Para quem você quer vender? Entenda a diferença entre Público-alvo e Buyer Persona

Você sabe a diferença entre público-alvo x buyer persona? Focar suas estratégias para as pessoas que sua empresa vai vender é essencial para a sobrevivência e sucesso do negócio. Independente da atividade exercida e do tamanho do negócio, é necessário conhecer a fundo seus clientes. Só assim será possível desenvolver os melhores produtos e aperfeiçoar seus serviços.
O que queremos dizer é: se você não se conectar com seus clientes, como poderá ter sucesso? Suas chances de atrair e conquistar essas pessoas será muito menor. Só conhecendo a fundo seu público-alvo e sua buyer persona será possível desenvolver os melhores produtos e aperfeiçoar seus serviços.
Porém, muitos empreendedores, mesmo os mais experientes, ficam com algumas dúvidas como: Quem é meu público-alvo? Como posso determiná-lo? Qual a diferença público-alvo x buyer persona? Nesse artigo, pretendemos solucionar todas essas dúvidas, explicando cada um e dando algumas dicas para conhecer bem os seus clientes. Confira:

Público-alvo X Buyer Persona

O que é público-alvo?

Basicamente, o seu público-alvo é a principal porção de pessoas que possam se interessar por seus produtos e serviços. Quando falamos em público-alvo, devemos fazer um recorte comportamental, socioeconômico e demográfico de um determinado grupo, e sua empresa irá defini-los como possíveis compradores.
Imagine só que você tenha uma loja de sapatos femininos, mas não foque no público-alvo. Se você criar um layout para sua loja e focar suas ações de divulgação sem se preocupar com isso, é muito provável que você nunca tenha sucesso, pois não vai agradar em nada as pessoas que você quer que comprem.
Definir o público-alvo irá ajudá-lo a identificar o nicho de mercado que irá comprar de você, assim você poderá desenvolver produtos e serviços adequados para esse nicho. A partir disso, suas vendas só tendem a crescer.

Exemplo de público-alvo

  • Homens e mulheres
  • Faixa etária de 25 a 35 anos
  • Solteiros(as)
  • Graduados
  • Possuem faixa salarial entre 1 a 5 salários mínimos
  • Pretendem fazer um intercâmbio no próximo ano

O que é buyer persona?

Já quando falamos em buyer persona, estamos falando sobre um cliente ideal e específico. Como o próprio nome sugere, se trata de um “personagem comprador”, ou seja, é elaborado um personagem fictício para representar o perfil de um grupo com características parecidas. Para definir as personas do negócio, é necessário ter um trabalho mais detalhado de pesquisa e coleta de dados, para conseguir entender até mesmo as dificuldades que elas enfrentam, seus desejos, desafios…
É possível criar diferentes personas para um mesmo produto ou serviço, para diferentes perfis de pessoas ou empresas que consumam seu produto. Porém sem exageros também! Ter uma única persona limita demais o seu público, e ter muitas pode fazer com que o foco da estratégia seja perdido.
O mais interessante é que você pode criar tanto para clientes satisfeitos, quanto para insatisfeitos, pois em ambos os casos, você poderá identificar quais suas frustrações, e aonde o seu produto pode ser melhorado.

Exemplo de buyer persona

  • Marcela tem 29 anos, é formada em administração e trabalha como gerente em uma grande empresa
  • É solteira, gosta de viajar, sair para bares e passar um bom tempo na internet para lazer
  • Pensa em fazer um mestrado para se desenvolver profissionalmente e conseguir um cargo melhor
  • Está em busca de uma universidade para estudar no exterior no começo do ano que vem

Definindo

Como explicamos, a buyer persona é muito mais detalhada do que o público-alvo. Por isso, o ideal é começar com o público e depois partir para a persona. Para conseguir definir ambas para o seu negócio existem alguns procedimentos:
O primeiro passo a se fazer é pesquisar. Seja por meio de perguntas em campo, na internet, ou consultando em outras fontes, a pesquisa é essencial para compreender qual a relação das pessoas com o produto ou serviço que você irá ofertar. Busque obter o máximo de informações e detalhes possíveis sobre seus potenciais consumidores.
A partir dos dados coletados, será necessário segmentar. De acordo com os interesses e outros fatores em comum, divida alguns grupos específicos, cruzando informações e identificando o que pode ser mais vantajoso para o seu negócio. Isso irá facilitar muito o direcionamento de suas ações de marketing.
Outra coisa que pode ajudar muito na definição do público alvo e da persona são os meios de comunicação, principalmente a internet. As redes sociais, por exemplo, servem como um canal direto entre empresa e cliente, pois permite que os consumidores entrem em contato por meio de mensagens e comentários. Assim, os empreendedores poderão identificar as necessidades e dificuldades que outras pessoas possuem.
Por fim, não fique estagnado, continue pesquisando. O mercado se mantém em constante mudança ao longo do tempo, e pode ser que seus clientes sejam outros, ou tenham pensamentos diferentes. Por isso, esteja sempre atento a opinião de seus consumidores, realizando pesquisas de satisfação. Assim, você estará sempre por dentro das mudanças e poderá adequar seu produto e serviço ao mercado.


E aí, entendeu bem a diferença público-alvo x buyer persona? Possui outras dúvidas ou dicas que poderiam ajudar outros empreendedores? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Deixe uma resposta