Guia: tudo o que você precisa saber sobre o m-commerce, a nova tendência do mercado!

 em Empreendedorismo

Você sabe o que é o m-commerce? Essa é a nova tendência do mercado brasileiro que você, empreendedor, precisa aproveitar! Confira:

A cada dia, novas tecnologias surgem para facilitar e mudar a forma como nos relacionamos. Porém, essa evolução tecnológica agora está também transformando a nossa forma de consumir e fazer negócios. Um exemplo disso é o m-commerce, uma novidade que deve conquistar cada dia mais pessoas e ampliar ainda mais o leque de oportunidades para quem souber investir. Para saber mais, continue lendo:

TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER SOBRE O M-COMMERCE E IMPLEMENTÁ-LO NO SEU EMPREENDIMENTO!

O QUE É M-COMMERCE?

O mobile commerce ou m-commerce é a transação comercial de produtos via celular e tablets, geralmente através de aplicativos especializados. Considerado uma evolução do e-commerce, essa nova modalidade de comércio eletrônico é uma oportunidade de conquistar clientes que vivem conectados e que realizam cada dia mais compras pelos dispositivos móveis. O m-commerce também se aproveita da interatividade com as redes sociais para potencializar as vendas.

DADOS DE MERCADO

O uso e acesso aos canais digitais por parte do consumidor cresce a cada dia. O computador agora já é coisa do passado. Pela primeira vez na história, mais brasileiros usam a internet exclusivamente pelo celular. Uma pesquisa realizada pelo TIC Domicílios, do Centro Regional de Estudos para o desenvolvimento da Sociedade da Informação (CETIC.br) apontou que 49% dos usuários de internet navegam pela rede em seus Smartfones. A proporção foi inédita na série histórica do estudo, que em sua edição anterior apurou que 51% das pessoas que acessavam a web no Brasil usavam tanto celular quanto pelo computador – essa proporção caiu para 47% na versão mais recente da pesquisa.

Em 2017, por exemplo, o volume de pedidos via mobile cresceu em grande proporção. O consumidor que experimentou o m-commerce já comprou serviços de turismo, entretenimento, produtos do dia a dia e compras pontuais. Entre os itens mais demandados estão eletrônicos, celulares e produtos de moda e acessórios. Os dois primeiros também lideram a lista dos artigos que as pessoas pretendem comprar mais por meio do celular, seguidos de perfumaria e cosméticos, alimentos e bebidas.

Para mais da metade das pessoas, a praticidade é a principal razão para usar o aplicativo como canal preferido de compras, seguido dos descontos/benefícios oferecidos pelas marcas.

QUAIS SÃO AS SUAS VANTAGENS?

Para entendermos melhor quais os benefícios que essa tendência proporciona, listamos alguns aspectos que comprovam a eficácia do m-commerce:

  • Oferece um acesso rápido à sua empresa: Os consumidores não precisam mais ir até um ponto físico ou esperar ter acesso a um computador para comprar. Em poucos cliques no smartphone, os consumidores podem procurar e adquirir seus produtos enquanto esperam atendimento médico, filas de transporte púbico, entre outros;
  • Atrai novos consumidores: Além de facilitar a manutenção da base de clientes, o m-commerce também ajuda na conquista de potenciais clientes;
  • Cria um novo canal de marketing: Com ele é possível personalizar anda mais a experiência do usuário, considerando o comportamento dele no aplicativo ou no próprio web app. Assim, as recomendações de produtos são direcionadas de acordo com o gosto de cada pessoa, além de ser mais fácil ter um contato direto com ela, oferecendo descontos e lembrando dos produtos esquecidos no carrinho;
  • Oportunidade: Finais de semana e feriados são ótimas oportunidades para as empresas que desejam entrar no comércio online, já que as lojas físicas estarão fechadas e a sua a disposição dos consumidores.

Imagem de um carrinho de compras em cima de um celular para remeter ao m-commerce

COMO ENTRAR NESSE MERCADO?

Por se tratar de um assunto atual, um projeto de m-commerce rotineiramente advém do projeto desktop e, para balizar um estudo de viabilidade, é importante utilizar as informações gratuitas do próprio Google Analytics para dar continuidade na operação.

Confira informações como: visitas resultantes desses dispositivos, sua participação na visita total da loja, quais são esses dispositivos, suas marcas, tamanhos de telas e principalmente, as informações de conversão e receita que servirão futuramente (após o lançamento da loja m-commerce), como comparativo e balizador avaliativo do projeto.

Para isso, você precisa estar atento:

Usabilidade e navegabilidade

Por ser uma versão totalmente exclusiva de seu site, busque sempre focar as funcionalidades e o processo de compra na facilidade e disponibilidade de itens que realmente sejam indispensáveis para venda de seus produtos.

Foco na velocidade

Pensando novamente como mobile, imagine que seu cliente pode estar acessando seu site por meio de uma conexão de dados de baixa velocidade. Portanto, seu projeto deverá considerar como alta prioridade o carregamento das páginas. O grande objetivo é estar acessível, independentemente da tecnologia ou velocidade da conexão da banda do cliente. Faça testes com conexões de dados 3G e 4G.

Custo relacionados

Todos esses fatores exigirão uma maior atenção do time de operações, já que a empresa terá que cuidar de dois sites: desktop e mobile.

Segurança

A questão de segurança que envolve as transações no m-commerce também é algo que precisa da atenção tanto das empresas, quanto dos consumidores. Como o aparelho celular não tem capacidade suficiente para processar as informações e armazená-las, as empresas precisam ter um servidor que realize esse processamento com segurança, tendo que ter obrigatoriamente a chave pública, algoritmos criptografados e autenticação de clientes.

Testes

Com a infinidade de dispositivos que temos no mercado, a etapa de testes em um projeto de m-commerce acaba se tornando bem dolorosa, mas totalmente necessária. Priorize seus testes a partir dos dados coletados e veja quais são as marcas dos dispositivos, as resoluções e principalmente os navegadores mais utilizados.

FIQUE ATENDO NO CONSUMIDOR ONLINE

Conhecer o perfil do consumidor é uma das principais regras para traçar estratégias de vendas para qualquer tamanho de empresa. E o empreendedor pode contar com as inovações tecnológicas para ficar atento em seu cliente, conhecendo suas preferências.

Atualmente, existem diversas formas disponíveis que conduzem a indicadores para analisar o consumidor e o sucesso tanto no e-commerce, quanto no m-commerce. Algumas delas são:

  • Análise do público: % de visitantes do site, qual a fonte de tráfego e/ou cidade dos usuários;
  • Taxa de conversão: o índice de pessoas que compram no site, as que não compraram e o motivo de não terem comprado;
  • Funil de conversão: descobre qual parte do fluxo de vendas está perdendo consumidores;
  • Análises técnicas: se o site é compatível com os sites operacionais;
  • Usabilidade do usuário na internet: quais os conteúdos que os usuários consomem no site.

M-COMMERCE = ENORME POTENCIAL PARA O SEU NEGÓCIO!

Para as empresas interessadas em investir nesse universo, é recomendável pesquisar e se informar sobre tudo o que envolve essa tendência. Uma boa forma de começar é integrando suas lojas físicas e virtuais. No caso de querer manter o formato do site, é aconselhável buscar uma versão mobile da sua própria página e encaminhar os acessos feitos a partir de dispositivos móveis para esse endereço. Caso a empresa esteja disposta a investir um pouco mais na ideia, vale a pena contratar uma empresa para desenvolver um aplicativo exclusivo para a sua loja virtual. Além da criação do layout e do desenvolvimento da tecnologia, esses profissionais podem te ajudar a potencializar a experiência dos seus clientes com serviços e funcionalidades específicas para a sua loja virtual.


E aí, você já conhecia o m-commerce? Está preparado para aproveitar esta tendência de mercado e aplicar na sua empresa? Tem alguma experiência e quer compartilhar conosco? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Imagem de alguns empreendedores para remeter a empresa unicórnio RappiImagem do Google AdWords para remeter a nova versão do Google que utiliza a inteligência artificial para ajudar os empreendedores