhos que não querem deixar seus pets sozinhos em casa.

Quando a pessoa vai viajar, mas não quer deixar o seu animal só e também não quer largá-lo em um hotel, ela pode deixar na casa de um dos cuidadores.

Todos eles são devidamente qualificados e classificados por meio de um sistema de pontuação.

3. Turbi

Com a proposta de oferecer aluguel de carros, a Turbi trabalha com diversos veículos, com a proposta de “praticidade de um carro sem ter que comprar um”.

Os valores variam de R$ 10 a R$ 35 a hora, dependendo do modelo. A empresa recebeu um investimento de R$ 4 milhões em 2019, sendo metade de um fundo de investimento.

Os empresários da Turbi afirmam ainda pretende estudar a parceria com mais duas montadoras.

4. Yellow

Uma das empresas brasileiras de economia compartilhada que vale conhecer é a Yellow. Fundada em 2018 pelos donos da 99Táxis, a startup disponibilizou mais de 20 mil bicicletas pelas ruas da cidade de São Paulo e agora está expandindo seu mercado para outras 13 capitais do país.

Hoje, a empresa já disponibiliza o aluguel até mesmo de patinetes, scooters e bicicletas elétrica.

A maior vantagem do serviço é que quando o usuário termina sua viagem, não precisa deixar a bicicleta em um estacionamento. Basta apenas travar o cadeado e deixá-la pronta para o próximo usuário.

Todo esse processo, de aluguel a término da viagem, são cadastrados e monitorados pelo aplicativo.

5. Enjoei

Já o Enjoei é um marketplace que faz a ponte entre pessoas que querem desapegar de algum item e pessoas que querem adquirir esse produto.

Existem diversas opções para quem quer vender ou comprar, sem nem precisar sair de casa. Desde roupas, acessórios, eletrodomésticos, móveis, celulares e muito mais.

Os usuários são avaliados uns pelos outros, para assim adquirir mais confiança nos serviços e transações.

Foto de bicicletas na russia por uma das empresas de economia compartilhada
Foto de bicicletas de uma empresa de economia compartilhada

Continue lendo as empresas de economia compartilhada do Brasil

6. MoObie

A mobilidade urbana está sendo revolucionada com a MoObie. A empresa promove o compartilhamento de carros entre proprietários e locadores para cidades mais sustentáveis.

A plataforma disponibiliza veículos pelo aplicativo próprio por valores mais baixos que as locadoras convencionais e de forma desburocratizada.

Para quem aluga, basta fazer o cadastro, escolher o carro e acompanhar o pedido em tempo real. Para quem disponibiliza o veículo para aluguel, a MoObie oferece topo o suporte de anúncio e financeiro.

7. Tem Açúcar?

Sabe aquele “papo de vó” de bater na porta do vizinho para pedir emprestada uma xícara de açúcar? A nova geração talvez não tenha vivenciado isso, mas é justamente com essa proposta que nasceu o Tem Açucar?.

O aplicativo facilita o empréstimo de objetos entre vizinhos, proporcionando mais economia e uma boa relação entre os moradores próximos. Assim, estimula a gentileza e colaboração entre a comunidade.

A proposta da empresa é estimular o consumo consciente e sustentável de itens que, muitas vezes, precisamos apenas quando a necessidade surge. Com o Tem Açucar, você não precisa mais comprar uma furadeira, você pode pegar emprestado com o seu vizinho e também emprestar aquela barraca de acampamento que só usou uma vez.

8. Rentbrella

Já pensou em pegar um guarda-chuva emprestado em um dia chuvoso e devolver em outro ponto assim que chegar no local? Isso já é possível com a Rentbrella, a primeira empresa de compartilhamento de guarda-chuvas da America Latina.

Se você mora em São Paulo, já é possível aproveitar a novidade por apenas 1 real por hora. O usuário libera o guarda-chuva pelo aplicativo e pode pegá-lo em um ponto de retirada. Quando não precisar mais, pode devolver em outro ponto, geralmente localizados em estações de ônibus, metrô e prédios comerciais de São Paulo.

Hoje, a startup tem mais de 50 estações de aluguel, principalmente pela Berrini, Faria Lima ou Paulista. A startup dá ainda a possibilidade de comprar o guarda-chuva por R$ 34.

9. Blimo

Uma verdadeira “Netflix” de roupas, a Blimo funciona como um armário compartilhado, ou como a própria plataforma afirma, uma biblioteca de moda.

Por meio de uma assinatura mensal, você pode usar todas as peças do acervo. Como um closet fora de casa: você escolhe um look, usa e depois troca por outro. Os valores da assinatura variam entre 100 e 190 reais, dependendo da quantidade de looks e peças que você desejar receber.

A empresa presta o serviço em São Paulo e, recentemente, abriu sua primeira franquia na Baixada Santista.

10. Happymoment

A felicidade está a um clique. O Happymoment é um aplicativo de compartilhamento de experiências, momentos e lugares. Ele une pessoas que buscam conhecer lugares novos e a impressão dos usuários que já visitaram esses locais.

Seja um restaurante, um bar, uma cidade ou qualquer outro lugar por aí, o aplicativo serve como um “guia local de lugares felizes“, como define Ana Julia Ghirello, uma das fundadoras.

Os sócios afirmam que, por enquanto, o foco do Happymoment é aumentar sua base de usuários. No futuro, a proposta é criar conteúdos editoriais sobe as cidades e definir estratégias de monetização.


O futuro, ou talvez o presente, do mundo dos negócios está na Economia Compartilhada. Você já conhecia essas empresas? Lembra de alguma que vale a pena entrar nessa lista? Comente abaixo e participe desse novo mundo empreendedor.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário