Confira aqui como transformar microempresa em MEI!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Empreendedor, quer saber como transformar microempresa em MEI? Então continue lendo este post:

A Lei Geral das Microempresas e Empresas de Pequeno Porte foi instituída em 2006 para regulamentar o disposto na Constituição Brasileira, que prevê o tratamento diferenciado e favorecido à microempresa e à empresa de pequeno porte.

Foi concebida com ampla participação da sociedade civil, entidades empresariais, Poder Legislativo e Poder Executivo e já atravessou quatro rodadas de alteração, sempre com o objetivo de contribuir para o desenvolvimento e a competitividade das microempresas e empresas de pequeno porte brasileiras, como estratégia de geração de emprego, distribuição de renda, inclusão social, redução da informalidade e fortalecimento da economia. Através desta lei, foi instituído o regime tributário específico para os pequenos negócios, com redução da carga de impostos e simplificação dos processos de cálculo e recolhimento, que é o Simples Nacional.

E, com os diversos modelos tributários empresariais que existem hoje, é possível que, em alguma época da vida de uma instituição, ela migre de um sistema para outro. E um bom exemplo disso são os gestores que precisam é saber como transformar microempresa em MEI. Esse processo, assim como todos os outros que envolvem assuntos fiscais, traz uma série de dúvidas e inseguranças.

E, para esclarecer todas ou boa parte delas, preparamos este material, confira:

QUER SABER COMO TRANSFORMAR MICROEMPRESA EM MEI? CONTINUE LENDO:

O que é microempresa?

A principal diferença entre a ME e o MEI está no limite de faturamento e na área de atuação. Até 2017, a receita bruta anual de uma ME não poderia ultrapassar o valor de R$360 mil, mas para 2018, o Comitê Gestor do Simples Nacional estendeu o limite a até R$900 mil. Nessa modalidade de negócio, os órgãos reguladores não estabelecem nenhuma restrição para as possíveis áreas de atuação.

O que é MEI?

O microempreendedor individual (MEI) é a pessoa que deseja se legalizar como um pequeno empresário, trabalhando por conta própria. A figura do MEI foi criada em 2008 com o objetivo de incentivar a formalização desses trabalhadores autônomos. Sancionada em 2009, a lei do MEI incentivou muitas pessoas a saírem da informalidade e empreenderem. Representando um grande avanço na regularização de vários negócios.

Você quer saber mais sobre MEI? Baixe nosso e-book DESCOMPLICANDO O MEI clicando na imagem abaixo:

Quais as principais diferenças entre microempresa e MEI?

Mesmo ambas as modalidades possam aderir ao Simples Nacional, o MEI é isento de alguns tributos já que se trata da única opção de regime tributário. Enquanto que, para a microempresa, existem outras modalidades de acordo com o modelo e o faturamento.

Entretanto, as principais diferenças entre MEI e microempresa está no faturamento, na quantia de funcionários e na parte burocrática de todo o processo. E, diferentemente da microempresa, a MEI também não precisa de livro contábil, já que o imposto da MEI é fixo, enquanto o da microempresa se baseia em uma alíquota sobre a receita gerada.

Quando eu posso transformar microempresa em MEI?

Se você está se perguntando: quando eu sei que preciso e posso transformar microempresa em MEI, a resposta para isso é a tributação. Vamos usar como um exemplo um caso ilustrativo, como se a sua empresa não estivesse conseguindo alcançar o faturamento anual de R$81 mil, trabalha sozinho ou então, com um único colaborador que é remunerado com um salário mínimo. Todos os impostos que incidem sobre essa situação são desnecessários e é aí que entra a ideia de transformar microempresa em MEI, afinal, não há motivos para ser tributado como microempresa se a sua empresa se enquadra nos requisitos de um MEI.

Então, o que eu faço?

Se você se encontra nessa situação e percebeu que talvez precisa transformar Microempresa em MEI, é hora de conversar com o seu contador sobre a migração de modelo de empresa. Caso conclua que a migração é possível, para dar início ao processo, você precisa contatar um profissional qualificado para ajudar neste processo. É possível realizar esse procedimento online, mas, o acompanhamento de alguém com qualificação para exercer tal atividade é imprescindível para te orientar em todos os passos.

E quais são os requisitos para eu me tornar um MEI?

Até o ano de 2017, para ser MEI era preciso ter um faturamento anual máximo de R$ 60 mil. Em 2018, o limite aumentou para R$ 81 mil por ano. Ou seja, a média que era de R$ 5 mil por mês, se tornou R$ 6,75 mil.

  • O titular não pode fazer parte de outra empresa como sócio, administrador ou titular;
  • Contratar no máximo um empregado;
  • Conter somente as atividades permitidas ao Mei.

E aí, esclareceu suas dúvidas sobre como transformar microempresa em MEI? Caso você precise fazer uma alteração da natureza jurídica da sua empresa, conte com os contadores do Abertura Simples!

Cuidamos de todos os procedimentos de alteração contratual da sua empresa para que você não tenha preocupações. Clique no botão abaixo e saiba mais:

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário