Estudo mostra que 79% das empresas criadas nesse ano no Brasil são de MEIs

 em Empreendedorismo

Nesse ano, a quantidade de empresas criadas por microempreendedores individuais também é 10,5% superior a janeiro e agosto de 2016

Entre janeiro e agosto de 2017, o número de MEIs (microempreendedores individuais) entre novas empresas no Brasil é recorde. Segundo o Serasa Experian, já são 78,5% das empresas abertas nos primeiros oito meses.
Das 1.545.360 novas empresas criadas no País nos oito primeiros meses, 1.213.229 são MEIs. Os números indicam que os brasileiros estão apostando no empreendedorismo para driblar a falta de vagas nos mercados de trabalho.
Para quem não está familiarizado com o termo, MEI é a sigla para Microempreendedor Individual. É uma das formas mais utilizadas pelos pequenos empreendedores individuais, ou seja, aqueles que empreendem sozinhos (não tem sócios) com limite de receita bruta anual de 60 mil reais.
O empresário individual (também conhecido como firma individual) é aquele que exerce em nome próprio uma atividade empresarial. É a pessoa física titular da empresa.

Empresas criadas por setor

Em maio, o setor de serviços continuou liderando o ranking dos mais procurado por quem decidiu empreender (63,2% do total). Das 209.150 novas empresas surgidas em maio/2017, 132.2341 era de serviços. Em seguida, 59.552 empresas comerciais (28,5% do total) e, no setor industrial, foram abertas 16.846 empresas (8,1% do total) no mês.
Nos últimos sete anos, observa-se um crescimento constante na participação das empresas de serviços no total de empresas que nascem no país, passando de 52,5% (maio de 2010) para 63,2% (maio de 2017).
Por outro lado, a participação do setor comercial de empresas que surgem no país tem recuado (de 35,6%, em maio/2010, para 28,5% no mesmo período de 2017). Já a participação das novas empresas industriais se mantém estável.

Banner do e-book Descomplicando MEI

Empresas criadas por região

O Sudeste segue liderando o ranking de empresas criadas, com 107.134 novos negócios abertos em maio/2017 (51,2% do total). A Região Sul ocupou a segunda posição, com 17,4% (36.401 empresas). O Nordeste ficou em terceiro lugar, com participação de 16,9% e 35.298 novas empresas.
O Centro-Oeste registrou a abertura de 19.338 empresas e foi responsável por 9,2% de participação no total de nascimentos, seguido pela Região Norte, com 10.980 novas empresas ou 5,2% do total de empreendimentos inaugurados.
A região Norte foi a que registrou maior alta no número de nascimentos (24,0%) na comparação entre maio/2017 e maio/2016. A região Centro-Oeste teve crescimento de 22,1% no período, seguido pela região Sul, que apresentou alta de 20,6%. O Sudeste contabilizou a abertura de 19,0% novos empreendimentos em relação a maio de 2016 e o Nordeste 13,2%.

Ranking das variações acumuladas na comparação interanual por Unidades da Federação

Entre os estados, em maio/2017, São Paulo foi responsável por 27,6% dos novos empreendimentos, totalizando 57.644. Em seguida, o estado com maior número de novas empresas é Minas Gerais, com 22.871 nascimentos, 10,9% do total. A terceira posição no ranking nacional de nascimentos em janeiro/2017 ficou com o Rio de Janeiro, com 21.568 novos empreendimentos, 10,3% do total.


E aí, você também possui um MEI? Já estava por dentro dos números de empresas criadas esse ano? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.
Fonte: Serasa Experian

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Foto de cidade iluminada a noite, representando empreender em portugalFoto de uma mulher levantando peso na academia, representando as franquias fitness