Skip to content

Saiba como abrir uma livraria de sucesso!

O que você verá neste artigo:

Você já pensou em abrir uma livraria? Confira o passo a passo!

Já foi o tempo em que as livrarias vendiam apenas livros, hoje elas comercializam artigos de papelaria, CDs, DVDs, e muitas vezes apresentam cafés dentro da própria loja. As livrarias se tornaram um espaço cultural, de convivência, que envolve encontros com amigos, e até reuniões de trabalho.

Mesmo com o índice de leituras por habitantes no Brasil não sendo muito alto, existem muitas pessoas apaixonadas por livros que permanecem fiéis ao exemplar de papel. Se você gosta de livros e quer transformar isso em fonte de renda, saiba que abrir uma livraria pode ser um bom negócio. Pensando em tudo isso, Abertura Simples preparou um artigo com tudo o que você precisa saber para abrir uma livraria e se dar bem nos negócios. Confira:

Tudo o que você precisa saber para abrir uma livraria

O que é uma livraria?

Uma livraria é um tipo de varejo que vende primariamente livros, mas que atualmente, além de um espaço cultural, é bastante comum esses estabelecimentos comercializem também artigos de papelaria, CDs, DVDs, acesso à internet e, até mesmo, cafés dentro da própria loja, tornando-se mais do que um estabelecimento que vende livros, um ambiente cultural.

Outro tipo comum de livraria é o modelo de loja virtual, onde a comercialização é realizada pela internet e vende tanto livros novos quanto usados, também conhecidos como sebo. 

História da livraria

Até chegar aos patamares alcançados pelo mercado livreiro nesta década, a jornada foi árdua dando início no Brasil colonial, com a chegada de D. João VI, em 1808, ao Rio de Janeiro. Na época, encontrou uma cidade com apenas três livrarias. Quando regressou a Portugal, em 1821, deixou oito estabelecimentos. Veio depois o domínio dos livreiros franceses. Um deles, B. L. Garnier, sua loja ganhou muito prestígio, frequentada mais tarde por Machado de Assis.

No século XX, por volta dos anos 60, destacaram-se pela explosão do mercado editorial e surgimento de cadeias livreiras, que em São Paulo tiveram como referências a Saraiva, Nobel, Melhoramentos e Siciliano. Na década de 70, marcada por uma ditadura escancarada e feroz, as pessoas mergulhavam nos livros. A estreia do ramo de grandes lojas livreiras aconteceu mais precisamente nos anos 90. A mudança de um espaço só para livros para um ambiente multicultural, em que muitas livrarias (tanto de grandes cadeias, como independentes) começaram a incluir cafés em suas lojas, tornou-se quase vital para sua sobrevivência.

Atualmente, ao se pensar em um negócio do ramo livreiro do século XXI, é raro se pensar em montar uma livraria média ou grande porte sem um café dentro ou muito próximo a ela. Além disso, grandes redes de livrarias assumiram um lado de “biblioteca” quando incorporaram ao planejamento do espaço da loja cadeiras confortáveis e sofás, esses espaços de leitura encorajam os clientes a sentar e ler o quanto quiserem, sem serem pressionados a comprar nada.

Como é o mercado?

Segundo dados de pesquisa da Nielsen Bookscan. a venda de livros no Brasil cresceu 1,3% em volume em relação a 2017 e 4,6% em faturamento. Com 44,4 milhões de exemplares vendidos no ano, o setor movimentou 1,8 bilhão de reais,

Os números revelam que esse mercado tem grande potencial de crescimento, contudo, o empreendedor deste ramo deve estar antenado para o mercado de venda de livros pela internet. Gigantes como a Saraiva e Livraria Cultura afirmam que 30% e 23% de seus faturamentos, respectivamente, vêm de vendas pelos seus sites. 

Plano de negócios

O plano de negócios serve para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além disso, o plano de negócios detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Deve-se pesquisar também o público que irá frequentar sua livraria, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Resumo dos principais pontos do plano de negócio:

  • O que é o negócio
  • Quais os principais produtos e/ou serviços
  • Quem serão os seus principais clientes
  • Onde será localizada a empresa
  • O montante de capital a ser investido
  • Qual será o faturamento mensal
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne

Escolha o local

A localização da maioria dos negócios é um dos fatores que mais influenciam no faturamento. Na hora de fazer essa seleção, é necessário levar em conta alguns aspectos, como o público alvo. Enquanto faz o planejamento para abrir uma livraria, você irá definir a faixa de renda e os hábitos de consumo das pessoas que deseja atingir. Com isso em mãos, ficará mais fácil escolher a região em que essas pessoas estão presentes.

Segundo a Associação Brasileira de Franchising (ABF), a definição da melhor localização “ponto” é um pouco mais complexa do que aparenta, pois envolve variáveis antagônicas, como fluxo de pessoas e custos. O melhor ponto não é necessariamente aquele que proporcionará o maior faturamento, e sim aquele que trará o melhor resultado. Para tanto, deve-se conhecer profundamente as particularidades do negócio em questão.

Uma boa localização é aquela que favorece o acesso das pessoas, com o menor grau possível de dificuldade. Uma livraria deverá estar instalada próxima ao local de residência do público-alvo, ou em locais de grande frequência de público, como em Shopping, centro comercial, aeroportos, áreas próximas às universidades ou outros locais de grande fluxo de pessoas, que favoreça o estacionamento de veículos e possua boas condições ambientais para uma permanência agradável da clientela. 

É necessário também, ficar atento aos aspectos legais e regularizações de acordo com as licenças exigidas. Antes de fechar o contrato, deve-se consultar a Prefeitura para confirmar se a sua livraria poderá funcionar naquele endereço escolhido. Verifique quais são as restrições da prefeitura para os planos da Lei de Zoneamento e do Plano Diretor da cidade.

Confira aqui 7 dicas para escolher o ponto comercial ideal para sua empresa

Estrutura e equipamentos necessários para montar uma livraria

Uma pequena livraria deve contar com uma área de 150 m². Sua estrutura é composta basicamente por uma ou mais áreas de atendimento, exposição do estoque, espaços para os clientes avaliarem o conteúdo dos livros, banheiros, além de um pequeno escritório para administração. 

Os equipamentos necessários para abrir uma livraria são:

  • Gaveteiro para guardar numerário;
  • Balcão de atendimento de vidro com tampo;
  • Cadeiras;
  • Mesas redonda;
  • TV;
  • Poltronas ou puffs;
  • Home-theater;
  • Armário com prateleiras em MDF;
  • Gôndolas centrais com prateleiras;
  • Prateleiras inclinadas cromadas com painel canaletado;
  • Expositor para cartões;
  • Copiadora.

Não esqueça que são necessários equipamentos para escritório e caixa, como computador, telefone, impressora, máquina de cartão, entre outros.

Como abrir uma livraria?

Se interessou e quer abrir uma livraria? Confira o passo a passo abaixo!

1 – Identifique o tipo de atividade

Primeiro, é preciso identificar o segmento de atividade que o seu serviço atuará. Existem três designações. No entanto, a que mais se enquadra ao de uma livraria é o de serviço.

  • Indústria: É caracterizado pela transformação de matéria-prima em produtos a serem comercializados posteriormente;
  • Comércio: Já o comércio é o responsável pela venda dos produtos;
  • Serviços: O terceiro ramo de atividade é a prestação de serviços.

2 – Escolha a natureza jurídica

É indispensável que você verifique a natureza jurídica da sua livraria, pois te ajudará a definir o regime jurídico que o seu serviço se enquadra.

Informar a natureza jurídica no ato de formalização do seu negócio é importantíssimo, já que cada uma delas possui diferentes formas de aplicação das normas. Confira alguns tipos de naturezas jurídicas:

  • Empresário Individual (EI): Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada (LTDA): É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples (SS): Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comércio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima (SA): Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim se dividem em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário-mínimo vigente.

3 – Defina o porte da empresa

É importante definir o porte do seu estúdio de tattoo. Uma das principais características para definir esta questão é o faturamento bruto da empresa.

  • Microempreendedor Individual (MEI): Modalidade em que o faturamento máximo deve ser de R$81 mil por ano e não permite com que o empresário participe como sócio ou titular de outra empresa;
  • Microempresa (ME): É permitido a empresários individuais e sócios. O teto de faturamento anual é de R$360 mil;
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Modalidade em que a faixa de faturamento anual começa em R$360 mil e vai até R$4,8 milhões.
  • As empresas que faturam acima de R$ 4,8 milhões são classificadas como médias e grandes.

4 – Reúna a documentação necessária

É preciso apresentar alguns documentos na hora de abrir uma livraria. Estes documentos possuem prazos a serem cumpridos, pois possuem data de validade. Por isso indicamos que nesta etapa você busque a ajuda de um contador especializado no ramo e que atente-se aos prazos. 

Confira os documentos necessários para abrir uma livraria:

  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.

5 – Abra um CNPJ 

Após o registro na Junta Comercial, você receberá o NIRE, um Número de Identificação do Registro de Empresa. Este número será solicitado na hora de entrar no site da Receita Federal ao abrir o CNPJ.

Depois você fará o download do Programa Básico de Entrada. O próximo passo é preencher e enviar o documento pessoalmente ou pelos Correios para a Receita Federal;

Clique aqui e saiba o que você precisa para obter um CNPJ para sua empresa.

Como abrir uma livraria com sócios?

Além dos documentos citados anteriormente, será necessário apresentar alguns outros caso você abra uma livraria com sócios:

  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se casado);
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada (Carteira Nacional de Habilitação também é válida);
  • 1 cópia de folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Como divulgar minha livraria?

A divulgação da sua livraria é de extrema importância para o seu negócio. O meio de divulgação varia de acordo com a localização e o público alvo escolhido. Pode até ser feita pelo método tradicional de panfletagem, que apresenta baixo custo e gera resultados. Não deixe de investir na divulgação online, esse é o principal meio de busca de serviços e produtos.

Desenvolva um ambiente aconchegante para os seus clientes, para que possam ler, conversar com amigos, entre outros. Optar por ter um café dentro da sua livraria pode ser um bom diferencial.

As pessoas têm comprado muito pela internet, com isso vale a pena montar também uma livraria virtual. O empreendedor que decidir abrir uma livraria precisa estar sempre atento às tendências literárias pois elas mudam com frequência. Se você investir em um planejamento detalhado, estratégia de negócios e dedicação, pode apostar que a sua livraria terá sucesso.

Baixe o e-book completo “Como abrir uma empresa?”

Como vimos, abrir uma empresa não é nada fácil. Mas o Abertura Simples tem a missão de desburocratizar esse processo! Baixe o e-book “Como abrir uma empresa? Manual completo” e tenha acesso ao conteúdo exclusivo com o passo a passo para abrir seu próprio negócio. O material é disponibilizado gratuitamente. Baixe agora mesmo!

ABERTURA SIMPLES

Nós do Abertura Simples realizamos todo o processo para que a sua livraria seja aberta de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Entre as diversas vantagens do Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo. Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e inicie seu projeto com o Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!