Entenda a Taxa Selic e como ela interfere na economia brasileira

Confira tudo que você precisa saber sobre a Selic e como ela interfere na economia brasileira

No último mês foi anunciado que, pela primeira vez na história, ou seja, desde 1986 (quando começou a ser medida pelo Banco Central), a taxa básica de juros, a Selic, foi reduzida abaixo de 7%. Essa é 11ª queda consecutiva dos juros.

A taxa Selic reduziu em 0,25% ponto percentual, passando de 7% para 6,75%. Mas você sabe o que essa taxa significa na economia brasileira? A seguir explicaremos o que é a Selic e como ela interfere em algumas operações. Continue lendo:

O que é a Selic?

Abreviação para Sistema Especial de Liquidação e Custódia, a Selic é a taxa básica de juros da economia brasileira. Ela é utilizada no mercado interbancário para financiamento de operações diárias, lastreadas em títulos públicos federais.

Ela nada mais é do que um sistema computadorizado pelo governo, a cargo do Banco Central do Brasil, para que haja controle na emissão, compra e venda de títulos. É um dos indicadores mais importantes do mercado financeiro, pois serve de referência para toda a economia.

Como ela é calculada

A Taxa Selic é calculada em cima da taxa média ponderada dos juros praticados pelas instituições financeiras. O órgão que estabelece a Selic é o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que se reúne a cada 45 dias. Ainda assim, a cada mês uma nova taxa é revelada – é possível acompanhar na tabela da Receita Federal.

Inflação

A taxa básica de juros regula os níveis de inflação da economia. Isso porque quanto maior o custo de se emprestar dinheiro, menor o consumo das famílias. Com menos consumo, menor a inflação. Por outro lado, isso tende a afetar diretamente os investimentos e, consequentemente, o crescimento econômico e o emprego.

Da mesma forma, o governo pode diminuir os juros quando percebe que a inflação está em queda e quer estimular o consumo e o crescimento econômico.

Câmbio

A taxa Selic também é utilizada para atrair investimentos estrangeiros e aumentar a oferta de dólares na economia. Dessa forma, a taxa de cambio cai e o governo pode financiar suas obrigações em moeda estrangeira. O dólar mais baixo também ajuda a segurar a inflação.

Os juros mais altos do mundo

A inflação e o câmbio são dois dos motivos por que a taxa de juros brasileira é tão alta. Em 2016, seu valor nominal era de 14% ao ano. A taxa de juros brasileira é superior a de qualquer outro país, em termos reais (ou seja, juros nominais descontados da inflação).

E por que a taxa de juros brasileira é tão alta? Bem, seriam vários os motivos desse problema, como:

  • Gastos excessivos do governo;
  • Falta de abertura comercial;
  • Falta de poupança interna;
  • Incerteza jurisdicional (riscos de que contratos não sejam cumpridos na jurisdição brasileira).

E aí, já sabe tudo que precisa sobre a Selic? Ficou com alguma dúvida ou gostaria de deixar um comentário que poderia ajudar mais empreendedores? Participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta