fbpx

5 dicas para separar suas finanças pessoais das finanças da empresa

 em Planejamento e Finanças

Hoje em dia, com toda a tecnologia que temos a nossa disposição, já existem diversos softwares, modelos de planilhas e aplicativos que auxiliam na gestão financeira. Porém, um erro que muitos empresários cometem é misturar as finanças pessoais e as empresariais. Quando isso acontece, os efeitos são prejudiciais para ambos os lados.
A dificuldade em fazer essa separação é comum entre micro e pequenos empresários, porém as chances de perder o controle financeiro do negócio são enormes. Por falta de organização, acabam se perdendo no pagamento de funcionários, fornecedores e outras despesas. Essa atitude pode ser o determinante entre o sucesso e o fracasso de um empreendimento.
Você está preparado a livrar esse problema da sua empresa e sua vida pessoal? Neste artigo, separamos algumas dicas que podem ajudar qualquer empreendedor que tenha essa dificuldade. Confira:

Finanças pessoais X Finanças da empresa:

Realize um diagnóstico financeiro

A primeira etapa a se considerar para realizar uma organização financeira é identificar o lucro real mensal da sua empresa, e o quanto você gasta com suas despesas pessoais. Separar as informações em tabela é uma maneira eficiente de fazer isso, separando todas as despesas pessoais dos gastos da empresa.

Contas bancárias diferentes

Apesar de não existir uma legislação que determine isso, é altamente recomendado que se crie uma conta em nome da empresa, separada da conta pessoal. Ainda que alguns empresários consigam administrar suas finanças em apenas uma, segregar a pessoa física da jurídica facilita muito mais na organização financeira.
Essa dica serve como uma ótima solução para controlar os lançamentos de extratos, pagamentos recebidos e gastos realizados. Com isso, você evitará de gastar tempo desnecessário em planilhas para separar as informações. Outra vantagem é para efeitos fiscais. É a melhor opção para comprovar o faturamento e, assim, declarar o Imposto de Renda com facilidade. Existem planos e produtos vantajosos tanto para pessoa jurídica quanto para pessoa, que garantem mais segurança e clareza no fechamento de caixa.
Um erro que muitos empresários cometem é de pagar as contas pessoas com os cheques ou cartões da empresa, ou vice-versa. Mesmo que a quantia não seja tão grande, esse é o primeiro passo para desorganizar as finanças. Números mal interpretados em uma empresa podem acarretar na tomada de decisões financeiras e estratégicas equivocadas.

Defina o pro-labore

O termo pró-labore significa, em latim, “pelo trabalho” e representa à remuneração dada ao administrador por seu trabalho na empresa.
É recomendado que esse valor seja estabelecido para retirada mensal, logo que influencia diretamente na relação entre finanças pessoais e empresariais. O lucro da empresa não pode ser confundido com o lucro do empresário, pois as finalidades são distintas. Deve-se levar em consideração o valor pago para sua mesma função em outras empresas do mesmo porte, e que atuem na mesma área.

Separe as despesas e atividades

É comum que muitos empresários acabem trazendo suas atividades pessoais para o ambiente de trabalho. Pode não ser tão simples no começo, ainda mais para os pequenos e médios empreendedores. Mas você não deve pedir que sua secretária realize o pagamento da escola do seu filho, por exemplo. O tempo gasto por ela para realizar essa atividade entra na conta da empresa, onde não deveria estar.
Se for o caso de usar o carro da empresa, os gastos com combustível devem ser contabilizados nas contas da empresa. Se o carro for pessoal, abate-se o valor do pró-labore.

Peça ajuda

Nem sempre é uma boa ideia centralizar o controle financeiro no papel, caneta, Excel ou mesmo no celular. Se você preferir, contrate um profissional ou escritório de contabilidade para ter uma visão externa da empresa. Esse será um trabalho de mão dupla. Você irá disponibilizar as informações da sua empresa para o contador, e ele te retorna com uma análise financeira do negócio.
Se você está procurando ajuda na organização financeira na hora de abrir um negócio, venha crescer conosco. O Abertura Simples é primeiro Portal de Abertura de Empresas do Brasil que conecta novos empreendedores a experientes contadores para ajudá-los no inicio de seus negócios.


Suas finanças pessoais e empresariais estão bem organizadas? Possui mais alguma dica que poderia entrar nessa lista? Comente e fique atento ao conteúdo do Abertura Simples para saber muito mais sobre planejamento e finanças.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Foto de uma mão montando uma parede com pequenos blocos, representando o planejamento a longo prazoDuas crianças poupando dinheiro, representando educação financeira