Guia Completo do SEO: Coloque seu negócio nos primeiros resultados do Google

 em Marketing e Inovação

Entenda o que é SEO com esse guia, saiba como ele funciona e também algumas dicas para utilizá-lo!

O Marketing Digital proporciona aos empreendedores uma oportunidade evidente de atingir mais pessoas com um orçamento reduzido. Com ele, as empresas podem oferecer soluções para qualquer pessoa, de qualquer lugar do mundo, o tempo todo, e sem gastar muito. Além disso, por meio de ações direcionadas, o trabalho de marketing se torna muito mais assertivo, atingindo o público certo.

Porém, junto com essas vantagens, vem também uma acirrada concorrência. São milhares de negócios disputando a atenção dos consumidores diariamente. Algumas investem em links patrocinados e anúncios, já outras preferem apostar nas técnicas de SEO (Search Engine Optimization) para alcançar os melhores resultados e conquistar as tão sonhadas primeiras posições da busca no Google.

Por isso, veremos nesse artigo algumas técnicas que podem auxiliá-lo a reduzir os custos da sua empresa e colocá-la em destaque nos mecanismos de busca. Além disso, explicaremos também o que é SEO e sua importância para fazer seu negócio alavancar! Nesse artigo você verá:

  • O que é SEO;
  • Vantagens do SEO;
  • Qualquer um pode fazer;
  • Como ele funciona;
  • SEO na prática.

O que é SEO?

Você deve estar se perguntando: mas afinal, o que é SEO? Bem, essa é a tal sigla para Search Engine Optimization, em tradução livre Otimização de Mecanismo de Busca. Se trata de um conjunto de técnicas utilizadas nos sites para que eles consigam ficar melhor ranqueados em mecanismos de busca, como o Google, Bing, etc. Quanto melhor um site aplicar as estratégias, maiores são as chances de ele aparecer nas primeiras páginas da pesquisa. Consequentemente, a probabilidade de acessos também cresce!

Se você fizer as devidas melhorias no conteúdo do site, usabilidade, velocidade e outros fatores, o Google começará a ver seu site como relevante para as pesquisas que o público fizer com termos (palavras-chave) relacionados ao seu mercado. Lembre que, quanto mais próxima a sua página estiver da primeira posição, mais provável será que os usuários cliquem nela.

Vantagens do SEO

Algumas vantagens de utilizar o SEO como estratégia de marketing digital na sua empresa são:

  • Primeiras posições nos resultados de busca;
  • Aumenta a taxa de cliques;
  • Não precisa pagar para se destacar;
  • Mais confiança e credibilidade para seu site;
  • Sua marca se torna autoridade no assunto;
  • Maiores chances de fechar negócio;

E aí, preparado para entender como ele funciona? Quer utilizar na sua empresa? Então continue lendo:

Qualquer um pode fazer?

Teoricamente, sim, qualquer um pode realizar algumas técnicas de SEO. Mas isso não significa que seu site estará no topo das pesquisas da noite para o dia. Existem algumas regras utilizadas pelos mecanismos de busca para considerar um site mais relevante, e são essas variáveis que determinam o posicionamento de uma página. Explicaremos elas a seguir para que você consiga otimizar seu site da melhor forma para ter mais chances de ficar nos primeiros resultados!

gif de um homem dizendo "sim, nós podemos" em inglês

“Sim, nós podemos”!

Como funciona?

Dizemos que o SEO trabalha com os resultados orgânicos, que são aqueles que aparecem nos resultados de busca sem que você precise pagar por isso diretamente, diferente dos links patrocinados e anúncios. Confira uma matéria que preparamos onde explicamos a diferença das mídias orgânicas e pagas clicando aqui.

Otimizar uma página para as buscas orgânicas envolve desde escrever um texto relevante (com uso correto de palavras-chave) até a criação de URLs (endereços das páginas). Se você quer saber como deixar seu site da melhor forma para o Google, confira abaixo as dicas práticas de SEO para sua página:

SEO na prática

Utilize bem as palavras-chave

Os buscadores, na hora de determinar a relevância das páginas, fazem uma varredura de palavras-chave. As palavras-chave são os termos que as pessoas colocam na hora de encontrar algo, como por exemplo: “floricultura“. Esse termo é conhecido como head tail, ou calda longa, por ser mais curto e genérico. Esses são os mais procurados, e por isso a competitividade por outros sites é bem alta.

Porém, muitas vezes a pessoa pode fazer uma pesquisa mais específica, com o termo: “floricultura na zona norte de São Paulo“. Esse termo é chamado de long tail, ou cauda longa. O cliente em potencial já sabe o que ele quer, e está procurando pela melhor oferta para ele. Nesse caso, a procura por esse termo pode até ser menor, mas a competitividade também é reduzida. Além disso, a chance de atingir o cliente certo é muito maior!

gif de uma palavra chave "free" tradução "grátis" no google

“Grátis” – uma palavra-chave

Utilize os termos no título da página

Um dos principais pontos para um bom SEO é o título da página. Não se refere, necessariamente, ao título do conteúdo ou nome do produto. Na verdade, é a frase que aparecerá no resultado da busca. Existe um tamanho máximo de caracteres que o Google mostra que é de 63 caracteres. E saiba que as primeiras palavras ganham mais importância que as últimas.

Não se esqueça de incluir a palavra-chave escolhida no título e busque fazê-lo de forma que chame a atenção do potencial cliente. Mas não abuse, coloque um título que faça jus ao conteúdo do site, ou não conseguirá se ranquear e ainda poderá frustrar os visitantes.

Crie uma URL personalizada

A URL, que representa o endereço da página, é outro fator importante no ranqueamento da busca orgânica. Ao criar um ambiente virtual, atente para que os endereços sejam amigáveis, contendo as palavras-chave escolhidas.

Evite URLs com códigos, números e demais elementos. Uma boa dica é que, para construir um bom endereço, você consiga identificar o conteúdo da página pela própria URL. Por exemplo, esse conteúdo, que tem em sua URL “o-que-e-seo” para a palavra chave “o que é SEO”.

Sintetize a meta description

A meta descrição é aquele texto que funciona como um resumo do que o conteúdo da página irá abordar. Ele aparece abaixo da URL no Google, e serve tanto como uma síntese do conteúdo como também para atrair o visitante. Na hora de criar uma boa meta descrição, lembre-se que os buscadores tem limites de caracteres. O texto deve ter no mínimo 120 caracteres e no máximo 320.

Além disso, faça uma produção atrativa, que desperte a curiosidade do usuário, convidando-o a visitar a página. Faça o teste você mesmo, pesquisando algum termo no Google, e observe os primeiros resultados que aparecerem. Você perceberá que a descrição é muito importante para que você entenda do que se trata aquele site.

Adicione imagens nas páginas

As imagens adicionadas nas páginas também influenciam no ranqueamento. Basicamente, o que o mecanismo de busca enxerga é: nome do arquivo, texto alternativo e contexto da imagem.

  • Nome do arquivo: O nome do arquivo deve ser direto com o que a imagem reproduz, então se a imagem for de uma for, por exemplo, coloque o nome da imagem como “flor.jpg”;
  • Texto alternativo: Já o texto alternativo é o caminho que ajuda os buscadores a identificar as imagens. Eles irão associar o texto com os demais termos do conteúdo. Caso a imagem retrate a palavra-chave escolhida, utilize-a nesse momento;
  • Contexto: Por fim, concentre-se em imagens que ajudem a desenvolver o conteúdo e coloque-as próximas do texto em que faz mais sentido para que elas não fiquem fora de contexto.

Mais do que ser útil para o SEO, as imagens também ajudam muito na experiência do usuário ao visitar sua página. Isso irá torná-la muito mais interessante. Então, antes de publicar uma página ou um post no blog, por exemplo, separe um tempo para pesquisar em bancos de imagens.

Imagem com um botão do ebook de Marketing Digital

Utilize headings no conteúdo

Existem alguns subtítulos que servem para separar seu texto na construção de um conteúdo, e eles são chamados de headings. Essas divisões são feitas com códigos que indicam prioridades: H1, H2, H3 e assim por diante. Esses subtítulos possuem uma hierarquia, logo o H1 é o título da página, o H2 são os subtítulos, os H3 são os subtítulos destes, e sucessivamente.

As palavras-chave também devem estar presentes nos subtítulos para ajudar nas buscas. Afinal, eles exibem exatamente o tema central que está sendo apresentado. Além disso, essa divisão de conteúdos também facilita bastante a leitura, oferecendo uma experiência melhor aos usuários.

Desenvolva conteúdo relevante

Por fim, mas não menos importante, um bom conteúdo é essencial para que o SEO funcione corretamente. Como já citamos anteriormente, o objetivo dos mecanismos de busca é oferecer material que seja relevante para o usuário. Por isso, de nada adianta seguir todas as dicas apresentadas anteriormente se a produção do seu conteúdo não for realmente útil e não responder às dúvidas do público.

Busque criar conteúdo original e que seja realmente relevante para o seu público-alvo. Busque criar um blog para postar matérias relacionadas ao seu produto ou serviço e conquiste novos clientes com as estratégias de Inbound Marketing. Confira a matéria exclusiva que criamos explicando sobre o Inbound Marketing para atrair clientes para o seu negócio aqui.


E aí, já sabe tudo sobre o que é SEO? Você o utiliza corretamente no site do seu negócio? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes
Comentários
pingbacks / trackbacks
  • […] suas redes sociais e divulgue esses conteúdos, que devem ser feitos a partir das técnicas de SEO, que ajudam seu texto a estarem melhores rankeados e por fim, trabalhe com o e-mail marketing de […]

Deixe uma resposta

foto de uma mulher fazendo marketing digital para meithumbnail de gamificação nas empresas