Industria 4.0 com a melhor remuneração? É isso que o Ministro da indústria disse. Confira!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O ministro da indústria, comércio exterior e serviços, Marcos Jorge, disse que o novo contexto da Indústria 4.0 vai abrir espaço para que os profissionais capacitados tenham melhor remuneração.

NOVA ERA: INDÚSTRIA 4.0! CONTINUE LENDO E SAIBA MAIS SOBRE ELA:

A Revolução Industrial transformou a vida das pessoas. Agora, qualquer um tem acesso à grande variedade de produtos, novas formas de geração e distribuição de energia, meios de transporte mais eficientes. Houve também uma migração massiva passa as cidades. Recentemente, a internet englobou o planeta e revolucionou o acesso à informação e a forma de relacionamento entre as pessoas e por isso, vivemos atualmente uma revolução tecnológica que promete transformar novamente a maneira como o mundo funciona, proporcionando crescimento econômico, gerando empregos mais qualificados e propiciando elevação dos padrões de vida.

O ministro especificou situações em que as transformações digitais já afetam nas relações de trabalho, dando como exemplo o cenário do call center espalhados pelo mundo, onde você não tem mais a presença do atendente e por trás, existem diversos profissionais para fazer a programação do software. A Universidade Federal do Amazonas inicia, neste mês, cursos de mestrado e doutorado sobre a Indústria 4.0, em parceria com a Universidade de Lisboa, em busca de atender as necessidades futuras de qualificação profissional.

O que é Industria 4.0?

A Industria 4.0, também chamada de quarta revolução industrial, agrega tecnologias para automação e troca de dados para a integração à organização das empresas. Fazem parte do conceito a computação em nuvem, digitalização, inteligência artificial, manufatura aditiva, realidade aumentada, robótica, entre outros.

O conceito de Industria 4.0 surgiu em 2011 e a iniciativa, fortemente patrocinada e incentivada pelo governo alemão em associação com empresas de tecnologia, universidades e centros de pesquisas do país, propuseram uma importante mudança de paradigma em relação à maneira como as fábricas operam nos dias de hoje. Pensando no futuro, ocorre uma completa descentralização do controle dos processos produtivos e uma proliferação de dispositivos inteligentes interconectados, ao longo de toda uma cadeia de produção e logística.

Tornar a Industria 4.0 uma realidade implicará a adoção gradual de um conjunto de tecnologias emergentes de TI e automação industrial, na formação de um sistema de produção físico-cibernético, com intensa digitalização de informações e comunicação direta entre sistemas, máquinas, produtos e pessoas.

No país, o consenso entre os especialistas é de que a indústria nacional ainda está em grande parte na transição do que seria a Industria 2.0 para a 3.0. Mas, por outro lado, não demoraremos para chegar na Industria 4.0, já que podemos queimar algumas etapas.

Para isso, é preciso criar um cenário no qual as tecnologias de informação e de automação, e não a mão de obra de baixo custo, é que vão geras as vantagens competitivas para as nações com setor de manufatura relevante. A conjuntura brasileira atual, marcada por uma severa crise econômica e política, torna esse desafio ainda mais difícil para o país.

Para tanto, o governo terá que aplicar políticas estratégicas e inteligentes, juntamente com incentivos e fomentos para que isso aconteça. Os empreendedores e gestores da indústria, por sua vez, terão que ter uma visão, arrojo e postura proativa. As instituições acadêmicas e de pesquisa precisarão concentrar seus esforços na formação de profissionais e com desenvolvimento tecnológico. A indústria 4.0 criou enormes oportunidades para empreendedores que atuam na área de tecnologia. É imprescindível que o Brasil acompanhe a todas essas mudanças para que o impacto desses processos não seja devastador.


E aí, você sabia sobre a Indústria 4.0? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Fonte: Pequenas Empresas e Grandes Negócios

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário