Falta de planejamento prévio é o que leva as empresas à falência

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Micro e pequenas empresas são essenciais para o desenvolvimento econômico. Contudo, estas empresas encontram barreiras e acabam fechando em menos de quatro anos. Entenda o que leva as empresas à falência!

O Brasil tem 6,3 milhões de negócios, sendo que 99% são micro e pequenas empresas (MPE). Em 2014, por exemplo, elas representavam 27% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. Os dados representam uma participação significativa na economia. Contudo, poderia ser ainda melhor, não fosse as dificuldades que estas empresas enfrentam.

Um estudo realizado pelo Sebrae, em 2013, constatou que 24,4% das micro e pequenas empresas fecham com menos de dois anos de existência. Além disso, 50% encerram as atividades com menos de quatro anos.

Entenda o que leva as empresas à falência

Diante disso, é essencial entender o que leva as empresas à falência. Já que isso pode ser um aprendizado para que os novos empreendedores não cometam o mesmo erro. Para alertá-los, compartilhamos aqui como a falta de planejamento prejudica o andamento da empresa.

Falta de planejamento prévio

O relatório do Sebrae constatou que um dos principais erros dos empreendedores é não levantar informações sobre o mercado. Além disso, eles negligenciam desenvolver um planejamento básico antes de iniciar as atividades da empresa.

Veja quais são os principais erros na falta de planejamento:

  • Não definir estratégia para evitar desperdícios;
  • Não determinar o valor do lucro pretendido;
  • Não calcular o nível de vendas para cobrir custos e gerar o lucro pretendido;
  • Não identificar as necessidades atendidas pelo mercado;
  • Não identificar as tarefas e os responsáveis por realizá-las;
  • Não identificar o público-alvo do negócio.

Sendo assim, para não cometer o mesmo erro das empresas que fecharam, é essencial que os empreendedores façam um bom planejamento e levante informações sobre o mercado.

Eles devem, por exemplo, levantar qual a melhor localização para o negócio, conhecer bons fornecedores, entender os aspectos legais da empresa, entender quanto será necessário para realizar investimento etc.

Como evitar que a falência de uma empresa?

O relatório do Sebrae ainda destacou quais são os fatores que fazem com que algumas sobrevivem mais tempo no mercado. É interessante conhecê-los para entender quais são as boas práticas. Vamos lá?

Gestão empresarial

Empresas que conseguiram se manter mais tempo no mercado costumam, por exemplo, aperfeiçoar serviços/produtos. Eles também se atualizam constantemente sobre tecnologia, procuram inovar os processos e procedimentos e ainda investem em capacitação.  

Outro ponto importante é que essas empresas colocaram em prática estratégia de diferenciação de produto/serviço e atendimento. Confira, abaixo, algumas práticas que foram positivas para que as empresas se mantenham mais tempo no mercado:

  • Aperfeiçoar produtos e serviços;
  • Investir em propaganda e divulgação;
  • Procurar fornecedores com qualidade e preço;
  • Acompanhar as estratégias dos concorrentes;
  • Acompanhar rigorosamente receitas e despesas;
  • Rever e atualizar o plano de negócios;
  • Calcular detalhadamente os custos de cada produto;
  • Investir continuamente em capacitação;
  • Inovar continuamente em processos e procedimentos;
  • Estar sempre atualizado com respeito às tecnologias do setor.

Agora que você já sabe o que leva as empresas à falência, é importante que coloque as dicas de sobrevivências, mencionadas aqui, em prática. Nossa recomendação é que você pesquise sobre plano de negócio e também sobre contabilidade. Falando nisso, que tal ler nosso artigo “Plano de Contas – Como organizar os recursos financeiros de sua empresa”. 

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário