Skip to content

Guia básico para desenvolver uma pesquisa de opinião

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Criar um diferencial competitivo e aumentar as vendas nem sempre é tão simples. Contudo, o caminho para esses objetivos pode ser percorrido por meio de uma pesquisa de opinião. Entenda!

Os clientes são a alma de qualquer negócio. Afinal, sem eles a empresa não existe. Por isso, qualquer decisão precisa estar, necessariamente, embasada na opinião do público-alvo. Caso contrário, o empreendedor tomará decisões por meio do achismo e não de dados concretos, algo que pode ser altamente prejudicial.

É justamente por este motivo que a pesquisa de opinião é uma ferramenta tão importante para a estratégia da empresa. Infelizmente, ela ainda é pouco colocada em prática. Mas se você chegou até aqui é porque começou a entender que ela pode ser uma aliada do seu negócio, certo? Saiba que neste artigo você compreenderá mais sobre o assunto. Confira!

O que é uma pesquisa de opinião?

É uma ferramenta que tem como objetivo ouvir um grupo de pessoas para desenvolver ações mais direcionadas. Uma empresa, por exemplo, pode criar uma pesquisa para verificar o que seus clientes acharam das mudanças de determinado produto.

A partir dos dados, a empresa entenderá se as mudanças foram aceitas ou o que precisa ser melhorado para agradar o público. Ou seja, a pesquisa fornece dados que podem ser utilizados de maneira estratégica para aumentar as vendas, melhorar a satisfação dos clientes, conquistar novos mercado e por aí vai.

Quais são os tipos de pesquisas?

É interessante destacar que, antes de criar uma pesquisa, o profissional deverá estabelecer de qual tipo ela será. Ocorre que o tipo de pesquisa se diferencia por seus objetivos e métodos. Sendo assim, para um resultado satisfatório é interessante entender, ao menos, quais são os mais utilizados no mercado.

Satisfação

O principal foco é analisar como está a satisfação do cliente em relação a marca. Desta forma, a pesquisa de satisfação pode ser utilizada para verificar como anda a relação do cliente com o produto, atendimento, experiência, entrega etc.

Mercado

Já o foco dessa pesquisa é verificar como está a concorrência. Neste caso, por exemplo, a empresa pode identificar a reação do público para diferentes marcas. Além de entender sua posição no mercado e o dos concorrentes, a pesquisa também ajuda na estratégia de diferenciação.

Por que investir em pesquisas?

Após ler os dois tipos mais comuns de pesquisa, você pode ter identificado que existem diversas vantagens de desenvolver uma. No entanto, é comum que ainda haja algumas dúvidas e uma delas pode ser por que, de fato, investir em pesquisas. Pensando nisso, decidimos listar algumas vantagens. Vamos lá?

Criar um diferencial competitivo

Ao realizar uma pesquisa de mercado, por exemplo, a empresa entenderá a impressão que o público tem da sua marca e também dos concorrentes. A partir disso, ela poderá desenvolver mudanças estratégicas para se tornar mais competitiva e atraente para o seu público-alvo.

Entender o público-alvo

Não saber para quem vende é um erro que nenhum empreendedor deveria cometer, mas é algo que realmente é comum. Para evitar isso, criar uma pesquisa pode ser uma solução. Ela permitirá que a empresa saiba quem realmente é seu público-alvo. Desta forma, a comunicação entre marca e cliente pode ser estabelecida com mais eficiência.

Tomar decisões com embasamento

O achismo é outro pecado capital para um empreendedor, pois pode colocar um negócio em risco. Empreender exige que as decisões sejam tomadas a partir de dados concretos. Diante disso, a pesquisa permite analisar o mercado e obter dados que serão fundamentais para a tomada de decisão estratégica.

Como desenvolver uma boa pesquisa de opinião?

A partir do que foi mencionado acima, é possível que muitos leitores tenham realmente entendido a importância da pesquisa e tenham interesse em desenvolver uma. Pensando nisso, abaixo listamos algumas dicas.

Estabeleça o objetivo

O primeiro passo é estabelecer o objetivo da pesquisa. Uma forma de conseguir defini-lo é questionar, por exemplo, o que a minha empresa deseja com a pesquisa? Qual o nosso objetivo final? Por que ela é importante? As respostas para as perguntas podem levar a definição do objetivo.

Defina o tipo e a metodologia

Você já sabe que há dois tipos de pesquisa que são amplamente utilizados. A partir do objetivo, será necessário definir um tipo e uma metodologia. Essa última pode ser quantitativa (que está direcionada a números) e qualitativa (relacionada à qualidade).

Determine o meio

Em seguida, determino o meio no qual a pesquisa será realizada. Ela pode ser feita por email, pessoalmente ou por formulário. A ideia é que o meio seja definido a partir das demandas da pesquisa.  

Selecione o público-alvo

Quem deverá responder as perguntas? A resposta da questão é fundamental para o sucesso da pesquisa. Exemplificando: supondo que uma empresa queira desenvolver uma pesquisa para entender a satisfação dos seus clientes em relação ao seu produto X. Portanto, a pesquisa terá como público-alvo os clientes do produto X.

Desenvolva as perguntas

A produção das perguntas deve ser objetiva. Isso significa que somente com algumas perguntas a empresa deve conseguir obter as informações que deseja. Por isso, é fundamental elaborar as perguntas com muito cuidado e objetividade.

Quais são as ferramentas para desenvolver pesquisas?

Antigamente, as pesquisas eram realizadas pessoalmente e com um formulário de papel. Só que isso já não é mais necessário. Há diversas ferramentas que possibilitam desenvolver a pesquisa com muito mais agilidade e conforto. Para provar isso, selecionamos algumas.

Formulários Google

A ferramenta é gratuita e permite que o profissional consiga colocar todas as perguntas em um formulário online. Em seguida, é só enviar para o público-alvo. Outra vantagem é que as respostas podem ser baixadas em uma planilha de Excel, o que permite uma avaliação mais simples.

Typeform

Tem o mesmo objetivo do Google Formulários, mas seu diferencial está no layout. O criador pode personalizar para que fique mais atrativo e engajar a audiência.

SurveyMonkey

É uma das ferramentas mais conhecidas e permite criar um questionário de forma rápida. Além disso, permite realizar uma análise com filtro, o que possibilita mais facilidade.

Por fim, vale lembrar que, dependendo da complexidade da pesquisa de opinião, pode ser necessário contratar uma empresa especializada. Agora que você chegou até aqui, o que acha de continuar lendo sobre satisfação do cliente? Baixe nosso e-book e aprenda como montar uma estratégia eficiente para captar mais cliente. 

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário