Entenda como o Design Thinking pode auxiliá-lo na gestão de pessoas da sua empresa

Entenda como o Design Thinking na gestão de pessoas pode auxiliar o departamento de RH da sua empresa

Muito se fala sobre a importância que o setor de Recursos Humanos têm de pensar e agir de forma estratégica. Afinal, com o advento das tecnologias e os sistemas programados para facilitar o dia a dia dos profissionais do segmento, muitas atividades que antes eram operacionais, passaram a ser automatizadas, proporcionando mais tempo para ações focadas nos colaboradores.
Porém, em um mercado já saturado de métodos ultrapassados e de negócios inovadores que no final, não são mais tão inovadores assim, pensar em estratégias baseadas em Design Thinking é um diferencial dentro de qualquer empresa. Será que você sabe o que é Design Thinking? Nesse artigo, explicaremos para você o que é esse método. Mostraremos ainda como ele pode ser bastante eficaz no setor de RH das empresas. Continue lendo:

O que é o Design Thinking?

Segundo o site “meu sucesso”, Design Thinking é uma forma de abordagem tomada do campo do design e adaptada às empresas e corporações. Na tradução, o termo significa literalmente “pensamento do design” ou até mesmo pensar como um designer. Se trata de um conjunto de métodos e processos utilizados para identificar e abordar problemas, gerando assim um pensamento criativo para solucioná-lo.
Charles Burnette, uma das maiores autoridades no assunto, define Design Thinking como “um processo de pensamento crítico e criativo que permite organizar informações e ideias, tomar decisões, aprimorar situações e adquirir conhecimento”. Como processo, ele possui quatro fases, que são elas:

  • Imersão – Fase de conhecimento e aproximação do contexto do problema, para estudar todos os pontos de vista tanto da empresa quanto do usuário final;
  • Análise – Momento de analisar e sintetizar todas as informações obtidas;
  • Ideiação – Apresentação de ideias e inovadoras e criativas, propondo soluções para o problema;
  • Prototipação – Validação das ideias e aplicação no dia a dia da empresa.

Mas se engana quem pensa que o Design Thinking é algo exclusivo dos profissionais criativos. A metodologia pode ser utilizada em diversas áreas, inclusive pela equipe de recursos humanos para realizar uma gestão de pessoas de forma mais produtiva, objetiva, inovadora e simples.

Design Thinking na gestão de pessoas

Como o próprio conceito explica, o Design Thinking propõe um pensamento fora do senso comum. Ou seja, vislumbrar situações corriqueiras com um olhar novo e mais amplo. Quando essa abordagem é utilizada na gestão de pessoas, a experiência do funcionário se torna o foco central.
Utilizar o Design Thinking no RH tem a intenção de inovar os processos, estrutura, serviços e produtos justamente através dos feedbacks gerados por clientes e colaboradores.
Por meio de ações coordenadas, que também podem ser potencializadas por meio de ferramentas tecnológicas, é possível automatizar tarefas, agilizar processos e as pessoas que os comandam.

Como utilizar na minha empresa

Para aplicar essa metodologia na sua empresa você deve investir em ferramentas e sistemas que encorajem os funcionários a usarem a criatividade, a colaboração e o trabalho em equipe, gerando soluções e resultados que atendam as expectativas e, ao mesmo tempo, sejam viáveis financeira e tecnicamente.
Estimulando os colaboradores a buscarem novos caminhos e perspectivas para resolver problemas, a gestão de pessoas contribuirá para uma renovação constante dos processos da empresa, o que resultará em entregas cada vez melhores e inovadoras.


E aí, já conhecia o Design Thinking na gestão de pessoas? Pretende implementá-lo na sua empresa? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta