Skip to content

Passo a passo para desenvolver um programa de indicação para empresa

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A indicação, mesmo sendo uma técnica antiga, ainda é eficiente para aqueles que precisam aumentar a cartela de clientes. Entenda como criar um programa de indicação para empresa

Indicar é uma das atitudes mais antigas do ser humano e faz parte da sobrevivência e do viver bem. Desde tempos remotos, o ser humano compartilha com os outros indicações de sobrevivência. A prática, como todos sabemos, continua até hoje e acabou se tornando uma estratégia importante de marketing.

Quando as empresas atuam para encantar seus clientes, eles acabam se tornando advogados da marca, ou seja, defensores e promotores orgânicos (não pagos). Nesse sentido, a indicação ocorre naturalmente. Só que quando se aplica com programa de indicação para empresa os resultados tendem a ser muito melhores.

Nesse sentido, vale a pena investir em desenvolver um programa de indicação para empresa personalizado. Ou seja, um que realmente seja eficiente para os seus clientes. Chegou até aqui e acha que está na hora de dar um up na sua cartela?  Confira!

Está, de fato, na hora de criar um programa de indicação para empresa?

Nem todos os negócios estão prontos para desenvolver um programa de indicação. Acontece que muitos podem não estar oferecendo um serviço de qualidade e podem estar tendo problemas com seus clientes. Neste cenário, um programa não será eficiente. Por isso, é importante analisar os seguintes pontos:

Avalie a satisfação dos seus clientes

Você sabe o que seus clientes andam pensando sobre o seu negócio? É ideal ter esta informação, pois com ela você entenderá se realmente deve desenvolver um programa de indicação.

Uma maneira eficiente para você entender qual o nível de satisfação dos seus clientes é colocar em prática a NPS (Net Promoter Score), uma métrica global de satisfação.

Basicamente, o método utiliza uma pergunta simples. “De 0 a 10, qual a probabilidade de você indicar nossa empresa a seus amigos?”. A classificação pela nota indica as seguintes informações:

Notas de 9 a 10: são clientes promotores, ou seja, divulgam sua marca de forma orgânica.

Notas de 7 a 8: clientes engajados e satisfeitos, mas não são leais.

Notas de 0 a 6: clientes insatisfeitos.

Caso você tenha identificado, por exemplo, que suas notas ficaram na faixa de 0 a 6 é interessante repensar o programa. O ideal é que você tire um tempo para reestruturar os serviços e atendimento.

Entregue um serviço de valor

Entenda que as indicações só vão acontecer, caso seu negócio realmente ofereça um bom atendimento e encante os clientes. Por isso, é fundamental pensar em otimizar as rotinas e desenvolver um serviço que tenha um diferencial competitivo.

Passo a passo para desenvolver um programa de indicação para empresa

Supondo que você já tenha medido o nível de satisfação dos seus clientes e que o resultado seja ótimo, ok? Neste caso, você pode, com toda certeza, começar a desenvolver o programa de indicação. Abaixo confira um passo a passo.

Passo 1 – Defina uma estrutura

A estrutura é fundamental para começar a dar forma para o programa. Para criá-la, você deve responder algumas perguntas, como:

  • Quais são as regras do programa?
  • O cliente só ganhará algo ao indicar?
  • Qual é o prazo para a entrega da recompensa?
  • Vou oferecer um prêmio físico ou desconto?

Passo 2 – Estabeleça uma recompensa

A premiação deve ser algo que realmente proporcione benefícios para os clientes. No entanto, o valor da recompensa deve se encaixar com o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) para que não haja prejuízos.

Passo 3 – Faça a divulgação do programa

Use as redes sociais, blog e newsletter para divulgar a campanha para seus clientes. Desenvolva uma comunicação clara para que eles possam realmente entender quais são os benefícios de aderir ao programa.

Passo 4 – Utilize métricas para avaliar os resultados

Como qualquer ação, após a aplicação do programa, é interessante mensurar os resultados por meio de métricas. Você pode, por exemplo, mensurar o resultado com taxa de penetração (quantos clientes indicaram alguém); indicação per capta (a métrica calcula a média de quantas pessoas foram indicados ao longo de um determinado período) e taxa de conversão (quantas vendas foram geradas a partir das indicações).

Para finalizar, lembre-se que o programa de indicação para empresa é apenas uma das opções disponíveis para prospectar clientes. Você também pode apostar em outras estratégias. Baixe nosso e-book e saiba como.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário