Skip to content

O que é SAT, como funciona, vantagens e como emitir?

Descubra um pouco mais sobre este equipamento que gera cupom fiscal eletrônico

Pode ser que você ainda não conheça o SAT (Sistema de Administração Tributária). Essa sigla refere-se ao equipamento que gera e autentica o Cupom Fiscal Eletrônico (CF-e) e realiza a transmissão dessa informação à Secretaria da Fazenda (SEFAZ). O SAT é um aparelho capaz de emitir o Cupom Fiscal Eletrônico.

O objetivo é um equipamento que possui um software capaz de fazer a validação do XML antes de enviar ao SEFAZ.

O Sistema foi criado para substituir o Emissor de Cupom Fiscal para que o comerciante tenha mais agilidade, segurança e praticidade na emissão do Cupom Fiscal.

Em São Paulo, por exemplo, os consumidores podem localizar com mais rapidez o documento fiscal no programa da Nota Fiscal Paulista.

Quer saber mais? Acompanhe a leitura.

O que é o sistema SAT?

O Sistema Autenticador e Transmissor de Cupons Fiscais Eletrônicos, conhecido pela sigla SAT, é um equipamento que documenta as operações comerciais do setor varejista. 

O SAT substituiu o antigo Emissor de Cupom Fiscal (ECF) e faz a documentação eletrônica das mercadorias, autenticação com validade jurídica dos CF-e-SAT e transferência automática (via internet) à SEFAZ. 

Esse equipamento é interligado a um Aplicativo Comercial, que recebe os dados de vendas, valida as informações e gera o CF-e SAT, com assinatura digital. As transmissões de informações são periódicas e toda a comunicação com o fisco é feita via internet. 

Entre os benefícios em utilizá-lo estão a redução de custos, a emissão de documentos fiscais eletrônicos com validade jurídica e simplificação das obrigações acessórias.

O que preciso para usar o SAT Fiscal?

Como se trata de um aparelho com software implantado, é necessário ter alguns outros equipamento para o uso dele, como:

  • Computador com porta USB disponível;
  • Equipamento SAT;
  • Frente de caixa (com algum software que trabalhe com o Sistema de Administração Tributária);
  • Impressora;
  • Ser Simples Nacional;
  • Estar no plano Pequeno ou Médio;
  • Possuir certificado digital A1;
  • Internet.

Como funciona o SAT?

Ao passo que uma compra for concluída, o SAT, automaticamente, irá fazer uma conexão com a Secretaria da Fazenda e solicitar a validação dos dados do Cupom Fiscal.

Por fim, o órgão devolve a confirmação da emissão do Cupom Fiscal, permitindo a impressão do mesmo.

Quais estados utilizam o SAT?

Atualmente, os estados de São Paulo e do Ceará utilizam este sistema para a emissão de suas notas fiscais. O estado de Santa Catarina está em processo de aderir a esse equipamento.

A maioria dos estados brasileiros adota como documento fiscal para consumidor final a NFC-e, mas algumas UF adotaram o sistema para suportar essas emissões. 

Como fazer a emissão com o SAT Fiscal?

No Estado de São Paulo é feito assim: após adquirir os equipamentos necessários e ativar no SGRSAT (Sistema de Gestão e Retaguarda do SAT-CF-e) é preciso vincular o CNPJ da sua empresa ao número de série do aparelho.

Feito esse procedimento, já é possível ativar o equipamento e usá-lo normalmente.

Quais as vantagens de usar o SAT?

Dentre as vantagens, podemos citar as seguintes:

  • Agilidade na consulta de documentos fiscais;
  • É possível o cancelamento cupom fiscal mesmo após novas vendas ou impressão de relatórios gerenciais e documentos não fiscais;
  • Elimina a complexidade e a exigência de relatórios;
  • O SAT Fiscal não precisa ficar a mostra do fisco ou do consumidor, ele pode ficar em local um reservado do público;
  • O aparelho permite o cancelamento de qualquer venda em até 30 minutos após a impressão;
  • O Sistema não precisa ter papel certificado. É possível usar de qualquer tipo
  • Reduz a quantidade de erros no envio, autuações e multas aos lojistas;
  • Redução de custos e manutenção de equipamentos;
  • Simplificação de obrigações acessórias junto ao Ministério da Fazenda.

Qual a diferença entre NFC-e SAT?

A Nota Fiscal do Consumidor Eletrônica (NFC-e) é um documento digital que está substituindo o tradicional cupom fiscal, emitido por ECF. Essa nota é destinada a vendas presenciais ou de entrega a domicílio para o consumidor final. 

A NFCe é um documento digital baseado em software com objetivo de registrar as operações de venda comercial para o consumidor final e está presente em vários estados.

Por sua vez, o SAT é um dispositivo físico responsável por gerar e emitir e enviar o Cupom Fiscal Eletrônico e, por enquanto, está apto para São Paulo e Ceará.

Fonte: Jornal Contábil

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

Você também pode gostar desses Conteúdos

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!