Skip to content

O que é Crowdfunding (Financiamento Coletivo)?

O que você verá neste artigo:

O crowdfunding é um modelo de arrecadação de dinheiro, geralmente via internet, por meio da contribuição de diversas pessoas para dar vida à uma ideia. Continue lendo para acompanhar!

Iniciar um novo negócio não é uma tarefa fácil e requer muita dedicação. Mas além desses pontos, há outro fator importante para o sucesso: possuir capital para investir na empresa.

Grande parte dos novos empreendedores não possuem um bom montante de dinheiro para começar ou expandir seus negócios. Por esta razão, é necessário buscar formas de financiar o desenvolvimento da empresa.

O crowdfunding ou, mais coloquialmente, a vaquinha online, é uma forma de arrecadar recursos para um fim. Neste artigo, vamos ver o que é crowdfunding e como funcionam suas diferentes modalidades e entender que ele também pode ser uma ótima alternativa de investimento. Acompanhe!

O que é crowdfunding?

O Crowdfunding, em português financiamento coletivo, é formado por crowd (multidão) e funding (financiamento). Ou seja, um financiamento que é realizado por um grupo de pessoas externas à ideia inicial que não necessariamente se conhecem. 

Para se ter uma ideia da dimensão desse mercado, estima-se que mais de US$ 35 bilhões sejam investidos todos os anos por meio do investimento coletivo.

Dependendo do projeto, o crowdfunding pode ser uma doação ou uma forma de investimento. No primeiro caso, a pessoa doa o dinheiro com o principal objetivo de ver o projeto virar realidade. No segundo, o objetivo é financiar um projeto e receber o dinheiro de volta com um rendimento.

Por meio de plataformas específicas, é possível expor os diferenciais que o seu projeto oferece e convidar o público comum ou investidores a oferecer o seu apoio financeiro por meio de doações. Justamente por permitir, em boa parte dos casos, pequenos donativos, muita gente do Brasil chama o crowdfunding, carinhosamente, de “vaquinha virtual”.

Na internet, o crowdfunding surgiu no meio musical. Bandas e cantores independentes utilizavam o método para arrecadar dinheiro para lançarem seus álbuns de estúdio. A partir daí, diversos sites de financiamento coletivo apareceram na internet. Neles, é possível ajudar com despesas médicas, casamentos, startups, ONGs, lançamento de produtos inovadores ou ajudando empreendedores a realizarem o sonho de seus projetos saírem do papel.

Com a regulamentação do crowdfunding no Brasil, em 2017, o investimento coletivo começou a atrair cada vez mais o interesse dos investidores em busca de formas alternativas de aplicar seus recursos.

Vantagens e desvantagens do crowdfunding

Um dos maiores benefícios do crowdfunding é a diminuição de recursos próprios e a possibilidade de tornar uma ideia realidade em menos tempo. Além disso, a internet e as redes sociais permitem que uma campanha de financiamento coletivo seja bastante divulgada e alcance inúmeras pessoas que podem estar interessadas em contribuir com o projeto ou ação. 

No entanto, apostar no crowdfunding pode haver algumas desvantagens, como realização de projetos pode ser um pouco arriscado. Isso acontece, pois, é bastante difícil prever os resultados e garantir que a meta será atingida.

Além disso, embora o financiamento coletivo seja uma ótima forma de “dar o pontapé inicial” em uma ação, mas ele não pode sustentar a ideia para sempre. 

Por que investir em um crowdfunding?

No ponto de vista de um investidor, os principais motivos de se usar uma plataforma de investimento coletivo seriam:

  • Desejo de se obter rentabilidade;
  • Ajudar outros;
  • Apoiar causas que importam;
  • Participar de uma comunidade.

O sentimento de ser patrono, isto é, ser o responsável pelo sucesso de outros é um dos principais motivadores para os usuários de plataformas crowdfunding. Além disso, o desejo de participar de uma comunidade e o desejo de receber retornos financeiros são outros motivadores importantes. 

Quais são os tipos de crowdfunding?

Existem modalidades diferentes de crowdfunding e cada uma delas podem proporcionar vantagens diferentes, bem como exigir novas demandas. Veja quais são elas:

Doações

As doações são a modalidade mais comum de crowdfunding. Elas ajudam a levantar dinheiro para os mais variados tipos de projetos e ações. 

É uma escolha bastante frequente por aqui para programas sociais ou para ajudar alguém, como por meio da obtenção de recursos para concluir uma faculdade, comprar remédios caros ou arcar com tratamentos médicos.

Equity ou investimento

O equity caracteriza-se por permitir que os investidores se tornem sócios de empreendimentos nos quais estão investindo. É uma opção muito interessante para startups e pequenas empresas. Dessa forma, é possível criar um giro para suas operações e crescer dentro do mercado.

Via de regra, tais negócios se constituem como Sociedades de Propósito Específico (SPE), de forma a oferecer mais segurança e tranquilidade para a captação. Vale lembrar que, uma vez que o investidor entra como sócio do projeto, ele passa a ter direito de participar dos seus resultados, por meio de remunerações periódicas.

Imobiliário

Nas plataformas de crowdfunding imobiliário, o investidor usa a internet para alocar em propriedades pequenas quantias, que não costumam ultrapassar os mil reais. A grande vantagem, além do valor mais discreto, está no fato de não haver muita burocracia. Com isso, de forma fácil, você tem direito sobre o resultado de um imóvel ou empreendimento sem ser seu dono efetivo.

Onde fazer o crowdfunding?

Listamos, abaixo, as melhores e mais seguras plataformas de crowdfunding do mercado. Confira!

Catarse

Além de ser a primeira, o Catarse também é a maior plataforma de crowdfunding do Brasil. O seu foco é em utilizar o financiamento coletivo para tirar grandes projetos do papel. A dinâmica da plataforma é compartilhada entre o Realizador e os Apoiadores. Os Apoiadores são os assinantes que possibilitam que a ideia receba financiamento e seja colocada em prática. Enquanto o Realizador é o dono do projeto.

Existem modalidades diferentes de financiamento, e, quando o projeto logra êxito, de acordo com as regras escolhidas, o recurso arrecadado é enviado para o empreendedor ou profissional utilizá-lo. Caso isso não aconteça, o dinheiro é devolvido aos Apoiadores.

É importante ressaltar que o Catarse não ajuda a formular os projetos e tampouco avalia a possibilidade de execução dos mesmos. Presume-se que o Realizador tenha esse conhecimento. Até porque boa parte dos melhores projetos costumam ser elaborados por algum tempo antes de partir para a prática.

Kickstarter

Criado em 2008, de origem norte-americana, a plataforma reúne diversas ideias criativas de pessoas do mundo inteiro em áreas como tecnologia, design, artes, música e muito mais.

A plataforma também utiliza o conceito de Tudo ou Nada, chamado de All or Nothing, em inglês, ou pela sigla AoN. As campanhas ficam disponíveis por trinta dias e, para incentivar as doações, os projetos podem contar com vários níveis de recompensas, de acordo com os valores doados, embora sigam mais ou menos o mesmo padrão.

Kickante

A Kickante contribui para o financiamento dos mais diversos tipos de projetos. Desde inventores, startups, pessoas físicas, empreendedores e até grandes empresas.

A organização também aposta no conceito de Tudo ou Nada. No entanto, o seu grande diferencial parece residir na tremenda facilidade de contribuir ou criar uma campanha. Para quem quer ajudar, existe uma listagem geral, com mecanismos de busca que podem filtrar por interesse, e o pagamento pode ser feito até com cartão de crédito.

Sendo assim, se quiser ajudar mesmo estando apertado, é possível fazer isso parcelando a contribuição em até 6 vezes. Também, é possível ajudar o criador da captação compartilhando a campanha com conhecidos. Além disso, o criadora poderá colocar fotografias e vídeos contando sua história e oferecer recompensas criativas, sem maiores burocracias.

A Kickante se orgulha de acreditar e apostar na diversidade, contribuindo para minimizar os problemas e dificuldades de quem tem um sonho e não consegue tirá-lo do papel. As coisas são feitas de maneira bem clara e prática, reforçando valores como a licitude e a ética e facilitando o contato de quem precisa com quem está querendo apoiar.

Benfeitoria

A Benfeitoria trata-se de uma verdadeira rede de contatos, com milhares de pessoas que têm um desejo em comum: o de renovar e reinventar a maneira pela qual o ser humano produz, consome, cria e se relaciona.

A plataforma funciona da seguinte maneira: quem deseja receber ajuda estipula metas financeiras e define um prazo para isso, que pode variar entre um e sessenta dias. É possível propor diferentes faixas de colaboração, e cada um doa o quanto quiser, recebendo uma recompensa proporcional ao montante doado.

Outro ponto importante é que a Benfeitoria aposta na dinâmica do Tudo ou Nada. Isso quer dizer que, se não for atingido o valor mínimo estipulado pelo projeto, os recursos são devolvidos para os doadores. Isso ocorre para trazer mais segurança para viabilizar a ideia, sem correr riscos de comprometimento da qualidade final por falta de capital.

Como funciona o Crowdfunding?

Na maioria dos sites, você seleciona o nome, categoria e apresenta as recompensas para aqueles que apoiarem seu projeto. E não se esqueça de que todo site possui uma taxa. O Catarse, por exemplo, cobra uma taxa fixa de 13% do valor do projeto.

Assim que o site for escolhido, determine sua meta. Pesquise bem antes de definir quanto dinheiro você precisa, e pense: uma meta muito ambiciosa pode repelir o público. Por isso, seja racional no momento de determinar também a quantidade mínima que alguém pode doar e qual será a recompensa dada.

Em seguida, monte uma boa apresentação que ajude seu público a entender seu projeto da melhor forma. Apresente vídeos, ilustrações, explicações detalhadas, e mostre como você irá aplicar cada centavo que receber com o projeto.

Como utilizar o crowdfunding na minha empresa?

Muitas empresas, principalmente startups, que contam com um orçamento limitado, já utilizam o crowdfunding como forma de financiar suas ideias inovadoras e diferentes.

Se esse é o seu caso, é importante seguir alguns passos para aumentar suas chances de sucesso durante a captação dos recursos e na utilização deles. 

Defina metas precisas

Toda a campanha de crowdfunding começa com uma meta a ser atingida. Por isso, é importante que o empreendedor calcule muito bem qual o volume de investimento será necessário para conquistá-la. 

Detalhe cuidadosamente o projeto

Depois de levantar a verba, quais serão os próximos passos? Em que pontos fará investimentos? E que resultados eles trarão? Tudo isso precisa estar muito bem planejado antes mesmo de a campanha ser lançada. 

Proteja suas ideias

Ao fazer uma ação de financiamento coletivo, você estará expondo publicamente sua ideia e precisa diminuir o risco de alguém roubá-la. Busque formas de patenteá-la e registrá-la de modo que permaneça sendo sua. 

Crie um bom argumento

Só uma boa ideia não se sustenta sozinha. É preciso desenvolver muito bem os seus argumentos para convencer o público a financiar a sua ideia. 

Demonstra o retorno

Decida de que forma vai mostrar para quem contribuiu com seu projeto que o seu dinheiro foi bem investido. Será com um exemplar do produto que você quer lançar? Com uma visita a sua empresa? Com um relatório de responsabilidade social? Não deixe de incluir esse tópico na campanha e os valores correspondentes a cada investimento.

Escolha uma boa plataforma

É essencial garantir a segurança nas transações entre você e o colaborador, e esse papel é da plataforma de crowdfunding. 

Invista em divulgação

Depois da campanha lançada, é importante investir pesado em divulgação. Afinal, quanto mais pessoas conhecerem sua proposta, maiores são as chances de atingir sua meta no tempo estipulado. 

Baixe o e-book “Como abrir uma empresa”

Vai abrir uma empresa, mas não sabe por onde começar? Saiba que esse é um processo bem burocrático, que não envolve apenas a criação e estruturação do mix de marketing. São exigidos o cumprimento de exigências e muitas burocracias. Mas, não desanime, o Abertura Simples desburocratiza o processo para você! Faça o download grátis do e-book “Como abrir uma empresa? Manual Completo” e tenha acesso exclusivo ao passo a passo de como abrir uma empresa. Baixe agora mesmo, é grátis!

Abertura Simples

Ficou com alguma dúvida? O Abertura Simples está aqui para te ajudar! Nossa equipe está à disposição para atender e responder a todos os seus questionamentos.

Entre as diversas vantagens do Abertura Simples estão o atendimento humanizado, serviço de entrega e recolhimento de documentos e o preço justo.

Disponibilizamos também as funções de Contabilidade, Fiscal, Recursos Humanos e Legalização, como Alvará de Funcionamento, CADAN, Anvisa, e muito mais.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on twitter
Share on whatsapp
Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

Você também pode gostar desses Conteúdos

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!

Faça parte da maior comunidade de empreendedores do Brasil, sempre munidos com as últimas e mais relevantes notícias e artigos do mundo do empreendedorismo.