Confira aqui um passo a passo para investir no Tesouro Direto

Confira o passo a passo em que explicamos detalhadamente como você pode fazer para investir no Tesouro Direto

Já pensou emprestar dinheiro para o Governo e receber juros por isso? Acredite, isso é possível, é o que acontece quando você aplica no Tesouro Direto. Essa é uma ferramenta criada pelo Tesouro Nacional pra que o cidadão possa comprar Títulos Públicos pela Internet com ou sem o auxílio de um especialista. Não é uma beleza?
No site do Tesouro Nacional você encontra todas as informações sobre os diversos títulos públicos, mas aqui iremos facilitar a sua vida e explicar de um jeito mais simples para que você saiba detalhadamente como investir. Continue lendo:

Como investir no Tesouro Direto:

1º passo:

Entre em contato com uma corretora ou banco autorizado a intermediar a compra e venda de títulos públicos pelo Tesouro Direto. Então, abra uma conta. As instituições habilitadas a negociar os títulos são chamadas de agentes de custódia. A lista de todas elas pode ser consultada no site do Tesouro.

2º passo:

Feito o cadastro nas instituições, você receberá uma senha por e-mail que dá acesso à área restrita do Tesouro Direto. Ao acessá-la, você poderá comprar e vender títulos, além de consultar saldos e extratos. Se a instituição for um agente integrado, você poderá comprar e vender os títulos pelo seu site, e ficará a critério da instituição permitir a compra diretamente pelo site do Tesouro.
Algumas corretoras também podem realizar a compra para você, mas nem todas oferecem essa facilidade. Em dias úteis, os títulos podem ser comprados das 9h às 5h do dia seguinte, e também nos finais de semana das 9h de sexta-feira às 5h de segunda-feira de forma ininterrupta.

3º passo:

É muito importante que você conheça os tipos de títulos antes de investir no Tesouro Direto. As aplicações podem ser de curto, médio ou longo prazo, e pagar ou não cupom de juros semestrais. Elas também podem ser pré-fixadas ou pós-fixadas:

  • pré-fixados: quando a taxa de juros é determinada no momento da compra;
  • pós-fixados: quando o valor do título é corrigido por um indexador, com o IPCA, ou segue a variação da taxa Selic.

4º passo:

Observe quais títulos estão disponíveis para compra naquele momento e escolha aquele que melhor se encaixa com seu objetivo, prazo de investimento e perfil de risco. Neste momento, é crucial entender os riscos dos títulos.
Os títulos pós-fixados, como o Tesouro Selic, não oferecem riscos de prejuízos ao serem vendidos antes do vencimento. Já os títulos de taxa prefixada, como o Tesouro IPCA+ e o Tesouro Prefixado, podem gerar perdas se vendidos antes do prazo.

5º passo:

Depois de escolher um dos títulos, você pode optar pela compra tradicional ou programada (que permite agendar a ordem de compra ou venda), caso a corretora ofereça essa funcionalidade. A quantidade mínima de compra é de 1% do título, mas deve respeitar o valor mínimo de investimento de 30 reais. No caso de um título de 1000 reais, por exemplo, 1% equivaleria a 10 reais. Mas só será possível comprar no mínimo 3% do título, para respeitar o aporte mínimo de 30 reais.

6º passo:

Após a confirmação da compra, o Tesouro Direto informará a data limite em que o valor deve ser depositado na conta da corretora. Você deverá entrar em contato com a instituição financeira para pedir os dados da conta para fazer o depósito. Caso a instituição seja integrada ao sistema do Tesouro Direto, você deve consultá-la para saber o prazo limite de depósito.

7º passo:

Quando um título vencer ou você receber o pagamento de juros, os valores serão depositados na conta da corretora a partir das 13h do dia do pagamento. Já os valores obtidos com a venda antecipada de títulos estarão disponíveis na conta da instituição financeira a partir das 13h do dia seguinte à venda. A data e o horário do depósito desses valores em sua conta na instituição financeira variam conforme a instituição financeira.


E aí, entendeu como investir no Tesouro Direto? Pretende apostar nesses títulos? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta