Tenha o seu próprio negócio! Confira algumas dicas de como abrir empresa de marmitex.

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Está pensando em abrir uma empresa de marmitex? Sendo um fenômeno típico da correria da vida moderna, o consumo de refeições prontas já se tornou um hábito diário na vida de milhares de brasileiros. A marmita é um recipiente térmico para o acondicionamento de comida. Geralmente os clientes entregam as suas marmitas vazias e as recolhem cheias instantes depois. Quer saber como iniciar na área? Continue lendo:

CHEGOU A HORA DE EMPREENDER! SAIBA COMO ABRIR UMA EMPRESA DE MARMITEX E TENHA SUCESSO!

SOBRE O MERCADO

A inserção da mulher no mercado de trabalho impulsionou a expansão desse mercado. Da mesma forma, o crescimento das cidades e o costume de almoçar fora de casa fizeram com que as pessoas procurassem alternativas rápidas para se alimentar. No caso, as marmitas atendem esta demanda, pois oferecem praticidade e comodidade com a retirada da comida no local ou entrega em domicílio. O serviço também atende aquelas pessoas que não possuem tempo para se deslocar e almoçar em um restaurante convencional.

Sabor e praticidade são ingredientes básicos para o negócio. Outro fator de atratividade da refeição pronta é o seu baixo preço, já que o prato já vem montado, com uma quantidade padrão de comida. Isso faz com que o custo da refeição seja menor, reduzindo o preço final do produto. Apesar do baixo preço, os clientes exigem boa qualidade nos ingredientes e um eficiente serviço de entrega.

Segundo a ABIA (Associação Brasileira da Indústria de Alimentos), o mercado de food service, ou de alimentação fora do lar, tem crescido a taxas de 12% ao ano, contra os 4% do setor alimentício como um todo. Trata-se do ramo de alimentação que mais cresceu depois do Plano Real. Entre 1993 e 1999, a venda de comida fora do lar aumentou 167%, enquanto o varejo alimentício tradicional cresceu 54,8%. Em 2000, o food service foi responsável por um quarto do faturamento total da indústria alimentícia, movimentando R$ 23 bilhões.

Alguns dados da Aberc (Associação Brasileira das Empresas de Refeições Coletivas) comprovam a importância que o setor de fornecimento de refeições tem para o desenvolvimento do país. Em 2011, a estimativa é que sejam servidos 10,5 milhões de pratos por dia, enquanto 6 milhões de pratos são consumidos em restaurantes convencionais e 150 mil pratos são consumidos por funcionários que almoçam em restaurantes administrados pela própria empresa em que trabalham.

O setor de refeições coletivas movimenta a cifra astronômica de R$ 12,5 bilhões por ano. As empresas do segmento proporcionam 180 mil empregos diretos, consomem um volume diário de 3 mil toneladas de alimentos e geram uma receita de R$ 1 bilhão de reais anuais entre impostos e contribuições.

A maioria dos consumidores situa-se em áreas que apresentam grande concentração de escritórios, lojas, consultórios e serviços públicos. As pessoas que recorrem a este serviço utilizam, como meio de pagamento, cupons de refeição (vale-refeição e vale-alimentação) fornecidos pelos empregadores.

PLANO DE NEGÓCIOS

O plano de negócios serve para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. No plano de negócios você irá definir assuntos como por exemplo, os serviços e produtos que irá oferecer. Além disso, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também o público que irá contratar o seu serviço, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

RESUMO DOS PRINCIPAIS PONTOS DO PLANO DE NEGÓCIO:

  • O que é o negócio;
  • Quais os principais produtos e/ou serviços;
  • Quem serão os seus principais clientes;
  • Onde será localizada a empresa;
  • O montante de capital a ser investido;
  • Qual será o faturamento mensal;
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne;

Saiba a importância de ter um plano de negócios em sua empresa

ESCOLHA O LOCAL

Uma boa localização é aquela que favorece o acesso das pessoas com o menor grau de dificuldade.

O empreendedor que deseja abrir uma empresa de marmitex precisa considerar se o imóvel em questão atende as suas necessidades; se está localizado em via de grande fluxo de pessoas; se possui fácil acesso, ou seja, está próximo a ponto de ônibus, metrô, estacionamento, pontos comerciais; se é visível ao público que passa pela região e por último, consultar a vizinhança para saber sobre as questões de segurança.

Lembre-se, antes de verificar esses aspectos, é primordial verificar se o imóvel respeita as leis referentes a Prefeitura Municipal.

Confira aqui 7 dicas para escolher o ponto comercial ideal para sua empresa.

COLABORADORES

O número de colaboradores dependerá, fundamentalmente, de dois fatores: necessidade e tamanho do empreendimento. Para começar, muitas vezes os empreendedores começam sozinhos e, conforme o empreendimento vai expandindo, contratam mais mão de obra.

Caso haja necessidade, recomendamos que o empreendedor que deseja abrir uma empresa de marmitex inicie com: gerentes; cozinheiros e ajudantes de cozinheiros; ajudantes gerais; atendentes e entregadores.

Lembre-se: A qualidade dos fornecedores e dos alimentos são de extrema importância. Mas outro ponto que precisa ser analisado com o devido cuidado é o atendimento, já que nesse segmento de negócio há uma tendência de relacionamento a longo prazo com o cliente.

Imagem de algumas marmitas para remeter ao empreendedor que deseja abrir uma empresa de marmitex

ESTRUTURA E EQUIPAMENTOS

A estrutura mínima necessária para abrir uma empresa de marmitex é de 60m², com flexibilidade de expansão conforme o empreendimento for se desenvolvendo. Neste espaço, deverão ser distribuídos os setores: cozinha; depósito; sanitários e vestiários para funcionários.

Neste tipo de negócio, o empreendedor não precisa se preocupar em oferecer um ambiente com mesas, cadeiras e garçons. Diferentemente de um restaurante, os clientes adquirem as suas marmitas no estabelecimento e consomem a refeição no local de trabalho, em casa ou em locais públicos.

Alguns dos equipamentos necessários são:

  • Fogão industrial;
  • Freezer horizontal;
  • Multiprocessador de alimentos;
  • Cortador de frios;
  • Extrator de sucos industriais;
  • Forno de micro-ondas;
  • Liquidificador industrial;
  • Geladeira;
  • Marmiteiro;
  • Telefone;
  • Computadores;
  • Impressora;
  • Impressora fiscal;
  • Máquinas de cartões de débito e crédito;
  • Entre outros.

DIVULGAÇÃO E DICAS

A divulgação é um importante instrumento para tornar a empresa e seus serviços conhecidos pelos clientes potenciais. Para o empreendedor que deseja abrir uma empresa de marmitex, as ações de marketing devem estar concentradas de acordo com o porte e o público alvo escolhido.

O empreendedor pode investir nos mais variados meios, apostando tanto nos materiais impressos como também, os meios digitais. Ele pode utilizar mala direta e e-mail informando sobre novidades de produtos; mídia especializada como por exemplo jornais e revistas específicos da área; materiais impressos como por exemplo cartões de visita, flyer e folders e, finalmente investir em um bom site, onde constarão as principais informações sobre a empresa e o cardápio dos alimentos oferecidos. Por último, mas não menos importante, é fundamental que a sua loja esteja presente nas redes socais, afinal, elas são os maiores motores de buscas por avaliações e referências sobre determinado assunto.

Como dica de negócio, recomendamos que o empreendedor que deseja abrir uma empresa de marmitex precisa estar em um acompanhamento constante sobre as novidades e tendências do mercado. Além disso, deve pesquisar formas de diferenciação para que o consumidor escolha as suas marmitas e não as do concorrente. Por isso, ofereça um bom pós-venda e fidelize o cliente.

DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA

Os documentos necessários para abrir uma empresa de marmitex são simples:

  • Documentação na Junta Comercial;
  • Registro de compra dos alimentos
  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Secretaria Estadual da Fazenda;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.

Clique aqui e saiba o que você precisa para obter um CNPJ para sua empresa

Banner do e-book Guia de Abertura de Empresas

ABERTURA SIMPLES

Nós, da Abertura Simples, realizamos todo o processo para que o empreendedor que deseja abrir uma empresa de marmitex realize de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Entre as diversas vantagens da Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo. Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Entre em contato com nossos representantes e inicie seu projeto com a Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

[mk_button dimension=”three” size=”medium” outline_skin=”dark” bg_color=”#54963D” text_color=”light” icon=”mk-li-portfolio” url=”https://aberturasimples.com.br/abra-sua-empresa/” target=”_blank” align=”center” id=”Buton ID” margin_top=”15″ margin_bottom=”15″]ABRIR UMA EMPRESA DE MARMITEX[/mk_button]

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário