Gestão de crise em 5 passos: você está preparado para lidar?

Saiba como lidar com a gestão de crise na sua empresa caso apareça algum problema que possa prejudicá-lo!

Todo empreendedor entende que sua empresa está sujeita a passar por uma crise. Ela pode ser econômica, interna, de relações públicas, entre outras. Nesse tipo de situação, com a evolução dos meios de comunicação e as informações sendo espalhadas cada vez mais rápido, apostar na inércia não é nada eficiente.
A gestão de crise precisa ser o mais transparente e assertiva possível, solucionando o problema do centro, com foco na solução. E por mais que cada empresa tenha um histórico diferente, e tipos de crises que possam passar, existem algumas boas práticas que podem minimizar os danos, além de ajudar a ter uma visão mais clara do ocorrido.
Por isso, confira a seguir 5 passos que você precisa seguir para se preparar para lidar com a gestão de crise. Continue lendo:

Gestão de crise em 5 passos:

1. Identifique a situação

Isso serve para qualquer tipo de crise: tome uma atitude correta o quanto antes. Para isso, identifique com exatidão o que aconteceu. Se pronunciar de maneira errada sem ter todos os fatos em mãos pode ser extremamente danoso para sua empresa.
Conte com um departamento focado em relações públicas e crises para colher o máximo de informações possíveis. Com isso, montem um plano de gerenciamento de crise que possa ser desenvolvido com competência.

2. Comunicação eficiente

Como dissemos, a informação é veiculada com uma facilidade enorme nos tempos de hoje graças as redes sociais e a internet. Logo, todos os públicos se tornaram um pouco mais críticos. Para as empresas, é importante garantir que sua comunicação seja eficiente e transparente, indo direto ao ponto e focando nas soluções que serão implementadas para reverter a crise. Dica: Evite usar meias-palavas e ocultar a verdade. A repercussão negativa pode piorar ainda mais sua situação.

3. Acesse as causas do problema

Assim que a situação for identificada, é necessário encontrar a solução mais eficiente e completa para resolvê-la. Ao mesmo tempo, deve-se manter sua audiência atualizada em relação aos desdobramentos, seguindo sempre com a recomendação anterior: uma postura clara e direta. A gestão de crise deve focar em resolver questões por ordem de tamanho, sem pontas soltas.

4. Monitoramento

Para lidar e até mesmo evitar crises de maneira eficiente, é preciso acompanhar de perto os processos da empresa. Isso serve também para que seja possível responder novas situações com propriedade e de modo direto.
As redes sociais, por exemplo, oferecem alguns mecanismos para ficar de olho no que é dito sobre seu negócio. Existe também o serviço do Google Alerts, que monitora as palavras chave que você escolher (o nome do seu negócio, por exemplo) e notifica quando há menções para que você visualize tudo em tempo real.

5. Antecipe a crise

Muitos gostam de acreditar, mas é praticamente impossível ficar completamente imune de crises. Mas é possível contar com mecanismos adequados para lidar com elas antes mesmo de surgirem.
Desenvolva em seu negócio planos de ação que sirvam como padrão em determinados casos. Inclua também a possibilidade de serem adaptados para outras situações. O importante é aprender com os acontecimentos passados para deixar sua estratégia cada vez mais eficiente.


E aí, você já teve de lidar com a gestão de crise na sua empresa? Está preparado para caso aconteça? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta