O que é Business Inteligence é porque você precisa começar a medir os dados da sua empresa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Entenda o que é Business Intelligence e sua importância nas empresas

É muito comum, nas empresas, coletar uma quantidade enorme de dados e depois não saber o que fazer com essas informações. Com o tempo, elas vão se perdendo e alguns empreendedores acham que não é necessário relatar o que acontece em seu negócio.

Isso porque, sozinhas, essas informações podem não representar muito. Mas quando analisadas juntas, trazem insights valiosos para o crescimento da empresa.

Por isso, confira a seguir o que é Business Intelligence, sua importância para as empresas e também como você pode implementá-lo em seu negócio!

O que é Business Intelligence?

Podemos descrever o Business Intelligence (BI) como um processo de coleta, organização e análise de dados, com o auxílio de softwares de alta performance.

Diferente do que muitos pensam, o BI não é uma ferramenta, e apesar de depender de softwares para obter o valor que se espera, vai além disso.

De fato, ele abraça a tecnologia para tirar informações e dados em grande escala. O BI é um conjunto de métodos, teorias e processos que abrange diversos setores da empresa, desde o operacional, comercial, financeiro e até o marketing.

Logo, a Inteligência de Negócios é uma forma de agrupar e explorar dados para descobrir melhores estratégias, para uma tomada de decisões mais informada e assertiva.

Processos do BI

Tudo começa na fase de coleta de dados, também conhecida como Data Warehousing. Nessa etapa, tudo que acontece na empresa deve ser analisado para definir os aspectos-chave da empresa. Tais como produtividade, reputação no mercado, aproveitamento de oportunidades, aspectos operacionais, econômicos e tecnológico da empresa, e mais.

Posteriormente, esses dados devem ser integrados e armazenados em um armazém de dados, conhecido como Data Warehouse. Ele concentra todas as informações em um único espaço. Assim, as métricas vindas das mais diversas fontes, como planilhas, sistemas ERP, CRMe até mesmo arquivos de texto, podem ser visualizadas em grupos. Com essa integração, é possível padronizar e unificar dados, facilitando o acesso e análise.

Com isso, os sistemas de BI podem minerar e extrair dados do Date Warehouse no processo chamado de Data Mining. Esse processo consiste no exame detalhado sobre determinada informação por meio dos softwares, que observam cada parte de um todo. Esse processo serve para identificar padrões e mapear os grupos, gerando assim detalhes ainda mais preciosos.

Os responsáveis devem então tomar as suas decisões baseadas nas informações analisadas. Porém, o trabalho não acaba ai, pois é necessário monitorar os resultados em seguida e, caso os resultados não sejam como os esperados, aplicar a estratégia novamente para identificar onde se errou.

Benefícios do BI

Você já deve ter percebido a importância do Business Intelligence na tomada de decisões nas empresas. Porém, essa abordagem traz benefícios que vão muito além disso. Unir a tecnologia à informação é muito estratégico para o desenvolvimento das empresas.

São inúmeras as vantagens de empregar essas ferramentas:

  • Gestão eficiente de informações e organização mais clara
  • Otimização de processos de maneira mais rápida e direta;
  • Reconhecimento de falhas, prevenção e gestão de riscos;
  • Identificação de oportunidades mais efetivas de vendas;
  • Reconhecimento e panorama completo do mercado;
  • Ajuda a entender melhor o funcionamento do negócio.

O BI na gestão empresarial influencia no aumento da receita e também na fidelização de clientes. Portanto, as empresas não devem subestimar o potencial que essas soluções podem fornecer.

Que tipo de profissional pode fazer BI?

Teoricamente, qualquer profissional pode fazer o BI de uma empresa. Seja ele um analista de TI, um programador, um gerente de RH, analista de marketing, entre outros. Não existe um perfil profissional exato apto para lidar com essa estratégia.

No entanto, devido a quantidade de informações e diferentes característica de aplicações dessas informações, muitas vezes é necessário uma equipe de profissionais com diferentes expertises no mercado.

Por isso, vale lembrar mais uma vez que quantidade de informações não valem de nada para o BI se você não contar com profissionais que saibam analisar esses dados corretamente.

Principais ferramentas de Business Inteligence

Existem diversas ferramentas de BI que facilitam a captação e análise desses dados de forma correta. Porém, é necessário encontrar aquela que melhor se adequa ao seu tipo de negócio.

Por isso, apresento abaixo algumas das mais populares para que você localize os dados da sua organização. Confira:

Google Data Studio

O que começou como uma ferramenta para dashboards e relatórios do Google Analytics, hoje o Google Data Studio oferece acesso a informações de Marketing, Vendas e Recrutamento também.

Por meio de conectores para a Criteo, MailChimp, Twitter, LinkedIn, Stripe e qualquer coisa que possa incluir uma planilha ou banco de dados SQL.

Está hospedado na nuvem e ter uma interface da web.

Microsoft Power BI

Com o Microsoft Power BI, os usuários podem analisar e visualizar dados da nuvem ou fontes locais, publicando relatórios na plataforma.

A versão gratuita atende a usuários isolados, enquanto a Pro facilita a análise colaborativa, aproveitando o Microsoft Office 365, o SharePoint e as equipes para controlar acesso a dados brutos e relatórios publicados.

Dundas BI

Muito usado para a criação de scorecards e dashboards, o Dundas BI também gera relatórios padrão e ad-hoc.

Com a versão mais recente é possível extrair dados do Google Analytics, Snowflake e Salesforce Pardot, e muitas outras fontes.

Ele foi adaptado para 19 indústrias, entre elas mineração e construção, serviços bancários, saúde e muito mais.

Board

A Board combina três ferramentas essenciais em uma só, e são elas BI, gerenciamento de desempenho e análise preditiva.

Ela oferece módulos cmopletos para Marketing, Finanças, RH, Vendas, TI e Cadeia de Suprimentos.

O software está disponível em inglês, espanhol, japonês, chinês, alemão, italiano e francês.

Looker

Adotando uma abordagem dupla de Business Intelligence, a Looker permite que os usuários explorem os dados à sua maneira.

Também trabalha com especialistas para auxiliar as dúvidas dos funcionários.

Faz isso permitindo que outros fornecedores de software envolvaam seus recursos de análise em aplicativos “Powered by Looker”.

Domo

Uma plataforma baseada na nuvem que oferece ferramentas de BI, a Domo lida com dados da AWS, Jura, New Relic e GitHub antes de analisar como mais de 500 outras integrações.

Ela é adaptada para vários setores, como assistência médica, educação, serviços financeiros e manufatura.

Além disso, também permite a segmentação de funções, entre profissionais de BI, trabalhadores de TI, vendas e CEOs.


A aplicação do BI nas empresas não se baseia apenas no uso de uma ferramenta ou uma função específica.

Para que ela dê certo, é necessário ser curioso e buscar a fundo todas as informações importantes para encontrar uma solução que, muitas vezes, não está apenas na superfície do problema.

Por isso, além de apenas a consulta, o Business Intelligence se trata de garimpo de todos os envolvidos.

Ficou por dentro de o que é Business Intelligence? Pretende implementá-lo em sua empresa? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário