Entenda o ciclo PDCA para melhorar a gestão de qualidade da sua empresa!

Conheça o ciclo PDCA e também como aplicá-lo nos seus produtos, projetos e processos para a melhora na gestão

Os clientes estão cada vez mais exigentes, isso é um fato. E com o atual universo corporativo, onde a competitividade e excelência fazem toda a diferença, as empresas buscam aperfeiçoar seus processos tanto para aumentar a satisfação de seus clientes, quanto para reduzir custos.

Quanto se trata de aprimorar a gestão, não deve-se medir esforços para criar um bom planejamento estratégico. Para que ele seja executado com eficácia e de forma constante, o ciclo PDCA pode ser uma metodologia muito útil para os gestores. Você já ouviu falar nesse método? Sabe como ele funciona? Continue lendo:

O que é o ciclo PDCA?

Na década de 20, o físico norte-americano Walter Andrew Shewart, conhecido por ser pioneiro no controle estatístico de qualidade, criou o ciclo PDCA. Mas foi na década de 50 que, outro americano, o professor William Edwards Deming, popularizou o método pelo mundo todo.

O ciclo PDCA é assim chamado devido ao nome em inglês de cada uma das etapas que o compõem:

  • P (plan) = Planejar
  • D (do) = Fazer
  • C (check) = Checar
  • A (act ou adjust) = Agir/Corrigir

Mas afinal, o que é o PDCA? Trata-se de uma ferramenta de qualidade largamente utilizada por corporações que desejam melhorar seu nível de gestão. Seu objetivo é melhorar processos, produtos e projetos de forma contínua.

Para alcançar a excelência, o ciclo PDCA implementa o controle eficiente de processos e atividades externas e internas, além de padronização de informações e minimização de chances de erros na tomada de decisões importantes. Importante ressaltar que, por se tratar exatamente de um ciclo, o PDCA deve-se tornar uma constante na realidade da empresa.

Etapas do ciclo PDCA

Planejar

Para que o ciclo funcione corretamente, é necessário um planejamento bem elaborado, pois só assim é possível evitar futuras falhas e ganhar mais tempo. Com base nas diretrizes e políticas da sua empresa (missão, visão e valores), desenvolva uma estratégia que consiga resolver os problemas levantados. Em seguida, estabeleça metas e obetivos, definindo o melhor caminho para atingí-los.

Fazer

Esse é o momento de colocar seu planejamento em prática e acompanhar seu processo. Siga o plano de ação a risca, tomando cuidado para que não haja nenhum tipo de desvio ou improviso pelo meio do caminho, para não comprometer o ciclo PDCA. Essa etapa pode ser divida em três fases: treinamento dos envolvidos no projeto, realização propriamente dita e documentação dos dados, dúvidas e possíveis problemas que aparecerem.

Checar

Nessa etapa, você pegará todas as informações coletadas anteriormente e analisar os resultados alcançados, fazendo também comparações entre o que foi planejado e o que foi realizado. A checagem pode ser feita em dois momentos: ao mesmo tempo em que o plano é elaborado, quando se verifica se o trabalho está sendo feito de forma devida, e também após a execução, quando são feitas as análises estatísticas dos dados e verificação de todos os itens.

Agir ou Corrigir

Na última fase, são tomadas as devidas ações para corrigir os possíveis erros encontrados no passo anterior. Assim, poderá continuar aperfeiçoando o projeto e manter o ciclo. Essa etapa é, simultaneamente, fim e começo, pois depois da apuração dos erros anteriores, todo o ciclo PDCA é refeito com base nos novos parâmetros e diretrizes.


E aí, entendeu o PDCA e como aplicá-lo no seu negócio? Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta