Autônomo: informações prestadas ao eSocial e obrigações tributárias

 em Contabilidade

Trabalha como autônomo e tem dúvidas de quais informações enviar ao eSocial? Esclarecemos aqui suas dúvidas!

Você sabe quais são as informações necessárias para serem enviadas ao eSocial?

Primeiro é importante ressaltar que uma empresa que contrata serviços de um profissional autônomo deve ajudar com a Contribuição Previdenciária (INSS) + Alíquota de 11% sobre o valor da remuneração paga além da retenção do imposto de renda.

Mas além disso existe a necessidade de enviar documentos comprobatórios ao eSocial, como por exemplo:

  • S-2300 – Sem Vínculo Empresarial – Início de contrato
  • S-2306 – Sem Vínculo Empresarial – Alteração Contrutual
  • S-2399 – Sem Vínculo Empresarial – Término de Contrato
  • S-1200 – Remuneração de trabalhador vinculado ao RGPS

Antes disso, é necessário verificar seus dados com o aplicativo web CQC e observar o cronograma de implantação.

Você sabe como o autônomo deve declarar seu IRPF?

Primeiramente é necessário entrar no site da Receita Federal e caso não seja uma nova declaração, você pode importar seus dados do ano anterior. É de suma importância que você tenha seus documentos organizados e conte com a ajuda de um contador para verificar qual a sua situação fiscal e econômica, assim ele pode te nortear o preenchimento da declaração. E caso sua empresa não seja formalizada, novamente conte com seu contador para ajudar com a declaração.

Preencha as informações com atenção, para evitar inconsistência de dados. Todos os dados de rendimentos recebidos devem ser declarados e é preenchido por quem é autônomo, PJ ou é sócio de uma empresa e recebeu rendimentos tributáveis de uma pessoa jurídica.

Sobre condições jurídicas, o autônomo não cria nenhum vínculo empregatício de acordo com o MTE (Ministério do Trabalho e Emprego), estabeleceu regras de contratação de autônomo, tais como: manter ou não a exclusividade com o empregador, prestar serviços de forma contínua ou não, poderá prestar serviços a um ou mais empregadores desde que não sejam de mesma origem econômica.

Seguindo todos esses passos e com o auxílio de um profissional contábil, facilita a declaração do imposto para o profissional autônomo.


Entendeu quais informações você deve enviar ao eSocial e como você pode contar com o auxílio de seu contador para declarar esse imposto? Comente e compartilhe informações e fique sempre atento aos novos conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

realização das atividades de perícia contábilempresários discutindo sobre assessoria contábil