fbpx

Em 2018, o Brasil ganhou suas primeiras startups unicórnios

 em Empreendedorismo

Conheça as duas primeiras startups unicórnios brasileiras, a 99 e a Nubank, e entenda o mercado de startups

Uma das grandes missões dos empreendedores é encontrar a solução para um problema. Seja ele resultado de uma resolução pessoal ou para a sociedade, nos setores da saúde, educação, mobilidade urbana, segurança e afins. As empresas que conduzem as novas ideias e as ferramentas de solução passam por tecnologia e inovação, em um modelo de negócio de baixo custo e alto potencial de crescimento, são as famosas startups

Estima-se que existam cerca de 6 mil startups em todo Brasil. O número dobra o número registrado seis anos atrás. Na época, o país começava a discutir esse modelo de negócio, e percebia-se o surgimento das primeiras no novo mercado. Em 2012, a Associação Brasileira de Startups (ABStartups) possuía 2.519 startups cadastradas. Já em 2017, o número cresceu para 5.147.

A associação revelou que o número de empresas pode ser ainda maior (cerca de 10 a 15 mil), mas muitas ainda estão paradas na fase das ideias e nem todas estão no Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ).

Rafael Moreira, secretário de Inovação e Novos Negócios do Ministério da Industria, Comércio Exterior e Serviços, acredita que:

“A gente percebe que teve um amadurecimento muito grande do setor. Quando olhamos para 2012, ainda nem havia no Brasil de forma adequada a constituição de aceleradoras, empresas, conceitos de incubadoras. O tema subiu de nível. Esse número vai crescer muito mais em diversos segmentos”.

Primeiras startups unicórnios brasileiras:

Esse ano foi marcado pela conquista das duas primeiras startups unicórnios brasileiras. Esse termo é dado às startups que passam a valer mais de US$1 bilhão. O feito foi alcançado primeiro pelo aplicativo de transporte 99 e em seguida pela Nubank, startup de serviços financeiros, avaliada em mais de US$ 2 bilhões.

O diretor-executivo da ABStartups, Rafael Ribeiro, avalia:

“Em geral, o ecossistema de startups vem passando por um amadurecimento muito interessante. Os números estão provando isso, a gente vem num crescente de quase 20% no número de startups ano a ano, crescendo bastante em meio à crise que a gente sabe que o país enfrentou. Acho que isso reflete o amadurecimento do empreendedor também, que entendeu como é o processo de funcionamento de startup”.

O que é uma startup

Esse modelo de negócio caracteriza-se pela inovação do serviço gerado, normalmente de base tecnológica, com custos bem menores e processos mais ágeis. O termo pode representar também o sinônimo para pequenas empresas. Geralmente, que estão em estágio de desenvolvimento em condições de risco e incerteza.

As startups podem oferecer produtos e serviços diretamente para o consumidor como também para outras empresas. Quando a maturidade é alcançada, elas conseguem se sobressair para grandes empresas que terceirizam as atividades relacionadas a desenvolvimento, inovação e pesquisa.

Geralmente, essas empresas atuam em forma de rede e funcionam melhor em ambientes com forte cultura de inovação e empreendedorismo.

Quem são esses empreendedores?

Segundo a base de dados da ABStartups, 87,13% das empresas cadastradas são lideradas por homens, em comparação a 12,3% por mulheres. Os jovens entre 25 e 40 anos de idade representam 72% na contagem.

Destaca-se os setores de educação, finanças, agronegócio, internet, comunicação, saúde, bem-estar, propaganda e comércio eletrônico. Além disso, há também um número grande de startups nos setores de eventos, entretenimento, turismo, logística e mobilidade urbana.


E aí, já conhecia essas primeiras startups unicórnios brasileiras? Você possui uma startup e gostaria de regularizá-la? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Fonte: Exame

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

foto de algumas pessoas trabalhando em uma startup, representando a falta de profissionais qualificadosfoto de pessoas reunidas analisando uma tela, representando os pequenos negócios