Mais de 7 milhões de reais já foram concedidos a MEIS paulistas com o Programa Juro Zero Empreendedor. Confira!

 em Empreendedorismo

Mais de 7 milhões de reais já foram concedidos aos microempreendedores individuais – MEIS paulistas, sem nenhum juro atrelado a proposta, graças ao Programa Juro Zero Empreendedor, realizado pelo Sebrae/SP, Agência de Desenvolvimento Paulista. Juntos, eles liberaram créditos para 528 MEIs do Estado de São Paulo.

É MEI PAULISTA E ESTÁ PRECISANDO DE CRÉTIO? CONFIRA O PROGRAMA JURO ZERO EMPREENDEDOR QUE ESTÁ AJUDANDO CENTENAS DE PAULISTAS NOS SEUS EMPREENDIMENTO!

Os empréstimos que vão de mil a R$20 mil reais, são voltados à ampliação e modernização das empresas criadas por microempreendedores individuais. Essa ajuda engloba desde o capital de giro em si, como também a compra de ferramentas, hardwares, máquinas e equipamentos, materiais de construção, softwares e veículos utilitários.

Além do grande benefício da isenção das temidas taxas de juros, o Programa Juro Zero Empreendedor viabiliza ao empresário prazos de até 36 meses para a quitação do débito, incluindo seis meses de carência para começar a pagar.

A quem se destina?

O Programa Juro Zero Empreendedor destina-se ao microempreendedor paulista, que possui faturamento anual de até R$81 mil, independentemente do prazo de formalização, e certificados pelo programa SUPER MEI do Sebrar-SP. Além disso, não deve possuir restrições cadastrais.

Perfil

Os créditos começaram a ser concedidos no mês de agosto de 2017, e bateram a marca de sete milhões de reais já financiados a esses MEIs. Segundo a Desenvolve SP, 55% dos beneficiados pelo programa no estado foram mulheres. Para a agência, a estatística reflete uma tendência apontada pela pesquisa Global Entrepreneurship Monitor 2017/18, que revela o crescimento de 15,4% do empreendedorismo feminino no período, enquanto que o masculino ficou em 12%,6%.

Ainda de acordo com os dados, 68,9% dos recursos foram demandados por MEIs do interior paulista, enquanto o restante foi destinado para empreendedores da região metropolitana da cidade. Falando sobre setores, os destaques são os ramos de:

  • Alimentação;
  • Vestuário;
  • Coureiro calçadista;
  • Móveis;
  • Plástico;
  • Metal mecânico;
  • Construção civil.

O principal destino do crédito foi para máquinas e equipamentos, com 34,2% e capital de giro com 30,6%.

Condições de crédito

Os valores do Programa Juro Zero Empreendedor variam entre o mínimo de mil reais e o máximo de vinte mil reais. O prazo, como dito anteriormente, pode ser parcelado em até 36 vezes, tendo uma carência de até seis meses para iniciar o pagamento.

Os documentos exigidos do MEI para a concessão do programa é:

  • Cópias simples do cartão CNPJ;
  • Certificado da condição de MEI;
  • Certificado de conclusão no programa SUPER MEI;
  • E última declaração anual (DANS SIMEI), se houver.

Já os documentos pessoais são:

  • Cópias autenticadas do RG, CPF e comprovante de endereço (conta de água/luz/telefone, boletos bancários).

E aí, você sabia sobre o Programa Juro Zero Empreendedor e que eles já tinham beneficiados tantos paulistas? Ficou com alguma dúvida sobre o assunto? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Fonte: Exame.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Imagem de um empreendedor escolhendo como ele vai explorar um mercado saturadoImagem de uma menina ouvindo uma palestra da Semana do Empreendedor Sebrae SP 2018