fbpx

Os maiores erros cometidos pelas empresas no Facebook e como evitá-los

 em Marketing e Inovação

Como estão agindo as empresas no Facebook? Hoje em dia, o Brasil é o segundo país com mais usuários nessa rede social. A maior parte da população passa uma boa parte do seu dia navegando e interagindo, e algumas empresas já começaram a notar isso e mostrar sua marca por meio de Fan Pages, com o objetivo de estreitar a relação com seus consumidores.
Porém, não basta criar uma página e não cuidar dela, certo? Para melhorar a imagem do seu negócio e atrair novos clientes, confira esses oito erros fatais cometidos pelas empresas no Facebook e saiba como evita-los.

8 principais erros das empresas no Facebook:

Não fazer planejamento

O principal problema de muitas empresas no Facebook é a falta de planejamento da página. Como consequência, não alcançam bons resultados e nem envolvimento dos usuários da rede social.
Todo o conteúdo de postagens que será desenvolvido deve ser direcionado para seus clientes e potenciais clientes. Por isso, pesquise e mapeie os hábitos, gostos, desejos, interesses e personalidade do público alvo que deseja atingir. Isso vale, não apenas para o Facebook, mas para toda a estratégia de Marketing Digital que será utilizada pela empresa.

Não preencher as informações

Há um ditado conhecido que diz “é preciso ser visto para ser lembrado”. Mas como as pessoas lembrarão da sua empresa se não encontrarem facilmente informações básicas como site, telefone, endereço?
Separe um tempo para preencher cuidadosamente todos os espaços de informação da sua página, principalmente de contato. Dessa forma, quando as pessoas que tem interesse na sua marca quiserem encontrá-la, terão mais facilidade. Além disso, personalize o nome de usuário a fim de facilitar a busca dos usuários.

Gif animado de um computador com informações do facebook

Fonte: GIPHY

Não atualizar a página

Uma página não atualizada passa a impressão de abandono, o que é extremamente negativo para a marca. A presença na rede deve se manter ativa, e constante. Por isso, desenvolva conteúdo relevante e atualize a página sempre que possível.
Fazer atualizações desordenadas também pode fazer com que seus fãs fujam com medo de uma “overdose” de postagens. Analise a medida certa de posts que devem ser feitos sem incomodar seus seguidores, percebendo também os dias e horários que eles mais utilizam a rede social.

Abrir mão da aparência

Informações são necessárias para o usuário, mas ele também deve ser atraído por uma página bonita e bem receptiva, que reflita a identidade visual da marca. Outro erro muito comum entre as empresas no Facebook é não se preocupar com isso.
Procure manter um padrão visual na página que deixe tudo em harmonia. A imagem de capa deve ser compatível com os regulamentos do próprio Facebook, e combinar com a foto do perfil e a aparência do seu site.

Não investir em anúncios

Talvez esse seja o principal erro das empresas no Facebook, pois muitas acreditam que anunciar é um “gasto desnecessário”. A postagem é gratuita sim, mas para as empresas não vale a pena abrir mão desse investimento.
As publicações “orgânicas”, que são aquelas que não são pagas, alcançam apenas uma pequena porcentagem de fãs, devido ao algoritmo do Facebook que controla a entrega de conteúdo para cada pessoa. Ele filtra os assuntos de acordo com os gostos e interações do usuário na rede.
A principal vantagem do Facebook, diferente de outras mídias, é que você começar com pouco e ir aumentando os investimentos conforme os resultados. Por exemplo, começar com R$10 ou R$20 por dia, de acordo com sua campanha.

Gif animado com um celular mostrando anuncios do facebook

Fonte: GIPHY

Demorar para responder

Atualmente, as redes sociais já são muito utilizadas como uma plataforma de SAC mais dinâmica, por conta do seu imediatismo. Por isso, é comum que alguns seguidores entrem em contato por meio de comentários e mensagens privadas para tirar dúvidas.
Se você já tem a atenção dos seus clientes, porque não interagir, se engajar e mantê-los interessados? Tudo deve ser respondido o mais rápido possível, pois seus fãs não querem ser usados apenas para divulgar sua marca. Eles querem se relacionar, fazer parte disso.

Desrespeitar seus clientes

Assim como tirar dúvidas, seus clientes podem entrar em contato por meio da sua Fan Page também para fazer reclamações. Se você não manusear essa questão de forma apropriada, ela pode se espalhar rapidamente pela rede social.
É importante lidar com essas queixas com atenção e cuidado. Primeiro, porque isso pode ser uma oportunidade de melhorar o seu serviço/produto. Segundo, porque com uma boa resolução do problema, reconhecendo-o e se desculpando, evitará que esse assunto vá a público ou traga uma imagem negativa para a empresa.

Não criar conteúdo

Se você ficar postando apenas promoções e anuncio do seu produto/serviço, é mais provável que as pessoas deixem de seguir sua página. Elas estão no Facebook para se distraírem, e não querem ser bombardeadas de publicidade, como é feito em outras mídias. Se a empresa não criar um conteúdo relevante, o público não criará um vínculo com a marca.
Invista em Inbound Marketing que, ao contrário do marketing tradicional, baseia-se no relacionamento com o consumidor em vez de propagandas e interrupções. Fotos e vídeos tendem a gerar mais empatia, e consequentemente, mais curtidas e compartilhamentos. O ideal é criar de 3 a 5 posts de conteúdo para cada 1 de promoção/produto.

Gif animado com o "like" do facebook ao contrário

Fonte: GIPHY


O Facebook é uma rede social muito utilizada, tanto para fins de entretenimento e distração, quanto para empresas que desejam se mostrar para o mercado. Invista em profissionais que entendam de marketing digital e produza conteúdo relevante para que os clientes se relacionem com a sua empresa.
Sua empresa já cometeu algum desses erros? Sabe de mais algum que poderia entrar nessa lista? Comente, participe e fique por dentro dos melhores conteúdos sobre Marketing e Inovação.

Postagens Recentes
Mostrando 2 comentários
pingbacks / trackbacks

Deixe uma resposta

Um rapaz com terno segurando um tablet, representando as novas tecnologias para PMEsMulher sentada em uma mesa de casa e falando ao telefone, representando a franquia home based