Marketing Digital: pagar para se destacar ou fazer de graça?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Entenda as principais diferenças e também qual utilizar na sua empresa: mídia paga ou orgânica?

Quando você pensa em implementar estratégias de marketing digital na sua empresa, o que vêm a sua mente? Redes sociais e um site? Pois bem, saiba que essa área vai muito além disso! Existem diversas ferramentas disponibilizadas pelo marketing digital, para negócios de todos os portes, adequando-se às diferentes necessidades e orçamentos.

Então mesmo um pequeno negócio pode competir com empresas maiores no mundo do marketing digital se o fizer corretamente. Uma coisa é certa: quem investe em marketing digital o faz para melhorar os resultados de vendas e geração de leads.

Duas das maiores ferramentas para fazer com que seu conteúdo seja visto no mundo digital são anúncios pagos e busca orgânica. Ambos têm suas qualidades e seus defeitos, então é indispensável entender como cada um funciona para escolher a opção certa par ao seu negócio. Por isso, gostaríamos de apresentar cada um, com suas vantagens e desvantagens, para que você tire suas conclusões de qual é melhor utilizar na sua empresa. Continue lendo:

O que é mídia paga?

A mídia paga se trata de quando você paga para que os visitantes cheguem até o site da sua empresa. Para isso, são criados anúncios em plataformas específicas, a fim de gerar acesso rápido à sua página. Seu sistema na maioria das vezes é o Pay-Per-Click (PPC), ou seja, você paga apenas quando alguém clica no seu anúncio.

Esse investimento pode ser utilizado para promover seus produtos/serviços, um conteúdo produzido em blog, divulgar seu site, oferecer uma promoção, entre outras opções. Para fazer esse tipo de publicidade são utilizados banners, links patrocinados, impulsionamento de posts no Facebook, entre várias outras formas.

As principais formas de investir em mídia paga são o Google Adwords e o Facebook Ads. No primeiro, as campanhas são configuradas com base em palavras-chave, e os anúncios criados aparecem nos resultados do mecanismo de busca e em sites parceiros do Google. Já no segundo, você pode criar anúncios com texto, fotos e vídeos, e que podem direcionar para o site de sua empresa ou mesmo para a sua fanpage.

Vantagens

  • Eficiência no tempo – Os anúncios podem ser direcionados por um intervalo de tempo específico. Além do mais, o resultado acontece a curto prazo e numa lógica diretamente proporcional ao valor investido;
  • Audiência seletiva – A otimização de palavras-chave fará com que seu anúncio apareça exatamente para o tipo de consumidor que você está tentando alcançar;
  • Taxas de cliques rastreáveis – Por meio dos programas de PPC você consegue acompanhar o progresso dos seus anúncios.

Desvantagens

  • Custo mais elevado – Como o anunciante paga por clique, sempre haverá gastos quando o visitante acessar o site, efetuando ou não uma compra.
  • Tempo limitado – Os anúncios só aparecem enquanto seu orçamento permitir. Assim que a campanha acabar, seu site não irá aparecer mais nesse tipo de mídia paga.
  • Concorrência alta – Exatamente por conta dos seus resultados rápidos, o nível de concorrência é muito grande e isto pode ser uma desvantagem quando for iniciar uma campanha.

O que é mídia orgânica?

Já a mídia orgânica é o total oposto da paga, justamente por ser conhecida por não possuir nenhum custo direto relacionado à conquista de visitas para o site. Geralmente, ela é conhecida por meio do Inbound Marketing, uma estratégia que busca atrair e conquistar clientes e potenciais clientes por meio da criação de conteúdo. Dessa forma, o espaço e a mídia são conquistados, e não comprados.

Quem utiliza dessa opção da forma correta consegue ranquear melhor seus domínios nos mecanismos de busca, como o Google. Por exemplo, vamos supor que você fez uma busca de serviço e clicou no primeiro resultado que apareceu. Nesse caso, o tráfego que o levou até o site foi orgânico, ou seja, gratuito para o dono do site.

Mas para que a empresa realmente obtenha resultados positivos com tráfego orgânico, é necessário investir em estratégias de SEO e Marketing de Conteúdo.

Vantagens

  • Mais confiança e credibilidade – Como o espaço ou a visibilidade são conquistados, pressupõem-se que o conteúdo têm qualidade. Isso gera confiabilidade para a empresa que o criou;
  • Autoridade – Consumidores enxergam a marca como referência no assunto, é criada uma autoridade e, assim, cresce o sentimento de segurança por parte dos clientes potenciais;
  • Aumentar a taxa de cliques – Buscas orgânicas oferecem uma média de cliques muito maiores que os PPC;
  • Mais interação – buscas orgânicas estão mais suscetíveis a encorajar o engajamento dos consumidores, e mais engajamento significa mais leads qualificados.

Desvantagens

  • Mais foco na criação de conteúdo – o conteúdo é o fator principal que impacta as buscas orgânicas. Sem um conteúdo de qualidade uma boa posição nas buscas orgânicas é quase impossível;
  • Otimização do seu site – Otimizar a sua página por buscas orgânicas não é tarefa fácil. Na maioria das vezes exige uma pessoa especializada que domine a prática;
  • Tarefa demorada – Os resultados da mídia orgânica leva semanas, e até meses para dar lucro.

Qual utilizar: mídia paga ou orgânica?

Com isso, você deve estar se perguntando “tudo bem, ambos tem prós e contras, mas qual deles é o ideal para meu negócio? Mídia paga ou orgânica”. Bem, a resposta é muito particular e depende também da estratégia da sua empresa.

As duas iniciativas são complementares, e o melhor caminho é investir em ambas. O que pode mudar de uma empresa para outra é o dinheiro disponível para investimento e esforço demandado para cada.

Assim, você conseguirá um tráfego pago a curto prazo, e desenvolver resultados a médio e longo prazo com as iniciativas focadas no tráfego orgânico. Combinando as duas estratégias, o retorno poderá ser mais duradouro e o trabalho mais eficiente.

banner do ebook guia de leads


E aí, já sabe se utilizará a mídia paga ou orgânica na sua empresa? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário