Tipos societários – Saiba como escolher o tipo ideal!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Saiba quais as principais diferenças entre tipos societários existentes no Brasil:

Para poder fundar uma empresa corretamente, é necessário escolher um tipo específico para firmar sociedade de acordo com o momento que sua empresa se encontra. Por isso, é importante entender quais são os tipos societários que estão disponíveis no território brasileiro.

Fazer a escolha correta do tipo de sociedade que se deseja firmar depende de alguns fatores para que seja o mais adequado para o momento da sua empresa como por exemplo a maneira que ela atuará e quantidade de sócios. Eles podem ser divididos entre: sociedades personificadas e sociedades despersonificadas, assim como podem ser sociedades simples ou empresariais.

Abaixo, você poderá entender mais sobre como isso funciona e até mesmo enxergar qual o tipo ideal para sua empresa! Continue lendo:

Tipos Societários – Sociedades

Quando o empresário decide abrir sua empresa e nela ter um sócio, é necessário fundar uma sociedade. Para isso, é necessário escolher o tipo societário ideal. Assim, será possível entender qual o tipo de sociedade e como ela será registrada de acordo com o momento que a empresa se encontra.

– Sociedade Empresarial X Sociedade Simples

Uma sociedade simples conta com dois ou mais sócios que tem como objetivo a prestação de serviços e geralmente são despersonificadas, ou seja, não possuem personalidade jurídica e não pode ser caracterizado como atividade mercantil em seu contrato. Entre elas, você pode encontrar:

  • Sociedade em Comandita Simples
  • Sociedade em Nome coletivo
  • Sociedade Limitada
  • Sociedade Simples (em sentido estrito ou comum)

Já a sociedade empresarial tem o foco em atividade empresarial ou comercial e é personificada, ou seja, possui personalidade jurídica, e corresponde aos seguintes tipos de sociedade:

  • Sociedade Anônima
  • Sociedade em Comandita por Ações
  • Sociedade em Comandita Simples
  • Sociedade Limitada
  • Sociedade em Nome Coletivo
  • Sociedade de Propósito Específico

Abaixo, você entenderá melhor cada uma delas e suas características!

Tipos Societários

Sociedade Anônima (S/A)

Esse tipo societário é indicado para empresas maiores e deve possuir no mínimo 7 acionistas. Esse tipo é mais indicado para empresas que já estão em um nível de maturidade mais avançado.

Chamado de sociedade anônima por conta de não conter o nome de nenhum acionista na denominação social e sim suas ações. Além disso, esse tipo de sociedade é mais complexo com suas obrigações, normas e seus regulamentos, por isso é indicado pra empresas mais maduras.

Seu capital pode ser dividido em dois tipos:

  • Capital social “aberto” – possível negociar na bolsa
  • Capital social “fechado” – não possui ofertas para negociação

Sociedade em Comandita Simples

Nesse tipo societário, existem algumas ações mais complexas. Possui um tipo misto de sociedade, pois uma parte tem responsabilidade limitada mas o resto responde integralmente.

Caso um sócio novo queira entrar nessa sociedade, é necessário uma anuência de todos os sócios para que isso seja possível. Ela pode ser dividida em:

  • Comanditos – Pessoas físicas que são responsáveis pelas obrigações fiscais e financeiras
  • Comanditários – Responsáveis e obrigatórios somente em relação a quota social

Sociedade em Comandita por Ações

O capital dessa empresa é dividido por ações, como na Sociedade Anônima mas não opera em conjunto com seus acionistas e sim por firma ou denominação. Por isso, as responsabilidade sociais devem ser dispostas a um diretor, que deve ser nomeado pelos acionistas.

Caso seja necessário destituí-lo, deve ocorrer por um ato deverá ocorrer por deliberação de acionistas que representem no mínimo dois terços do capital social total do negócio.

Sociedade Limita (LTDA)

Esse é um dos tipos societários mais comuns no Brasil e é necessário que tenha mais de um sócio, mesmo que sejam pessoas físicas ou jurídicas. Cada sócio tem a sua participação definida com base em sua cota, ou seja, sua participação no capital social da empresa.

A administração deve ser feita por um representante legal que faz parte dessa sociedade ou um grupo de sócios, estando discriminado no Contrato Social.

Sociedade em Nome Coletivo 

Já na Sociedade em Nome Coletivo é estabelecido que todos os sócios devem responder por suas obrigações financeiras e fiscais e limitam entre si suas responsabilidades no momento de firmar o Contrato Social.

Esse tipo societário geralmente é composto pelo nome dos sócios ou suas iniciais e algo que caracterize o formato da empresa, como por exemplo: & Companhia, etc.

Sociedade de Propósito Específico (SPE) 

A Sociedade de Propósito Específico é uma sociedade empresarial com uma atividade restrita, sendo um modelo limitado à atividade em que irá exercer. Uma SPE não é regulada por lei, então deve-se adotar  deve-se adotar um dos modelos societários já existentes em lei, usualmente sociedade limitada (Ltda.), respeitando-se as características de cada uma e exercendo as atividades específicas.

Como escolher entre os tipos societários

Para escolher o tipo ideal de sociedade, é necessário analisar o momento que sua empresa se encontra e entender quais das características citadas acima se encaixam o tipo de empresa já existente. É importante também lembrar de contar com a ajuda de um contador experiente para tomar a decisão correta.


E aí, entendeu qual são os tipos societários e como escolher o melhor para o momento que sua empresa se encontra? Comente e continue sempre atento aos novos conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Guia de Vendas na Contabilidade

Faça como mais de 30 mil contadores. Baixe agora mesmo o Guia de Vendas na Contabilidade e começe a tracionar seu escritório hoje mesmo.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário