Os doze maiores erros cometidos por novos empreendedores

 em Empreendedorismo

A todo o momento, surgem novos empreendedores no país. Movidos por seus objetivos, pela vontade de obterem sua própria renda e pelo desejo de contribuir pela mudança no país. As motivações para empreender são inúmeras e dependem muito da história de vida que a pessoa deseja construir.

Porém, para empreender não basta apenas sonhar e planejar. É preciso que diversos fatores estejam contribuindo para que a sua empresa possa realmente alcançar voos mais altos mas sem descuidar das raízes e motivações que o fizeram abrir o seu próprio negócio. É natural, mas não saudável, que muitos entrem no empreendedorismo por motivações erradas e isso acaba comprometendo toda uma estrutura empresarial que poderia ser de muito sucesso.

Para não escorregar, veja aqui os cinco principais erros cometidos pelos novos empreendedores:

CONFIRA AGORA QUAIS SÃO OS 12 MAIORES ERROS COMETIDOS POR NOVOS EMPREENDEDORES:

Não cuidar das finanças

Cuidar do seu fluxo de caixa é uma tarefa importantíssima e necessária para que o seu negócio siga em frente de maneira sustentável e claro, que gere os lucros suficientes para os novos investimentos. Porém, misturar as finanças pessoais com as finanças da empresa pode comprometer todo o seu crescimento empresarial.

Para que isso não aconteça, é fundamental que você, como novo empreendedor, organize as suas finanças e o seu fluxo de caixa. Determine o seu pró-labore, afinal, você também precisa retirar o seu sustendo da empresa.

Esquecer o relacionamento

Alguns novos empreendedores se esquecem de que uma empresa bem sucedida precisa contar com ótimos relacionamentos que são construídos ao longo do tempo. É fundamental ter um ótimo relacionamento com os clientes, com os fornecedores e também com os funcionários. Essa manutenção das relações precisa ser atualizada constantemente e é preciso ter jogo de cintura para ser um excelente negociador e ótimo com os relacionamentos que a sua empresa tanto depende.

Novos empreendedores tendem a cobrar demais dos funcionários

Os funcionários da sua empresa são parte fundamental do sucesso da sua organização. Portanto, construa um ótimo relacionamento e proporcione as ferramentas necessárias para a execução dos seus trabalhos. Como novo empreendedor é preciso pensar também como um gestor de pessoas que contribui para o crescimento delas e ainda permite que elas possam crescer e realizar os próprios sonhos dentro da sua empresa. Relaxe, descentralize e entenda que seus funcionários farão o que estão ao alcance deles para o bem da sua empresa.

Começar a empreender sozinho

Você, como novo empreendedor não deve começar sozinho nessa empreitada. Você precisa de outras pessoas para obter o sucesso que precisa com a sua empresa. Essas pessoas podem ser sócios, funcionários, fornecedores e outras diversas que irão te ajudar a construir o seu sonho. Não tenha medo! Conte com as pessoas certas e você chegará ainda mais longe com a sua empresa.

Atuar na informalidade

Em outras palavras, atuar como clandestino. A empresa que não possui CNPJ, para todos os efeitos, não existe – ela não poderá emitir nota fiscal, nem abrir conta bancária em seu próprio nome, nem solicitar empréstimos a juros menores, nem trabalhar com cartão de crédito. Apesar de livrar-se dos impostos, a empresa informal atua de forma ilegal e está sujeita a penalidades. O público em geral ficará desconfiado da idoneidade do empreendedor, afetando a quantidade e a qualidade dos clientes.

Cálculo errado nos preços

Outro erro comum ao abrir o seu negócio é calcular errado o preço de seus produtos e serviços. Para fixar corretamente os preços é necessário calcular a margem de lucro. O valor de venda deve ser suficiente para cobrir as despesas e propiciar rentabilidade satisfatória. Se não souber calcular adequadamente, o empreendedor só terá prejuízos e se verá na contingência de tirar dinheiro de seu próprio bolso para cobrir despesas do negócio. Outro erro é definir uma margem de lucro muito alta, o que pode implicar em dificuldades nas vendas ou na solicitação de serviços.

Considere que existem negócios com grande concorrência e a questão do preço influi muito na decisão do cliente. Não se subestime, nem se superestime. Saiba calcular os preços com equilíbrio e bom senso.

Escolha errada de fornecedores

Escolha adequadamente seus fornecedores de modo a conseguir os melhores prazos e mercadorias. O fornecedor deve ser pontual e honesto. O fornecedor ruim, além de não trabalhar com bons produtos, visa somente seu lucro pessoal, sem se preocupar com o cliente.

Falta de divulgação

Todo negócio precisa de divulgação para se tornar conhecido. À medida que for crescendo, é necessário aumentar sua divulgação. Investir em marketing é importante para o empreendedor atingir um público maior.

Centralizar todas as funções

É óbvio que os empreendedores de primeira viagem são os maiores interessados no sucesso de seu negócio, mas com essa mentalidade muitos empreendedores de primeira viagem acabam centralizando todas as funções. Sem a habilidade de delegar, o que acontece é que ele termina ficando sobrecarregado e, muitas vezes, ineficiente.
Para corrigir essa inabilidade em delegar é preciso saber o que pode ser delegado e, tão importante quanto, para quem pode ser delegado.

Ignorar a concorrência

Por melhor ou mais promissora que seja uma ideia ou por mais estruturado que seja um planejamento, conhecer a concorrência é fundamental para entender sobre a situação do mercado e identificar o que deve e o que não deve ser feito.
Muitos empreendedores de primeira viagem, entretanto, desconsideram esse fato e simplesmente não analisam a concorrência. Com isso, as chances de verem seu negócio ser preterido em relação à concorrência são grandes.

Pensar apenas no dinheiro

É bem verdade que com as atitudes certas, um novo negócio pode ser bastante lucrativo e rentável. Apesar disso, o mundo dos negócios é muito mais difícil do que parece e requer paixão e interesse além de preparação e conhecimentos. Pensar somente no dinheiro é bastante comum, mas igualmente prejudicial, já que pode fazer com que os empreendedores de primeira viagem tomem atitudes precipitadas ou simplesmente não tenha a vontade que é necessária para chegar ao sucesso.

Falta de planejamento

A falta de planejamento também pode ser um problema para os novos empreendedores. É fundamental que você procure cursos, informações e outros recursos para planejar melhor o seu negócio e obter o êxito necessário com a sua empresa. Procure entidades que ajudem nesse planejamento, leia à respeito e procure uma assessoria especializada para abertura do seu negócio.


Não cometa mais nenhum desses erros! Confira nossas nossas postagens e e fique por dentro das melhores informação e conhecimento de empreendedorismo e novos negócios.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Homem com a mão no queixo e diversos pontos de interrogação a sua voltaImagem de um mapa com algumas marcações de ponto comercial