fbpx

Saiba quais são os 6 erros que comprometem a gestão de produtividade da sua empresa

 em Gestão e Produtividade

Com o mercado cada vez mais exigente e competitivo, a gestão de produtividade deve ser sempre contínua para empreendedores e gestores. E, para ampliar a produtividade, não basta investir apenas em equipamentos ou na contratação de novos profissionais. Na realidade, o desempenho das equipes está diretamente relacionado a uma série de outros fatores que envolvem organização, padronização, metas, qualificação, liderança e o uso de soluções tecnológicas.

Assim, é preciso manter o foco nos resultados e no capital humano. Porém, algumas situações podem impedir a gestão de produtividade e, por isso, devem ser evitadas ao máximo. Veja quais são erros mais comuns cometidos pelas empresas.

Imagem de pessoas planejando como vão aplicar a gestão de produtividade para melhorar resultados em sua empresa

SAIBA QUAIS SÃO OS 6 ERROS QUE COMPROMETEM A GESTÃO DE PRODUTIVIDADE DA SUA EMPRESA

1. PROCESSOS NÃO PADRONIZADOS

Processos não padronizados podem afetar no rendimento das equipes. Quando não há uma rotina de trabalho definida, podem surgir as dúvidas, os atrasos, os improvisos, a perda de tempo e as falhas nas execuções. Então, é fundamental mapear todos os processos internos, identificando as principais dificuldades. Deste modo, é possível definir novos fluxos e responsabilidades, eliminado desvios e atividades que não agregam valor. E por meio desta reformulação, a empresa acaba conseguindo mais agilidade e eficiência.

2. METAS IMPOSSÍVEIS DE ATINGIR

A construção de um plano de metas faz parte da gestão de produtividade. Contudo, é fundamental que essas metas sejam ousadas, mas realistas. Caso contrário, podem frustrar e desestimular os times. E para garantir o engajamento, a recomendação é fazer com que os colaboradores participem da definição, de modo que todos participem dos objetivos da empresa.

3. COMUNICAÇÃO INTERNA INSATISFATÓRIA

A qualidade da comunicação envolve-se diretamente no desempenho das equipes e, por isso, os gestores devem explorar todos os canais internos, como por exemplo, e-mails, softwares e as reuniões gerenciais. Todos esses recursos são importantes para manter os colaboradores informados sobre prioridades, urgências e indicadores da empresa.

4. AUSÊNCIA DE INVESTIMENTO EM SOLUÇÕES TECNOLÓGICAS

As soluções tecnológicas são aliadas da gestão de produtividade. Sistemas integrados, dispositivos móveis e aplicativos podem facilitar o dia a dia das equipes. Através destas soluções, é mais simples eliminar desperdícios, reduzir custos, organizar processos, automatizar tarefas, gerenciar o conhecimento e estabelecer uma comunicação eficiente e dinâmica. Além disso, a tecnologia também contribui para a capacitação dos profissionais, através do compartilhamento de notícias, e-books, vídeos, palestras e aulas, que podem ser acessados rapidamente, através de celulares ou tablets. Lembre-se que a tecnologia também  é indispensável para a tomada de decisões pertinentes, oferecendo uma visão completa do negócio, em tempo real.

5. MICROGERENCIAMENTO

O microgerenciamento acontece quando o gestor centraliza o poder de decisão e passa a atuar diretamente na operação. Diante disso, existe uma sobrecarga e o planejamento estratégico acaba sendo ignorado. Assim, é preciso apostar na delegação — suportada pela meritocracia e pelo desempenho. De fato, a delegação é uma importante ferramenta de gestão, que contribui para o desenvolvimento dos colaboradores. Assim, é possível incentivar o aprendizado, fortalecer a motivação e aumentar a produtividade geral.

6. CLIMA ORGANIZACIONAL PESSIMISTA

Um clima organizacional negativo costuma ser resultado de uma gestão rigorosa, que provoca sérios impactos no rendimento e na motivação dos colaboradores. Por isso, é primordial apostar em práticas relacionadas a capital humano. Programas de treinamento, políticas de remuneração atrativas, plano de carreira, benefícios flexíveis e sistemas de recompensas devem ser considerados. Uma liderança humanizada e colaborativa é determinante para uma gestão de produtividade bem-sucedida.

OBSERVE A SUA EMPRESA

Para melhorar a gestão de produtividade da sua empresa, é necessário que o empreendedor ou o gestor identifique se está cometendo algum dos erros citados acima, e verifique também alguns outros aspectos como, por exemplo, se há algum fator que está roubando o tempo do seus colaboradores, como e-mails, mensagens, redes sociais, entre outros.

É preciso primeiro reconhece-los para assim, criar uma estratégia para tentar combate-los. Uma forma de conseguir esse feito é a criação de lista de tarefas, onde o colaborador consegue hierarquizar as suas tarefas de maneira estratégia.

Para entender melhor como melhorar a produtividade da sua empresa, confira o artigo 6 DICAS PARA MELHORAR A PRODUTIVIDADE NA SUA EMPRESA.

Fonte: Guia Empreendedor


E aí? Quais são os erros que mais dificultam a produtividade da sua empresa? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes
Comentários
pingbacks / trackbacks

Deixe uma resposta

foto de pessoas se cumprimentando, representando como ser uma pessoa melhor no trabalhoContadores planejando implantar a cultura de inovação em seus escritórios de contabilidade