Confira essas dicas e sabia como negociar o contrato de aluguel do seu negócio!

 em Planejamento e Finanças

Quer saber como negociar um bom contrato de aluguel com o seu locatário? Continue lendo!

A Pesquisa do Mercado Imobiliário, realizada pelo Departamento de Economia e Estatística do Secovi-SP (Sindicato da Habitação), apurou em junho deste ano a comercialização de 2.288 unidades residenciais novas. O resultado representa aumento de 6,0% em relação às 2.158 unidades comercializadas no mês anterior.

Mesmo com esses números, o mercado imobiliário para locação em São Paulo a passos lentos e a demanda em um menor ritmo, o inquilino ganha força para negociar com o proprietário, novas condições no contrato de aluguel.

Primeiramente, se o empreendedor for alugar um novo imóvel, é necessário que o empresário faça muita pesquisa antes de tomar a decisão de qual ele escolherá.  Se ele optar por renovar o contrato, é fundamental ler o contrato de aluguel, onde precisam estar especificados todos os detalhes como data de vencimento, valor do aluguel, taxas, reajustes, entre outros. Essa é uma tarefa que exige máxima atenção, afinal, são muitos detalhes que, por muitas vezes, passam despercebidos na hora de alugar o imóvel.

Se você vai renovar o contrato de aluguel ou planeja locar um imóvel em breve, confira algumas dicas para você conseguir um bom acordo:

CONFIRA ESSAS DICAS DE COMO NEGOCIAR UM CONTRATO DE ALUGUEL!

RENOVAÇÃO DO CONTRATO DE ALUGUEL

  • Entre em contato com o proprietário do imóvel e agende um encontro para negociar o reajuste previsto em contrato;
  • Pesquise no prédio ou na região o preço de outros imóveis para saber se o valor pedido corresponde ao que está sendo praticado no mercado;
  • Ofereça boas referências pessoais ao dono do imóvel, ou seja, comprovante de pagamento do aluguel em dia. Essa é uma das dicas mais valiosas, pois o proprietário não vai querer que um bom pagador deixe o imóvel;
  • Mostre que o local está bem cuidado. Leve fotos que comprovem a boa manutenção, pintura, vidros e assoalho, que também podem ajudar na hora da negociação. Considere também apresentar a sua boa relação com a vizinhança.
  • Entenda o momento econômico. Analisando toda a situação da economia, você consegue ter uma visão mais clara sobre a realidade do mercado e apresenta ao proprietário dados reais para a redução ou mantimento do valor;
  • É possível que o índice de reajuste aplicado ao contrato seja o IGP-M. Isso não significa que, na hora do reajuste, o empreendedor não consiga negociar descontos ou compensações. Às vezes, o IGP-M do mês apresenta queda, mas é comum a inclusão de uma cláusula contratual definido que, em caso de variação negativa, o valor da locação será mantido.

Mas, afinal, o que é IGP-M?

O IGP-M é um indicador muito importante para a nossa economia e para diversos setores, como o de imóveis. A sigla quer dizer índice Geral de Preços do Mercado, e é calculadora mensalmente pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Ao final de cada ciclo de 30 dias, eles divulgam o resultado e o mercado se baseia nela para a tomada de diversas decisões.

Entre outras coisas, esse é o índice de referência usados para fazer os reajustes de aumento da energia elétrica e dos contratos de aluguel atualmente. O seu cálculo é feito levando em conta uma série de fatores e variáveis, que vão desde matérias primas agrícolas até os produtos que são consumidos pelo comprador final na cidade.

CONTRATOS NOVOS

  • Pesquise quanto vale um aluguel de imóvel no mesmo prédio e região onde o seu negócio está localizado e veja se os valores batem com o que foi proposto;
  • Solicite uma minuta do contrato de aluguel com alguns dias de antecedência, pois todas as cláusulas devem ser analisadas com muita atenção antes de serem assinadas;
  • Analise minuciosamente o valor do aluguel, índice de reajuste, valor do condomínio (se houver), quem fará o pagamento do IPTU (locador ou locatário), estrutura do local e também, o final do contrato;
  • Preste atenção ao valor das multas. Existem multas por atraso de pagamento do aluguel e do condomínio e multa por rescisão contratual que geralmente equivale ao valor de três aluguéis.

A renovação do contrato de aluguel pode ser uma negociação e que exige bastante habilidade para quem está fazendo a operação. Isso porque, muitas vezes, o inquilino e o proprietário nunca chegam a um consenso bom para ambos os lados.

Mas, seguindo essas dicas, pode apostar que você conseguirá fazer uma boa negociação com o seu contrato de aluguel e se não conseguir, utilize as dicas na hora de alugar um imóvel novo.


E aí, está preparado para fazer uma boa negociação do contrato de aluguel? Quer compartilhar mais alguma dica? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes
Comentários
  • gustavofalcaor
    Responder

    Olá, parabéns pela matéria.
    Pode sim ser muito útil para quem está procurando informações sobre o contrato de aluguel.

    Recomendo também o link: https://www.99contratos.com.br/contrato-locacao-residencial.php

    Nele pode-se também encontrar diversas informações, como quais são as formas de garantia, como fazer para que o aluguel tenha seu pagamento antecipado, como despejar um inquilino que não pague, entre outras.

    Um grande abraço.

Deixe uma resposta

Imagem que aparecem alguns homens apertando a mão uns dos outros com a frase tipos de investidores