fbpx

Saiba como e porquê implementar a contabilidade consultiva em seu escritório

 em Contabilidade

Confira a seguir os principais motivos para você implementar uma contabilidade consultiva em seu escritório

A contabilidade consultiva chegou como uma forma de se diferenciar! Ela ajuda o contador a agregar valor e resultado aos escritórios, além das obrigações contábeis. O novo profissional contábil quer ser mais participativo e ajudar na tomada de decisões. Isso ao mesmo tempo em que cuida do controle dos ativos e passivos do empreendedor.

Essa estratégia representa nada mais, nada menos, do que a reunião de informações contábeis úteis e aptas para colocar em prática no dia a dia dos empresários. Ou seja, a partir do momento em que a corporação visa melhorar a gestão de custos, reduzir gastos operacionais, crescer de forma acelerada e duradoura, é necessário pôr em prática os conceitos da contabilidade consultiva.

Se para o empreendedor isso é muito vantajoso, para o contador é tão bom quanto! A partir do momento em que o cliente enxerga esse auxílio com valor, a forma como o profissional contábil é visto muda. Isso auxilia a criar um relacionamento de parceria entre ambos.

foto de duas pessoas analisando um notebook, representando a contabilidade consultiva

Porque implementar uma contabilidade consultiva

Diferente da contabilidade feita por aqueles que apenas pensam em ficar em seus escritórios, monitorando os processos de guias, obrigações e folhas, a contabilidade consultiva é mais focada no cliente, interessada nos problemas dele e em como fazer a diferença nos seus negócios. A seguir explicaremos alguns pontos que os empreendedores levam em consideração ao contratar uma contabilidade consultiva:

Gestão e controles mais precisos

Uma empresa sem processos de gestão e controle está fadada ao fracasso. A facilidade com os números, o entendimento da legislação tributária e fiscal e a experiência administrativa… Tudo isso faz do contador um parceiro valioso que ajuda o empreendedor a encontrar oportunidades de economia. E mais do que isso, implantar boas práticas na gestão fiscal e financeira. Por meio da contabilidade consultiva é possível gerar indicadores de desempenho e controles que indiquem como anda a saúde financeira da empresa. Ele pode ainda atuar na adequação de custos e despesas fixas, no ciclo financeiro e na gestão de estoques.

Expertise a serviço do pequeno empreendedor

Na maioria das vezes, o empreendedor não é um expert em tributação. Por isso, o serviço de contabilidade consultiva ajuda-o a organizar a “casa” e buscar as melhores decisões ao seu favor, de acordo com a legislação. Com uma contabilidade alinhada entre empresa e escritório contábil, o contador pode gerar relatórios precisos para a sua tomada de decisão, visando o melhor fluxo de sustentabilidade da empresa.

foto de um homem mostrando dados, representando a contabilidade consultiva

Identificando e avaliando oportunidades

Dizem que é na crise que surgem as oportunidades de crescimento e de inovação. Mas como não deixar passar estas oportunidades? Ainda mais se o pequeno empresário estiver sempre preocupado com as obrigações que consomem seu tempo? O contador está apto a auxiliar o pequeno empreendedor no fechamento de um novo negócio ou até mesmo na identificação das necessidades de um nicho de mercado ainda não atendido pela empresa. Outra área de atuação da contabilidade consultiva é identificar oportunidades de linhas de crédito. Isso inclui elaboração de projetos técnicos, econômicos e financeiros para captação de recursos dos órgãos financiadores.

Ganho de produtividade no seu negócio com a contabilidade consultiva

Para o pequeno empreendedor, a frase “tempo é dinheiro” é muito verdadeira. Sem um parceiro de contabilidade consultiva, o empreendedor terá que se preocupar demais com as questões tributárias no seu dia a dia, ao invés de se dedicar a sua função principal: o bom andamento dos negócios e as estratégias de consolidação e crescimento da sua empresa. Por meio da contabilidade consultiva é possível, por exemplo, rever constantemente o enquadramento no qual a empresa está inserida. Além disso, o contador auxilia o empreendedor a se atentar à mudanças capazes de trazer redução do valores de impostos.

banner do ebook guia do empreendedor contábil

Planejando o futuro

A perpetuação e o desenvolvimento do negócio requerem planejamento e visão de futuro. E a contabilidade consultiva pode (e deve!) integrar os planos de crescimento do cliente. Fatores como mudanças de atuação em diferentes segmentos, exportação, aumento do porte da empresa, devem ser levados em consideração. Isso inclui projeção de investimentos e de receitas, mudanças nos enquadramentos de legislação e de patamar tributário e fiscal, custos dos impostos e da estrutura da empresa, entre outras questões.


E aí, está pronto para implementar uma contabilidade consultiva em seu escritório? Ficou com alguma dúvida sobre esse assunto? Comente e participe para que possamos melhorar, cada vez mais, os conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes
Mostrando 3 comentários
pingbacks / trackbacks

Deixe uma resposta

foto de um homem frustrado, representando o MEI canceladoFoto de uma pessoa calculando as notas fiscais, representando a NFe 4.0