Skip to content

MP permitirá que microempresa regularize dívidas com desconto de até 70%

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Bolsonaro assinou, nesta quarta-feira (16), uma medida provisória que permitirá que microempresa regularize dívidas com a união

Durante uma cerimônia no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro assinou uma medida provisória, conhecida como MP do Contribuinte Legal, para facilitar o pagamento de dívidas de microempresas e pessoas físicas com a união. De acordo com o governo, a medida poderá ajudar 1,9 milhão de devedores a regularizarem seus débitos que no total superam R$ 1,4 trilhão.

Para facilitar o pagamento dos débitos, o governo oferecerá um desconto de até 70%. O cálculo vai considerar o total da dívida. No entanto, o percentual de desconto será somente sobre os acréscimos, como juros, multas e encargos.

“O limitador total do desconto observa o valor total da dívida, mas, na incidência desse desconto, só pode pegar a base de acréscimos. Ou seja, na prática, pode ser um caso que não vai conseguir chegar a 70% de toda a dívida. Por quê? Porque eu não posso alcançar o principal. Como eu disse, desconto em até 70%. Quando for incidir isso, incide nos juros, multas e encargos”, explicou Cristiano Neuenschwander Lins de Morais, procurador-geral adjunto de Gestão da Dívida Ativa da União.

Sendo assim, o desconto dependerá de como a dívida é composta. Por exemplo, se o débito for formado, em sua maior parte, por juros, ele terá um desconto maior. Agora se não houver tantos encargos, o desconto será menor.

Entenda como funcionará, na prática, a regularização da dívida

De acordo com o portal G1, os técnicos do governo explicaram que a regularização será realizada por meio de editais e portarias que serão lançadas para que a microempresa tenha a oportunidade de fazer o pagamento após aceitar a proposta de negociação. Eles ainda comentaram que haverá alguns requisitos para que a microempresa possa realizar adesão.

Segundo o Ministério da Economia, o pagamento da dívida será realizada por meio de duas possibilidades. A primeira é por meio das transações de cobrança da dívida ativa, que engloba somente o valor efetivamente devido pelo contribuinte. A segunda são as transações de litígio tributário que engloba as dívidas contestadas na Justiça.

Curtiu saber mais que a MP permitirá que a microempresa regularize as dívidas? Que tal contar com a ajuda de um contador para realizar o processo. O portal Abertura Simples é especializado em conectar contadores com empreendedores. Entre em contato com um consultor e receba a indicação de um contador próximo do seu negócio!

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário