Remarketing: O que é e como criar campanhas para o seu site

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Entenda como funciona a estratégia de remarketing e saiba como transformar seus visitantes em clientes!

Alguma vez você já foi “perseguido” por anúncios de algum produto ou serviço que você estava pesquisando antes? Como um desconto naquele tênis que você queria comprar, ou a promoção de passagens pro destino que você sempre sonhou.

Acredite, isso não é nenhuma coincidência ou bruxaria, mas sim a estratégia de remarketing agindo.

Também conhecido como retargeting, a ideia é impactar mais de uma vez a mesma pessoa. Após uma busca por determinado tema, uma página visitada ou outro tipo de interação no site.

Entenda melhor sobre essa estratégia e também como você pode implementá-la em seu negócio online. Confira:

O que é Remarketing?

Fazer marketing novamente para a mesma pessoa é a premissa dessa estratégia. O remarketing é uma ferramenta disponibilizada pelo Google Ads, que faz a identificação do usuário e das interações dele dentro do site, marcando esse usuário de alguma forma para exibir anúncios relacionados à sua interação, para aumentar a conversão.

É uma das estratégias mais utilizadas por empresas que tem negócios na internet (e-commerce). Essa técnica é muito importante para “refrescar” a memória daqueles que já foram impactados pelo conteúdo do seu site de alguma forma.

Isso porque estudos indicam que 90% das pessoas que acessam um site pela primeira vez não executam a ação desejada. Ou seja, num primeiro momento, a chance de ele comprar é pequena. Porém, se o remarketing for ativado e esse potencial cliente ver o produto ou serviço mais vezes por meio dos seus anúncios, as chances de ele comprar são muito maiores.

Por que fazer?

Como dissemos, o remarketing é uma ferramenta muito eficiente para campanhas on-line, seja para aumentar inscrições, promover uma marca ou para estimular as vendas de um site.

Para todos os anunciantes, ele é capaz de impulsionar o ROI (Retorno Sobre Investimento), logo que recupera intenções de compras não efetivadas. Além disso, o remarketing possui muitas outras vantagens, como:

  • Aumenta sua taxa de conversão
  • Alcança clientes que estiverem mais propensos a comprar
  • Prospecta leads mais qualificados ao seu negócio
  • Refoça a presenta da sua marca na mente do consumidor (branding)
  • Fácil criação dos anúncios
  • Visibilidade de onde seu anúncio foi exibido
  • E muito mais!

Como fazer remarketing em 3 passos

1. Adicione a tag

Se essa for a primeira vez que você está fazendo isso, você deverá instalar uma tag de remarketing no seu site.

Este é um código que servirá para mapear os visitantes que acessam seu negócio por meio de cookies. Assim, o Google conseguirá encontrá-los em outras páginas da internet para mostrar o seu anúncio.

O próprio Google Ads possui um manual com as instruções para fazer isso (em inglês). Confira o vídeo abaixo:

2. Crie uma lista de remarketing

Para definir o perfil de usuários que receberão o seu anúncio, é necessário agrupa-los em listas. É possível criar vários grupos segmentados para criar campanhas mais relevantes, baseando-se nas ações do usuário no seu site. Alguns exemplos que você pode utilizar são:

  • Todos os visitantes que visitaram seu site
  • Visitantes geral que visitaram mas não estavam procurando nenhuma página de produtos
  • Usuários que abandonaram o carrinho antes de finalizar a compra
  • Antigos compradores que já fizeram a compra de um dos seus produtos no passado

3. Faça a campanha de remarketing

Agora é a hora de criar suas campanhas de remarketing no Google Adwords. Para criar a campanha, você deve ir na opção no menu lateral “Campanhas”. Em seguida, você deve clicar em “+ Campanha” e selecionar a opção “Apenas Rede de Display”.

Ele irá te pedir o nome da campanha, e você pode colocar “remarketing” para conseguir acompanha-la mais facilmente no seu painel. Em seguida, escolha a opção “remarketing” na mesma tela e, ao final, defina seu orçamento diário.

Na página seguinte, você definirá o lance padrão e inserir a lista criada para a campanha. Após salvar, você irá criar seu anúncio, que são em sua maioria feitos em campanhas de banners. Porém saiba que é possível também optar por campanhas em vídeos, textos e formatos dinâmicos também.

Dicas extra:

Tenho outras três dicas que gostaria que você se atentasse também na hora de criar suas campanhas de remarketing. É importante que você faça os anúncios com calma, por isso:

Crie listas negativas: Além da lista de pessoas que quer atingir, é bom também excluir da lista de remarketing as pessoas que já realizaram a ação que você esperava. Por exemplo, se a pessoa já comprou o produto da sua loja, não tem porque continuar mandando anúncios para ela. Tirando esses visitantes da campanha faz com que você economize uma boa grana.

Não invista se tiver pouco tráfego: Se seu site ainda está no começo, talvez essa não seja a hora certa de fazer remarketing. Por conta do pouco tráfego, o Google não irá exibir o seu anúncio para não exagerar na divulgação para o mesmo usuário. Logo, sua campanha terá um score bem baixo e com um custo maior.

Crie anúncios gráficos: Muitas vezes, uma imagem vale mais que mil palavras. Nesse caso, é verdade! Explore o máximo da Rede de Display do Google e inclua imagens atrativas no seu anúncio para chamar a atenção do seu público.


Pronto, seus anúncios aparecerão para esses usuários em outros sites e lembrarão de você! Essa é uma verdadeira segunda oportunidade de vender para ele, por isso não deixe de aproveitá-la.

Ficou com alguma dúvida sobre o que é ou como fazer o remarketing na sua estratégia de Marketing Digital? Comente abaixo e nós iremos te ajudar!

Acompanhe o Abertura Simples para ficar por dentro dos melhores conteúdos do mundo dos negócios.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

1 Comment


Faça um Comentário