Simples Nacional: entenda as vantagens e como fazer parte

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Simples Nacional é o regime de arrecadação tributária que é ideal para micro, pequenas e médias empresas. A arrecadação é efetuada em uma única alíquota que agloba todos os tributos federais e estaduais. Isso facilita e muito a vida dos empresários, especialmente para a gestão dos tributos e dos impostos que incidem sobre a folha de pagamento dos funcionários. Que tal conhecer mais sobre ele?

Para que serve o Simples Nacional?

Esta contribuição unificada é feita por meio da emissão do documento de arrecadação do Simples Nacional, ou DAS e assim, efetuar o pagamento de todos os impostos contemplados pelo Simples Nacional, que são:

  • Imposto sobre a Renda da Pessoa Jurídica;
  • Imposto sobre Produtos Industrializados;
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido;
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Contribuição para o PIS/Pasep;
  • Contribuição Patronal Previdenciária;
  • Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Sobre Prestações de Serviços de Transporte Interestadual e Intermunicipal e de Comunicação (ICMS);
  • Imposto sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS).

Quem é elegível ao Simples Nacional?

O regime do Simples Nacional é elegível para micro, pequenos e médios empresários  com faturamento anual de até R$360.000 reais e empresas de pequeno porte com faturamento anual que vai de R$360.000,00 (trezentos e sessenta mil reais) até R$3.600.000,00 (três milhões e seiscentos mil reais). O único impeditivo para não participar do Simples Nacional é ter um faturamento superior a R$3.600.000,00 de reais.

Quais são as vantagens?

As vantagens de adesão ao Simples Nacional é a menor tributação comparado aos outros regimes é uma carga tributária menor e a unificação de todos os tributos em um só, facilitando na hora de realizar os pagamentos e cálculos. Além disso, existe uma vantagem com relação a folha de pagamento dos funcionários, com uma contribuição menor nos custos trabalhistas.

Como aderir ao Simples Nacional?

Para aderir a esse regime tributário, basta estar enquadrado na categoria e estar de acordo com a legislação. É preciso também, formalizar a sua opção pelo Simples Nacional junto com o seu contador ou empresa de contabilidade que faz a gestão dos seus tributos.

Vale a pena contar com suporte profissional ao aderir a esse regime?

Ao optar por ser um empreendedor, você precisa da consultoria de uma empresa de contabilidade para te esclarecer sobre as principais dúvidas sobre impostos, tributos, legislação e outras questões necessárias para que a sua empresa fique dentro da legalidade e possa atuar da melhor forma para atender os consumidores, fornecedores e também, para garantir a sua própria integridade e a de seus funcionários, especialmente no que diz respeito a seguridade social de cada um deles e sua própria.

Busque já a consultoria ideal e adequada para você ficar tranquilo quanto a abertura e manutenção do seu negócio. Assim você fica mais seguro para tomar decisões, cuidar do que é realmente importante e do seu crescimento empresarial. Invista em uma empresa de renome no mercado e com o conhecimento necessário para te ajudar a dar os primeiros passos como empreendedor.

Você já faz parte ou quer fazer do Simples Nacional? Conte para a gente suas experiências!
 

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário