fbpx

Meu negócio pode se tornar uma rede de franquias?

 em Empreendedorismo

Se o seu negócio está se desenvolvendo bem, você provavelmente já deve ter pensado em começar uma rede de franquias. Muitos empreendedores acreditam no franchising como um potencial de venda de seu produto. Mas nem sempre a ideia de negócio que você imagina é sinônimo de sucesso.
Antes de iniciar uma franquia é necessário realizar uma análise de franqueabilidade. Quanto ao porte do negócio, vale ressaltar que as micro e médias empresas são excelentes franqueadoras, e atualmente possuem uma grande aceitação no mercado. Na verdade, o tamanho não é o mais importante, e sim o seu potencial de expansão, tanto do ponto de vista financeiro, quanto como modelo de negócio.
Para ajudar todos os empreendedores que estão pensando em iniciar no franchising, mas não sabem por onde começar, desenvolvemos essas dicas de como transformar um negócio em uma rede de franquias na prática. O processo pode ser um pouco mais complicado e demorado, mas com essas dicas e certo esforço, pode ser realizado por qualquer empreendedor comprometido com o sucesso do seu negócio.

Como transformar meu negócio em uma rede de franquias?

Análise do negócio

O primeiro passo para começar uma rede de franquias é realizando uma avaliação da situação atual da sua empresa, que pode ser feita ou não por uma consultoria. Nem todo negócio é franqueável, por isso analise seu diferencial perante a concorrência, o grau de inovação, lucratividade, etc. Do contrário, dificilmente alcançará sucesso como franquia.
É importante também estudar o ciclo de vida de sua marca. Se ela está em momento de introdução, esse ainda não é o melhor momento de apostar em uma franquia, pois as pessoas ainda não conhecem seu produto/serviço tão bem. Se ela estiver em declínio, pior ainda, pois pode acarretar em prejuízos financeiros enormes. Nessa fase, é muito útil pensar em uma reinvenção do seu produto/serviço.

Modelo franqueador

O próximo passo é desenvolver um modelo de negócios para a franquia. É preciso que esse modelo integre o franqueado e o franqueador, para que o padrão da marca seja compatível independente de onde esteja. Por exemplo: qual apoio será fornecido ao franqueado? Quais formas de receita o franqueador terá (publicidade, royalties, taxa de franquia)?
Nessa fase, não existe um modelo pronto para todos os negócios; cada caso possui necessidades diferentes, exigindo uma análise e identificação que melhor atenda suas particularidades.

Uso da marca

Assim que você optar por uma rede de franquias, é de extrema importância que a sua marca seja registrada. Assim ela fica protegida e evita eventuais problemas com o uso indevido, além de complicações de licenciamento. O uso da marca é cedido a terceiros mediante assinatura de um contrato.
Infelizmente, para ter sua marca registrada no INPI demora um pouco, e algumas empresas acabam comercializando suas franquias antes mesmo do registro definitivo. Para registrar sua marca segundo o INPI de forma facilitada você pode contar com os engenheiros do Doutor Legaliza, especialistas em legalização de empresas.

COF (Circular de Oferta de Franquia)

Esse é, provavelmente, um dos passos que requer mais atenção. A COF é um documento que apresenta todas as informações comerciais, financeiras e jurídicas de uma franquia para os potenciais franqueados. Caso uma pessoa tenha interesse real em investir em uma franquia, esse documento deve ser entregue com pelo menos 10 dias de antecedência.
Dentre as informações fornecidas no COF estão o histórico da empresa, o tempo de contrato, taxas, forma societária, direitos sobre a marca, etc. Sua omissão pode gerar consequências graves, como anulação do contrato, perdas e danos.

Treinamento

Para que seu franqueado entenda todo o know-how da sua empresa, é necessário trabalhar em cima de treinamentos e manuais que detalhem todos os processos e conhecimentos. A capacitação do franqueado será essencial para que se mantenha um padrão de funcionamento de toda a rede e claro, do sucesso do negócio.
Para isso, deve-se apostar em treinamentos presenciais ou virtuais, que englobem dinâmicas, simulações, conceitos, exemplos e prática. Mas é preciso se atentar também nos objetivos e benefícios que a rede alcançará com esses treinamentos.

Formalização

Ter um negócio regularizado com alvará, com autorização para comercializar determinado tipo de produto ou serviço, é uma coisa. A partir do momento em que esse produto passa a ser vendido em outro lugar, no caso a franquia, é preciso fazer uma alteração no contrato social ou abrir uma nova empresa.
A segunda opção é a ideal em função de questões tributárias, e é um processo cada vez mais rápido. Para abrir uma nova empresa, você pode contar com os serviços do Abertura Simples.

Gestão

Se você deseja uma rede de franquias bem ajustada, alinhada e relacionada, o segredo é desenvolver um bom controle de gestão. Para garantir que o franqueado atinja os objetivos da empresa, e entregue resultados positivos, é preciso investir em técnicas e ferramentas de gestão.
Existem no mercado diversos softwares que são excelentes para criar um suporte bem estruturado. É possível também desenvolver um call center, ações de marketing, consultorias de campo, etc. Confira aqui algumas dicas para uma boa gestão de franquias, mesmo a distância.

Contrato de Franquia

Segundo a Lei 8955, mais conhecida como Lei de Franquias, os empreendedores que desejam vender franquias devem elaborar um contrato. Só depois que esse documento estiver assinado é que o negócio poderá funcionar corretamente.
Ele serve para regulamentar a relação entre franqueador e franqueado. As regras desse contrato são definidas pelo franqueador, e devem ser cumpridas rigorosamente. Leva-se em conta o padrão de qualidade da empresa, as questões territoriais, e mais. Esse contrato será utilizado com prazo pré-definido. Não existe um padrão, mas maioria dos casos é de 5 anos.


Agora que você já conhece todos esses passos para ter uma rede de franquias, é hora de colocá-las em prática. Abra sua empresa com o Abertura Simples de forma fácil e segura.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Homem com a mão no queixo, representando o perfil do empreendedor de sucessoUm jovem empreendedor de óculos, representando os termos em inglês do empreendedorismo