Skip to content

Quer abrir uma sorveteria? Confira como!

O que você verá neste artigo:

Está pensando em abrir uma sorveteria? Confira o passo a passo para abrir este empreendimento!

Abrir uma sorveteria é uma ótima oportunidade de negócio. Isso porque o efeito refrescante do sorvete caiu no gosto popular do brasileiro. Embora seja mais consumido em épocas de calor, que ocorrem em grande parte do ano em nosso país tropical, o sorvete também não deixa de ser consumido no frio por seus apreciadores. Além de ser uma ótima sobremesa e as crianças serem apaixonadas!

Abrir uma sorveteria demanda de muita criatividade para torná-la divertida e atraente ao público e oferecer um diferencial da concorrência. Para te ajudar nesse processo, listamos tudo o que você precisa saber na hora de abrir uma sorveteria. Confira!

Como é o mercado de sorvetes?

Uma sorveteria é um comércio que tem como seu principal produto de venda sorvetes. Porém, não é vendido apenas isso! O açaí, que entrou para o gosto do brasileiro, água, sucos e refrigerantes, picolés, vitaminas, smoothies, entre outros, também podem ser comercializados. Uma sorveteria pode fabricar os sorvetes que comercializa, podendo ser até um diferencial dos concorrentes por ser considerado mais “saudável”, ou recebê-los e vender ao consumidor.

O mercado brasileiro de sorvetes tem se tornado cada vez mais atrativo e prova disso é que o país já é o sexto maior produtor mundial, atrás apenas dos Estados Unidos, China, Rússia, Japão e Alemanha. 

Uma sorveteria pode ser um bom negócio por conta da fácil elaboração e combinação de sabores das massas. Muitas sorveterias, que abrigam pontos de venda e têm, anexas, unidades de produção, acabaram se tornando agradáveis locais de encontro. A opção pela comercialização de produtos fornecidos por terceiros e a instalação de máquinas de sorvete expresso também conquistaram mercados. Isso sem falar nas franquias, que abrem novas portas para quem deseja empreender.

Em um país das dimensões do Brasil, considerado país-continente, e com diferenças regionais bem acentuadas de clima, é preciso estudar, com cautela, onde e como explorar este comércio. Por ser um produto refrescante, sua aceitação é maior, naturalmente, nas regiões mais quentes, como o Norte e o Nordeste.

Já no Sul, a alta demanda dura por um período menor, concentrando-se em um período entre outubro e fevereiro. Mas isso não inviabiliza o consumo em períodos mais frios, no entanto, é preciso utilizar a criatividade para atrair clientes nesse período. Para estas regiões é importante não se limitar apenas aos sorvetes. Crepes, tapiocas, entre outros alimentos de fácil preparo e que são muito consumidos pelos brasileiros são uma ótima opção para épocas mais frias.

Também é importante levar em consideração a intolerância e alergias a alguns ingredientes que algumas pessoas possuem. Além disso, a quantidade de veganos cresce a cada dia. Por isso, é essencial que a sorveteria aproveite esses públicos como uma oportunidade de negócio. 

Este mercado está passando por uma constante mudança e você que se atentar às novas tendências, terá mais chances de sucesso. 

O que é preciso para abrir uma sorveteria?

O setor alimentício é uma boa opção para quem está pensando em montar o próprio negócio, mas não tem ideia de onde investir.

Para abrir uma sorveteria de sucesso, é preciso ficar de olho em algumas questões, existem algumas estratégias e pontos que é necessário saber. Se você se interessou para saber quais são, siga a leitura e confira como abrir uma sorveteria!

Elaborar um plano de negócios

O plano de negócios é um documento feito antes da abertura da empresa para auxiliar no processo, ajudando o empreendedor a eliminar possíveis erros e inconsistências. Este documento trata-se de um relatório que definirá todos os detalhes do empreendimento.

No plano de negócios você irá definir assuntos como os produtos, além do sorvete, que irá oferecer, como por exemplo: sorvetes artesanais, paletas mexicanas, milk shakes, picolés e etc. Além disso, é neste papel que o empreendedor vai organizar detalhes tão importantes para o desenvolvimento da empresa, seus objetivos e metas, sua forma de operar, as estratégias comerciais e de marketing, questões financeiras e etc.

Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material, equipamento, pagamentos de funcionários e maquinário. Além disso, deve-se pesquisar também o público que irá frequentar sua sorveteria, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Resumo dos principais pontos do plano de negócio:

  • O que é o negócio?
  • Quais os principais produtos e/ou serviços?
  • Quais serão os seus principais clientes?
  • Onde será localizada a empresa?
  • O montante de capital a ser investido
  • Qual será o faturamento mensal?
  • Em quanto tempo espera que o capital investido retorne?
  • Saiba a importância de ter um plano de negócios em sua empresa

Escolha o local

A localização é um dos fatores que mais influenciam no faturamento de uma sorveteria. O ponto ideal para montar uma sorveteria é um local com grande fluxo de pessoas, boa visualização da sua loja e fácil acesso para os clientes. Também é importante verificar se o cliente terá facilidade para estacionar. 

Na hora de fazer a seleção do local, é necessário levar em conta alguns aspectos, como o público-alvo, principalmente se você optar por bairros residenciais, é preciso pesquisar para saber se aquela região apresenta boa tendência de compras e interesse no seu segmento.. Enquanto faz o planejamento para abrir uma sorveteria, você irá definir a faixa de renda e os hábitos de consumo das pessoas que deseja atingir. Com isso em mãos, ficará mais fácil escolher a região em que essas pessoas estão presentes.

É necessário também, ficar atento aos aspectos legais e regularizações de acordo com as licenças exigidas. Antes de fechar o contrato, deve-se consultar a Prefeitura para confirmar se a sua sorveteria poderá funcionar naquele endereço escolhido. Verifique quais são as restrições da prefeitura para os planos da Lei de Zoneamento e do Plano Diretor da cidade.

ABS News. Clique aqui!

Fornecedor

Alguns fatores devem ser observados na hora de escolher um fornecedor, eis alguns:

  • Distância física;
  • Referências;
  • Custo do frete;
  • Qualidade;
  • Capacidade de fornecimento;
  • Preço;
  • Prazo;
  • Forma de pagamento e de entrega.

Estrutura e equipamentos necessários

A estrutura de uma sorveteria de pequeno porte, demanda uma área mínima de 35²m. Essa área deverá ter um balcão de atendimento, espaço para mesas e cadeiras, banheiro e depósito. Os equipamentos necessários são:

  • Balcão de atendimento;
  • Freezer armazenador;
  • Freezer expositor;
  • Mesas e cadeiras;
  • Milk-shake mixer;
  • Utensílios para armazenamento de casquinhas, copinhos e etc.

Caso você produza o sorvete, terá que ter um espaço para isso também, além de licenças específicas. Confira os equipamentos:

  • Batedeiras industriais;
  • Balança;
  • Liquidificador industrial;
  • Fogão a gás de duas bocas semi-industrial;
  • Recipientes;
  • Formas e embalagens para picolé;
  • Maturadores.

Como abrir uma sorveteria? 

Assim como qualquer outro negócio, abrir uma sorveteria demanda diversas etapas burocráticas e exigências que devem ser seguidas. 

Por isso, destacamos a importância de contar com a ajuda de um contador especializado.. Ele deixará todo o processo muito mais fácil, tirará todas as suas dúvidas a respeito de assuntos tributários, fiscais e contábeis e, ainda, agilizará todo o processo. Conte com a ajuda do Abertura Simples para dar esse importante passo na sua carreira!

Pensando em abrir uma sorveteria, mas não sabe como? Confira o passo a passo a seguir!

1 – Identifique o tipo de atividade

Existem três tipos de segmento de atividades. É preciso identificar qual a sua empresa se enquadra.

Indústria: É caracterizado pela transformação de matéria-prima em produtos a serem comercializados posteriormente.

Comércio: Já o comércio é o responsável pela venda dos produtos.

Serviços: O terceiro ramo de atividade é a prestação de serviços.

Dentre os três tipos de atividade, o que melhor se enquadra em uma sorveteria é o de comércio.

2 – Escolha a natureza jurídica

Verificar a natureza jurídica da sua sorveteria te ajudará a definir o regime jurídico que o seu serviço se enquadra.

Informar a natureza jurídica no ato de formalização do seu negócio é importantíssimo, já que cada uma delas possui diferentes formas de aplicação das normas. Confira alguns tipos de naturezas jurídicas:

  • Empresário Individual (EI): Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. É a pessoa física titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada (LTDA): É aquela que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços. Inclui-se toda empresa que contribui com moeda para formação de capital social e realização da constituição empresarial;
  • Sociedade Simples (SS): Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comércio, e sim desempenhar suas profissões. Exemplo: contadores, advogados, cooperativas e representações comerciais;
  • Sociedade Anônima (SA): Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim se dividem em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente. Neste caso não é necessário nenhum contrato social ou outro ato oficial como nas sociedades limitadas;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular. Esse capital deve ser obrigatoriamente integralizado, e não pode ser inferior a 100 vezes o salário-mínimo vigente.

3 – Defina o porte da empresa

É importante definir o porte da empresa. Uma das principais características para definir esta questão é o faturamento bruto da mesma.

  • Microempreendedor Individual (MEI): Modalidade em que o faturamento máximo deve ser de R$81 mil por ano e não permite com que o empresário participe como sócio ou titular de outra empresa;
  • Microempresa (ME): É permitido a empresários individuais e sócios. O teto de faturamento anual é de R$360 mil.
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Modalidade em que a faixa de faturamento anual começa em R$360 mil e vai até R$4,8 milhões.

As empresas que faturam acima de R$ 4,8 milhões são classificadas como médias e grandes.

4 – Reúna a documentação necessária

É preciso apresentar alguns documentos na hora de abrir a sua sorveteria. Nesta etapa indicamos que nesta etapa você busque a ajuda de um contador especializado em abertura de sorveterias.

Confira os documentos necessários:

  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.

Documentos necessários para abrir uma sorveteria com sócios

Caso você esteja pensando em abrir uma sorveteria com sócios, além dos documentos citados, será necessário apresentar estes outros, de todo o corpo societário:

  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se casado);
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada (Carteira Nacional de Habilitação também é válida);
  • 1 cópia de folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

5 – Abra um CNPJ 

Após o registro na Junta Comercial, você receberá o NIRE, um Número de Identificação do Registro de Empresa. Este número será solicitado na hora de entrar no site da Receita Federal ao abrir o CNPJ.

Depois você fará o download do Programa Básico de Entrada. O próximo passo é preencher e enviar o documento pessoalmente ou pelos Correios para a Receita Federal;

6 – Emita o Alvará de Funcionamento

O Alvará de Funcionamento é um documento que indica que a sua sorveteria pode exercer as funções no local em que você deseja instalar.

O documento é emitido pela Prefeitura Municipal ou por algum outro Órgão Governamental Municipal, e pode ser solicitado gratuitamente pela internet, na maioria dos Estados.

Por isso, é necessário estar atento se a atividade escolhida está representada no registro por um código CNAE de atividades econômica, pois cada atividade necessita de um tipo de Alvará diferente

Alguns dos documentos necessários para solicitar o Alvará de Funcionamento são:

  • Planta do imóvel onde você pretende abrir seu negócio;
  • Cópia do recibo do IPTU pago;
  • CPF e RG, originais ou cópias, da pessoa responsável pelo negócio;
  • Cadastro do Contribuinte Mobiliário, ou CCM, obtido na Secretaria das Finanças;
  • O Setor, Quadra e Lote – também chamado de SQL – do imóvel;
  • Declaração de atividade: para que você usará o imóvel e qual área será destinada aos consumidores;
  • Certificado de conclusão de imóvel recém-construído.

É necessário destacar que a documentação exigida pode variar de acordo com as exigências de cada Município ou com as atividades exercidas.

Divulgação e dicas

É de extrema importância divulgar a sua sorveteria.Pode ser feita pelo método tradicional de panfletagem ou até em parcerias com estabelecimentos que tenham ligação com o seu negócio. Caso seja uma sorveteria de bairro, anúncios em carros de som são uma ótima opção. Também não deixe de investir na divulgação online, esse é o principal meio de busca de serviços e produtos, e também, uma boa maneira de interagir com o público para saber quais são as opiniões dele. Pela internet, você pode divulgar por meio de grupos e páginas da região onde você mora. Além de criar proximidade com os clientes;

Esse ramo conta com concorrentes diretos e indiretos, então para se destacar é preciso ter algum diferencial. Você pode optar por vender produtos quentes como cafés, fondue, ou bolos. Com isso terá opções para vários gostos. Se você investir em um planejamento detalhado, estratégia de negócios e dedicação, pode apostar que a sua sorveteria terá sucesso.

Baixe o ebook gratuito “Como abrir uma empresa? Manual Completo“.

Como vimos, abrir uma empresa não é nada fácil. Mas o Abertura Simples te ajuda nesse processo! Faça o download gratuito do nosso e-book “ Como abrir uma empresa? ” e tenha acesso ao conteúdo exclusivo com o passo a passo para abrir uma sorveteria. O material é disponibilizado gratuitamente. Baixe agora mesmo!

Abertura Simples

Nós, da Abertura Simples, realizamos todo o processo para que sua sorveteria seja aberto de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Entre as diversas vantagens da Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo. Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como alvará de funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais. Entre em contato com nossos representantes e inicie seu projeto com a Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo:

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on twitter
Share on whatsapp
Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!

Faça parte da maior comunidade de empreendedores do Brasil, sempre munidos com as últimas e mais relevantes notícias e artigos do mundo do empreendedorismo.