Skip to content

Listamos as melhores ideias de empreendedorismo para 2022

O que você verá neste artigo:

Quer abrir um negócio, mas está sem inspiração? Confira uma lista ideias de empreendedorismo para 2022 

A onda empreendedora parece que chegou para ficar. Afinal, cada vez mais brasileiros querem se arriscar nesta jornada. Para você investir com segurança, decidimos listar as melhores ideias de empreendedorismo para 2022. Confira!

Alimentação saudável

A preocupação com a saúde está levando os brasileiros a optarem por alimentação saudável. Com isso, muitos negócios que atuam neste setor estão desfrutando da tendência. Os dados da Brasil Food Trends 2020, da FIESP, mostram que o mercado de alimentação saudável cresce, em média, 12,3% ao ano.

Infoprodutos

Imagine usar seus conhecimentos para vender produtos online sem que seja necessário um alto investimento? Isso já é uma realidade e, por sinal, muito promissora. Isso porque o mercado digital é o que mais prospera no Brasil. 

Por conta do momento favorável, muitos empreendedores estão embarcando na produção de infoprodutos.Os infoprodutos são produtos criados e distribuídos em formato digital. Ele tem como objetivo facilitar a vida do público que o adquire e isso pode acontecer de diversas maneiras. 

Algumas ideias para ganhar dinheiro com produtos online são: e-book, cursos, webinar, workshop, consultoria etc.

Produtos e serviços para animais

Um dos setores que praticamente não foi atingido pela crise econômica do Brasil é o de produtos e serviços para animais. Segundo o Instituto Pet Brasil, o país movimentou cerca de R$ 40,1 bilhões.

Desta forma, o ramo é promissor para quem quer abrir o próprio negócio. Afinal, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Brasil tem 132 milhões de pets. Diante disso, algumas ideias interessantes para faturar uma boa grana são: pet shop, roupa para animais, hotel para cão e gato e produtos de higiene para animais.

Franquias

Segundo os dados divulgados pela Associação Brasileira de Franchising (ABF) mostram que investir em uma loja de franquias pode ser uma boa opção, o setor de franquias faturou cerca de R$ 163,31 bilhões em 2020.

Você está se questionando qual o melhor segmento de franquias para investir? Bom, saiba que a pesquisa ainda apontou que os maiores faturamentos vieram dos segmentos do setor de casa e construção, do segmento de saúde, beleza e bem-estar e o de comunicação, informática e eletrônicos.

Comércio de vestuário

O mercado de vestuário no Brasil não para de crescer e, segundo a Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), as manufaturas têxteis movimentam 164,7 bilhões anualmente.

Por isso, investir em um comércio de vestuário pode ser uma boa opção para novos empreendedores. Vale ainda ressaltar que estar atento às tendências da moda é um caminho mais seguro para o sucesso. Atualmente, por exemplo, algumas tendências da moda são: roupas plus size, roupas veganas e moda sustentável.

E-commerce

A cada ano, o comércio online vêm ganhando mais força, e com a pandemia, o processo se tornou ainda mais rápido. O crescimento do mercado digital tem sido impressionante, e os eventos dos últimos anos ajudaram a explorar ainda mais esse conceito de comércio online.  

As vendas online vêm sofrendo grandes mudanças e possuem várias tendências de e-commerce. Isso acontece porque o comportamento dos clientes, tecnologias usadas e tendências de marketing exigem essas mudanças constantes. O e-commerce é uma área que precisa estar em constante desenvolvimento. 

Trabalhar online é uma das principais vantagens deste empreendimento. Não há a necessidade de contratar um espaço físico, que demande custos e tempo para a produção.

Com o comércio online, no momento em que site for publicado e ir ao ar, você já pode sair vendendo sem nenhum tipo de problema, diferente do comércio físico que é necessário contratar um espaço e que demanda custo e tempo. Essa facilidade acaba levando muitas pessoas a abrirem este empreendimento.

A facilidade também é responsável por gerar uma forte concorrência nesse setor. Por essa razão, é importante pensar em formas de melhorar sua visibilidade, e saindo na frente em relação à concorrência. Dessa forma, você consegue se promover de maneira mais satisfatória e se destacar neste mercado extremamente concorrido Além disso, os comércios online possuem muitos nichos e possibilidades a serem explorados.

É importante conseguir um bom engajamento e fazer com que você consiga explorar melhor os seus objetivos, dessa maneira, você consegue atrair público para a sua empresa.

Por isso, a importância de apresentar qualidade em suas atividades para que as pessoas se interessem pelos produtos ou serviços que você tem a oferecer.

Empreendedorismo sustentável

Devido à preocupação crescente com o impacto das atividades humanas no ambiente, o empreendedorismo sustentável é uma grande tendência para o próximo ano. O  empreendedorismo verde está relacionado às ações realizadas por uma empresa para a preservação do meio ambiente, este tipo de negócio está diretamente ligado à promoção de novos produtos e serviços economicamente viáveis e ecologicamente eficientes, pressentindo a criação de novos modelos de negócio.

Serviço de marketing digital

O Brasil é o país da América Latina que mais investe em marketing digital. Contudo, a pesquisa “Digital Marketing Readiness”, da McKinsey com apoio da Associação Brasileira de Anunciantes (Aba), demonstra que 80%, de 79 empresas pesquisas, estão em estágio inicial de implementação de marketing digital.

Isso indica que há um mercado para ser trabalhado. Outro ponto favorável é que o setor deve crescer cada vez mais no Brasil, visto que mais da metade da população brasileira já tem acesso à internet.

Existem alguns serviços de marketing digital que se destacam mais que outros, estes são:

  • Experiência por voz: De acordo com uma pesquisa da Juniper Research, as transações do comércio por voz aumentarão US$ 4,6 bilhões até o final de 2021, com a possibilidade de alcançar US$ 19,4 bilhões até 2023. A consultoria ainda prevê que a base instalada global de smart speakers, as caixas de som inteligentes com assistentes virtuais, tenha um crescimento superior a 50% entre 2021 e 2023, o que mostra que essa demanda só tende a aumentar nos próximos anos com a busca por mais praticidade e agilidade. 
  • Relacionamento via bots: As chamadas Pessoas Virtuais, como a Lu, da Magazine Luiza, são uma espécie de continuação do bot, que agora com uma personificação, cria mais empatia do consumidor. Essas personas fazem parte de muitos sites de empresas e estão bastante presentes nas redes sociais de grandes marcas. Há uma perspectiva de aumento anual de 24%, inserindo 1,23 bilhão de dólares nesse setor, segundo a Grand View Research. 
  • User Generated Content (UGC): A tradução literal desse termo significa Conteúdo Gerado pelo Usuário, mas o que isso quer dizer? UGC refere-se a vários tipos de conteúdos que são criados pelo consumidor final. De acordo com o Manifesto do Influencer Marketing, 82% das pessoas seguem recomendações de influencers em vez de celebridades, sendo assim, uma ótima forma de estratégia.

Criação de conteúdo

Ainda, de certa forma, ligado ao tópico acima, a criação de conteúdo é um tipo de ação que tem se tornado fundamental para muitas empresas.

Esse tipo de recurso é extremamente importante para você conseguir utilizar corretamente as ações de marketing, sem perder oportunidades de engajamento.

Para conseguir qualidade e profissionalismo com essa produção de conteúdo, existem várias maneiras de aproveitar a tendência. Você pode contratar uma pessoa exclusivamente para criar esse material.

Dessa forma, aqueles que diversificarem as suas mídias, irão conquistar um espaço muito maior no mercado.

Downgrading

Cada vez mais, a premissa do “menos é mais” vem ganhando destaque. De acordo com Trevisani, uma grande parte da população saturou do excesso de novidades e está optando por versões mais básicas de serviços e produtos. “É a simplicidade como prioridade”, enfatiza.

Ideias de empreendedorismo para 2022: você sabe como conquistar o sucesso?

Não basta apenas ter uma ideia. É necessário colocá-la em prática por meio de um plano de negócio. O empreendedor precisa saber exatamente onde quer chegar e quais são as metas que devem ser colocadas em prática para atingir seu objetivo. Abaixo explicamos melhor como empreender com sucesso.

Faça um plano de negócios

O plano de negócios é um relatório de planejamento que descreve os objetivos de uma empresa e como fazer para alcançá-los. Este documento traça um retrato do mercado, do produto e das atitudes do empreendedor.

O plano de negócios orienta no início de um novo empreendimento e na expansão de empresas já em atividade, apoia a administração do negócio, seja em seus números, seja em estratégias, capta recursos, sejam financeiros, humanos ou parcerias, entre outras coisas.

Crie uma estratégia de marketing

Após definir um plano de negócio, é essencial que o futuro empreendedor desenvolva uma estratégia de marketing. A estratégia de marketing é uma abordagem de planejamento de longo prazo e tem como objetivo fundamental alcançar uma vantagem competitiva sustentável. É por meio dela que ele conseguirá divulgar seus produtos e serviços, agregar valor a sua marca, atrair novos clientes e promover a fidelização.

Abra sua empresa

Em todos os formatos empresariais, a constituição de uma nova empresa exige alguns processos. Para abrir uma empresa você precisará:

Identificar o tipo de atividade

Antes de tudo, é necessário identificar o segmento de atividade que o seu serviço atuará. Existem três designações que a sua empresa pode optar, sendo estas:

  • Indústria: É caracterizado pela transformação de matéria-prima em produtos a serem comercializados posteriormente.
  • Comércio: Já o comércio é o responsável pela venda dos produtos.
  • Serviços: O terceiro ramo de atividade é a prestação de serviços.

Escolher a natureza jurídica

Verifique a natureza jurídica do seu empreendimento, pois isso te ajudará a definir o regime jurídico que o seu serviço se enquadra.

Informar a natureza jurídica no ato de formalização do seu negócio é importantíssimo, já que cada uma delas possui diferentes formas de aplicação das normas. Confira alguns tipos de naturezas jurídicas:

  • Empresário Individual (EI): Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada (LTDA): É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples (SS): Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comércio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima (SA): Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim se dividem em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário-mínimo vigente.

Definir o porte da empresa

É importante definir o porte da empresa. Uma das principais características para definir esta questão é o faturamento bruto da empresa.

  • Microempreendedor Individual (MEI): Modalidade em que o faturamento máximo deve ser de R$81 mil por ano e não permite com que o empresário participe como sócio ou titular de outra empresa;
  • Microempresa (ME): É permitido a empresários individuais e sócios. O teto de faturamento anual é de R$360 mil.
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Modalidade em que a faixa de faturamento anual começa em R$360 mil e vai até R$4,8 milhões.

As empresas que faturam acima de R$ 4,8 milhões são classificadas como médias e grandes.

Reunir a documentação necessária

Na hora de abrir uma empresa, é obrigatório apresentar alguns documentos. Estes documentos possuem prazos a serem cumpridos, pois possuem data de validade. Por isso, ressaltamos que você busque a ajuda de um contador especializado no ramo da sua empresa.

Confira os documentos necessários para abrir uma empresa:

  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;

Entre outros documentos específicos da cidade.

Abrir um CNPJ 

Após o registro na Junta Comercial, você receberá o NIRE, um Número de Identificação do Registro de Empresa. Este número será solicitado na hora de entrar no site da Receita Federal ao abrir o CNPJ.

Depois você fará o download do Programa Básico de Entrada. O próximo passo é preencher e enviar o documento pessoalmente ou pelos Correios para a Receita Federal.

Como abrir uma empresa com sócios?

Além dos documentos citados anteriormente, será necessário apresentar alguns outros caso a empresa seja aberta com sócios:

  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se casado);
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada (Carteira Nacional de Habilitação também é válida);
  • 1 cópia de folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Clique aqui e saiba o que você precisa para obter um CNPJ para sua empresa

A melhor dica que podemos compartilhar é que, antes de formalizar o seu negócio, você busque o suporte de um contador. Esse profissional irá orientá-lo nos melhores modelos e também irá te explicar todos os detalhes da carga tributária e opções para operar sua atividade.

Baixe o e-book “Como Abrir uma Empresa? Manual Completo”

Abrir uma empresa envolve diversas barreiras burocráticas e não é um processo simples. Mas o Abertura Simples te ajuda! Faça o download gratuito do nosso e-book Como Abrir uma Empresa? Manual Completo e tenha acesso ao conteúdo exclusivo com o passo a passo para abrir uma empresa. O material é disponibilizado gratuitamente. Baixe agora mesmo!

Abertura Simples

Para finalizar, lembre-se que você não precisa colocar as ideias de empreendedorismo para 2022 em prática sozinho(a). Afinal, contar com a ajuda de terceiros é uma maneira mais rápida de abrir o seu negócio.

Com o Portal Abertura Simples, por exemplo, você não precisa se preocupar com burocracia para colocar em prática suas ideias de empreendedorismo. Isso porque a equipe do Abertura Simples, é treinada para realizar todo o processo com muita agilidade. Entre em contato e abra sua empresa sem dor de cabeça!

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!