Controle orçamentário: Saiba o que é e como deve ser feito esse planejamento anual

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Entenda o que é um controle orçamentário e como fazê-lo:

Toda empresa que deseja se diferenciar no mercado, busca por maneiras que auxiliem no crescimento e mudança do negócio. Fazer um planejamento muitas vezes pode ajudar a entender melhor quais são as projeções, pois geralmente ele ajuda a entender e analisar a situação atual do empreendimento com mais clareza.

Como uma técnica de sobrevivência, muitas empresas adotaram como hábito fazer um controle orçamentário logo no início do ano para ter claro quais são os principais gastos e alinhar a quantidade de recursos disponíveis. Além disso, é possível traçar metas e fazer um acompanhamento para melhorar os resultados financeiros.

O que é controle orçamentário?

Essa ferramenta nada mais é do que um controle anual de todos os recursos necessários para manter a empresa funcionando. Esse planejamento econômico-financeiro deve ser utilizado durante o ano todo, sendo utilizado para acompanhar quais as metas projetadas estão de fato surtindo efeitos positivos para o negócio.

Por conta disso, fazer esse controle orçamentário é fundamental para organizar os recursos financeiros da organização, permitindo monitorar periodicamente, permitindo que os prazos das metas se adaptem ao que tem acontecido em tempo real na empresa.

Para montar um plano adequadamente, é necessário verificar históricos e previsões do mercado de atuação e da situação atual da economia para saber como essas metas podem reagir.

Por que é importante ter um controle orçamentário?

Além de ser uma ferramenta importante para direcionar corretamente a gestão da empresa, ter um controle de gastos e despesas pode ajudar o empresário a criar metas tanto de curto a longo prazo, mostrando objetivos palpáveis para o negócio assim como permite que ele sonhe alto.

Um orçamento bem controlado, também influencia na tomada de decisões e traz vantagens como ajudar o empreendedor a ter uma visão que o permite enxergar as coisas mais a frente e auxilia também a ter expectativas palpáveis, além de melhorar a administração direta do empreendimento.

Controle Orçamentário

Diferentes tipos de orçamento

Para fazer um controle orçamentário adequado, é necessário entender as particularidades daquela empresa. Existem diversos tipos de orçamento que podem surtir algum efeito.

  • Orçamento Estático: Um dos tipos mais comuns em empresas e é elaborado logo no começo do ano com o objetivo de de fazer projeções de resultados para esse determinado período.
  • Orçamento Flexível: Foca em cada um dos setores da empresa, ajudando a identificar custos específicos.
  • Rolling Forecast: Orçamento contínuo, permite que sejam verificados quais as projeções do ano inteiro e também pode sofrer alterações. É um orçamento adaptável e que permite aproveitar cada uma das oportunidades que aparece para o negócio.
  • Orçamento Ajustado (Forecast): Ajuda a avaliar a situação atual da empresa, verificando quantas projeções se tornaram de fato efetivas. Tem uma flexibilização grande e tende a se alinhar com as metas que já foram traçadas.
  • Orçamento Base Zero: Para desenvolver esse tipo de orçamento, é necessário considerar os dados como se fosse uma base zero, colocando em primeiro lugar quais são os reais objetivos da empresa.
  • Controle matricial: Foca em áreas específicas da empresa, de acordo com suas necessidades. Nesse tipo de orçamento, o gestor da empresa tem total responsabilidade por cada uma das áreas mas permite que esse acompanhamento seja compartilhado.

Como montar um controle orçamentário?

Apesar de parecer uma ferramenta complexa, para montar um orçamento básico, você pode seguir os seguintes passos e identificar as fases da seguinte maneira:

  • Previsto: Separe as projeções de negócios e todos os históricos de dados como demonstrativos contábeis, relatórios e dados que podem ajudar quem estiver fazendo isso a ter uma visão panorâmica do negócio. Após fazer todo esse levantamento de dados, você estará norteado corretamente em como estão os gastos de sua empresa.
  • Realizado: Identifique as particularidades da empresa e se necessário, conte com a ajuda de uma consultoria contábil. Essa é a hora de colocar o planejamento com os dados levantado em prática.
  • Acompanhamento: Além de planejar tudo e entender esses dados, é necessário acompanhar para saber quais metas estão funcionando e trabalhando para que o crescimento da empresa seja saudável e efetivo.
  • Revisão: Analise se tudo está dentro dos conforme e faça alteração, caso necessário.

E a contabilidade no controle orçamentário?

A contabilidade deve sim fazer parte desse tipo de planejamento em alguma empresa. Contratar um contador para cuidar do levantamento e acompanhamento de dados pode ser a chave para fazer esse tipo de ferramenta funcionar dentro de sua empresa e assim, fazer com que ela cresça e alcance um novo patamar dentro do mercado.


E aí, você já pratica controle orçamentário dentro de seu negócio e tem alguma dica? Comente e continue sempre atento aos novos conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário