Você já ouviu falar em Marketing Compartilhado? Conheça essa estratégia e seus benefícios

 em Marketing e Inovação

Conheça o Marketing Compartilhado, uma estratégia que pode ser crucial para fazer seu negócio crescer!

Quem é empreendedor sabe, é muito difícil atingir o sucesso no mundo dos negócios sem parceiros. Ainda mais quando se tem uma equipe enxuta e um orçamento limitado! Já falamos aqui diversas vezes da importância do Marketing Digital para a lucratividade de uma empresa, mas você já ouviu falar de Marketing Compartilhado?

Essa estratégia, que é uma extensão da Economia Compartilhada, pode ser a solução para melhorar as estratégias de Marketing na sua empresa. Por isso, apresentamos a seguir esse conceito e também os benefícios para aqueles que o adotarem! Continue lendo:

O que é Marketing Compartilhado?

Também conhecido como co-marketing, essa estratégia se trata de quando duas empresas (ou mais) que possuam um público parecido se unem para criar um impacto que não conseguiriam sozinhas. Então, as duas alinham seus esforços e interesses para criar e promover algum tipo de conteúdo ou produto/serviço, e compartilhar os resultados que essa ação de marketing produz.

Por exemplo, quando uma companhia aérea estabelece parceria com uma locadora de veículos. Ou mesmo uma loja de materiais esportivos juntando-se a uma academia. As possibilidades são muitas, não importa o seu segmento! Podem ser feitos inclusive infográficos, eBooks, posts, e muitas outras ações em conjunto.

Quais seus benefícios?

Economia de tempo e dinheiro

Caso seu orçamento seja apertado para investir em marketing, não se preocupe. Uma das principais vantagens do marketing compartilhado é justamente o fato de que você dividirá os gastos e as tarefas com o parceiro.

Maior alcance das ações

A união de duas ou mais empresas por si só já causa mais impacto na promoção do que se feito de forma única. É muito mais vantajoso unir duas audiências que têm uma certa relação para uma promoção.

Reconhecimento de mercado

Cada mercado tem seus próprios experts e andar com eles é uma forma de se posicionar como um. Co-Marketing é uma excelente forma de mostrar a todos que sua empresa faz parte de um seleto grupo de referências.

Conquistar audiência nova

Quando se faz marketing compartilhado, não apenas se tem acesso a novos potenciais clientes. Acessamos toda uma base de uma empresa que foi construindo seu ativo de marketing. Assim, ambas as empresas conseguem capitalizar melhor seus esforços e aumentar o alcance do material.

Marketing Compartilhado na prática

Encontre o parceiro ideal

O primeiro passo para realizar uma campanha de Marketing Compartilhado é escolher seu parceiro. Se você errar nessa escolha, nenhum dos pontos citados acima dará certo.

Leve em conta alguns fatores importantes para procurar uma empresa, tais como:

  • Ter uma audiência relevante;
  • Ser visto como referência no mercado;
  • Oferecer um produto ou serviço que seja complementar ao seu;
  • Ter o mesmo público-alvo;
  • Possuir conhecimento e conteúdo de alta qualidade.

Não se esqueça de evitar concorrentes diretos e negócios que sejam parecidos demais ao seu. Se o seu parceiro não se enquadrar em nenhum desses itens, talvez o Marketing Compartilhado não traga bons frutos para sua empresa.

Imagem com um botão do ebook de Marketing Digital

Faça um bom planejamento

Se quando falamos em uma empresa só as estratégias de marketing já devem ser bem planejadas, imagine só quando isso envolve mais de uma? Por se tratar de pessoas que estão mais distantes, com outras prioridades e demandas, a agenda dos dois times de marketing deve estar muito bem alinhada.

Você pode criar uma reunião de alinhamento inicial para definir o conteúdo, design, planejamento e execução da promoção nas mídias sociais, e-mail marketing etc. Além disso, a comunicação entre os setores das duas empresas deve ser clara e constante. É necessário trocar feedbacks e relatórios frequentemente para evitar equívocos.

Analise os resultados

O Marketing Compartilhado só é efetivo quando ambas as partes saem beneficiadas. Os ganhos devem ser claros para todos os lados, assim como o trabalho de divulgação. Se um dos lados não tem algo de valor a oferecer ou uma base boa, isso pode ser frustrante e arruinar a estratégia.

Uma avaliação conjunta do que deu certo e o que não funcionou pode ajudar no planejamento de possíveis novas parcerias, garantindo que os resultados sejam sempre os melhores. Essa análise trará importantes informações, muitas das quais são impossíveis de coletar antes do projeto ter sido finalizado.


E aí, já sabe tudo sobre essa estratégia? Utiliza ela em sua empresa ou está pensando em implementá-la? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Foto de Ariel, do portal Abertura Simples, em vídeo sobre a teoria das coresFoto de um homem, representando os gatilhos mentais