Portugal busca por empreendedores e oferece novo visto de residência

Empreender em Portugal se tornou mais fácil; país oferece visto para aqueles que desejam investir no país

Aqueles que desejam empreender fora do Brasil, agora não precisam nem mesmo aprender uma nova língua. Portugal entrou na lista de países que oferecem vistos especiais de residências para aqueles que querem empreender no país. Os vistos dos Estados Unidos e da Nova Zelândia já seguem esse caminho.

Empreender em Portugal

O país anunciou o programa Startup Visa, que tem como objetivo atrair capacidade de inovação, investimento e talento. Logo, o foco está em quem possui ou quer criar negócios de tecnologia inovadora e que tenham potencial de escabilidade, ou seja, startups.
Em comunicado sobre o visto, o Ministério da Economia de Portugal afirma que o programa Startup Visa é “um dos mais inovadores a nível europeu para atração e captação de talento internacional”.
As inscrições para abrem no dia 1º de janeiro de 2018, em uma plataforma ainda indefinida. Os requisitos são: ter projetos centrados em conhecimento e tecnologia, com perspectiva de desenvolvimento de produtos inovadores; ter potencial para criação de emprego qualificado; e ter potencial para atingir, três anos após o período de estabelecimento, um valor de 325 mil euros ou um volume de negócios acima de 500 mil euros por ano.
A avaliação de cada startup é feita com critérios como potencial de criação de emprego e capacidade da equipe de gestão. Será levado em conta também a escalabilidade do negócio, inovação, potencial de mercado e relevância do requerente na equipe.

Startup Portugal

Os empreendedores selecionados poderão se beneficiar também dos apoios e incentivos da rede Startup Portugal, incluindo possíveis incubações. As incubadoras receberão os projetos que sejam considerados relevantes após sua inscrição na futura plataforma.
O Ministério da Economia escreveu: “Este programa pretende reforçar o ecossistema de inovação e afirmar Portugal como um país aberto ao empreendedorismo e a todos que com o seu conhecimento e capacidade de inovação podem trazer investimento à economia portuguesa, capaz de reforçar e potenciar os recursos humanos qualificados nacionais”.
O ministro português da Economia, Manuel Caldeira Cabral, discursou sobre o empreendedorismo no país. Ele declarou: “Acreditamos num país aberto ao investimento, aberto aos empreendedores e aberto às empresas. Achamos que a abertura é a chave para o crescimento e para uma sociedade cosmopolita”.
O país está investindo pesado para fomentar seu ambiente empreendedor há alguns anos. Lisboa se tornou um hub para aceleradoras, incubadoras e startups criativas e tecnológicas, De acordo com o VentureBeat, o ecossistema de scaleup português já tem uma taxa de crescimento duas vezes maior do que a média europeia.


Gostou dessa notícia? Alguma vez você já pensou em empreender em Portugal? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.
Fonte: Exame

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta