Tudo o que você precisa saber sobre a gestão horizontal e vertical!

 em Gestão e Produtividade

Você sabe o que é a gestão horizontal e vertical? Então confira este post e veja quais são as características de cada um.

A estrutura organizacional de uma empresa ela possibilita ao negócio, vários benefícios. Entre eles estão as definições dos papéis dos funcionários, a facilidade de comunicação interna e também estabelece uma cadeia de responsabilidades que devem ser cumpridas. As gestões horizontal e vertical podem ser muito uteis para as empresas, porém, antes de optar por um tipo de gestão, é preciso entender bem as diferenças entre as duas estruturas. Quer saber mais sobre as duas? Então continue lendo:

QUAL A DIFERENÇA ENTRE A GESTÃO HORIZONTAL E VERTICAL? CONFIRA AQUI!

MAS AFINAL, O QUE É GESTÃO HORIZONTAL?

O termo gestão horizontal vem sendo utilizado para descrever práticas que buscam eliminar completamente ou pelo menos reduzir a hierarquia. A forma como isso acontece varia de empresa para empresa e são tão amplas quanto o termo.

Conceituando, é conjunto de práticas organizacionais que contrapõe a estrutura hierárquica da cadeia de comando, podendo acabar com ela, sem propor uma estrutura substitutiva. Seria o equivalente a eliminar os cargos de gerentes e diretores em uma empresa, colocando todos os que fazem parte da organização com a mesma autoridade e poder de decisão e por isso, não é incomum que os profissionais sejam incentivados a se posicionar e expressar sua opinião. Da mesma forma com que acontece com a responsabilidade, também ganham mais autonomia sobre seu trabalho.

No Brasil, empresas como Vagas e Semco são adeptas a esse tipo de gestão. Mundialmente, a empresa Google foi um dos responsáveis por populariza-lo.

MAS AFINAL, O QUE É GESTÃO VERTICAL?

A gestão vertical é aquela que possui um organograma com vários níveis administrativos e hierárquicos. No topo, está o presidente da empresa e depois, cada divisão é composta por uma série de quadros intermédios e supervisores que são responsáveis por vários departamentos. Essa gestão é melhor para designar tarefas aos funcionários e departamentos, pois cada um tem responsabilidades bem definidas.

Esse tipo de gestão é mais utilizado em grandes companhias, já que ela possibilita uma maior organização quando se tem um quadro de funcionários muito grande. Ela possui uma estrutura é mais engessada, onde seus colaboradores são treinados e preparados para cumprirem com as suas atividades baseadas em trabalhos previsíveis, que não mudam tanto do dia para a noite. Eles também contam com regras e procedimento que devem ser respeitados. Muitas pessoas preferem trabalhar com a gestão vertical, pois sentem uma maior segurança em ambientes que são mais conservadores.

QUAIS AS DIFERENÇAS ENTRE GESTÃO HORIZONTAL E VERTICAL?

Comunicação

Quando falamos sobre a comunicação interna, também há uma grande diferença entre gestão horizontal e vertical. A estrutura rígida de uma organização vertical tende a tornar a disseminação de informações entre departamentos e funcionários mais lenta, já que tudo deve seguir os níveis hierárquicos. Já em uma organização horizontal, a comunicação tende a ser mais orgânica, fluindo naturalmente de um setor para o outro.

Tomada de decisões

As estruturas verticais e horizontais têm formas muito diferentes de tomar decisões. Em uma organização vertical, as decisões vêm sempre de cima para baixo, seguindo a hierarquia. Os colaboradores recebem um conjunto de orientações a seguir e devem trabalhar de acordo com o lhes é passado. As organizações horizontais capacitam os seus funcionários para tomar decisões operacionais diárias e os incentivam a consultar a administração sobre questões mais importantes.

Imagem de alguns blocos imitando líder e gestor para remeter ao empreendedor que deseja implementar a gestão horizontal e vertical

Colaboração entre os funcionários

A organização vertical tende a ser estruturada em termos de funcionários e gestão de colaboração. Assim como as decisões devem obedecer ao tipo de organograma da empresa, a colaboração entre o contribuinte e gerentes sobre os processos da empresa, acontecem em um ambiente muito estruturado, que inclui reuniões e monitoramento constante. A organização horizontal, como os funcionários têm o poder de tomar suas próprias decisões, a colaboração tende a acontecer mais organicamente. Os colaboradores têm contato aberto uns com os outros e estão mais disponíveis para criar soluções em conjunto.

QUAIS SÃO AS DESVANTAGENS?

Horizontal

  • Podem misturar o profissional com o pessoal;
  • Pode gerar insegurança e sensação de que os projetos não acontecem;
  • Muitas vezes essa estrutura é mal compreendida;

Vertical

  • Falta de transparência nas decisões;
  • Concentração de poder;
  • Competição entre os colaboradores;

QUAL É A MELHOR?

Não tem como escolher entre a gestão horizontal e vertical, já que é o empreendedor que têm que determinar um tipo de modelo em razão de algo que tem a ver única e exclusivamente com a empresa. Ele deverá, portanto, fazer um estudo e uma análise para saber qual é a melhor que se encaixa no perfil do seu negócio.


E aí, você já conhecia sobre as gestões verticais e horizontais? Já tem alguma experiência e quer compartilhar conosco? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Imagem de uma praia que na areia está escrito a palavra mindfulness