Skip to content

Quer se tornar uma maquiadora profissional? Saiba quais são os passos

O que você verá neste artigo:

Entenda quais são os passos necessários para abrir MEI para se tornar uma maquiadora profissional e use seu talento para lucrar de maneira formalizada!

Um dos mercados que mais cresce no Brasil é o de maquiagem. As mulheres não abrem mão dos cuidados com a beleza, e a maquiagem faz parte da rotina de uma boa parte delas.

Por conta disso, muitas aprendem desde novas a fazer a própria maquiagem. Aperfeiçoando os conhecimentos, se tornar maquiadora profissional virou o sonho de muitas pessoas.

Por isso, explicaremos a seguir, passo a passo, como você pode abrir MEI para se tornar uma maquiadora profissional e ter sucesso nos negócios. Continue lendo:

O que é MEI?

MEI é a sigla para Microempreendedor Individual, e é a empresa constituída por uma pessoa que deseja se formalizar como pequeno empresário, trabalhando por conta própria.

Assim, a pessoa pode abrir empresa no próprio nome e atuar de forma regularizada perante o Governo.

Esse regime surgiu com a Lei Complementar nº 128/08, e sua proposta é de formalizar trabalhadores autônomos e empreendedores individuais

Quais são as vantagens de ser MEI?

A formalização como MEI proporciona ao profissional uma série de vantagens que começam desde a abertura da empresa. Isso porque não é necessário pagar taxa para realizar o registo. O profissional registrado no MEI ainda paga menos impostos e não precisa enfrentar burocracia. Há também outras vantagens, como:

Cobertura Previdenciária do INSS

O microempreendedor tem a cobertura previdenciária do INSS. Isso significa que ele terá acesso a benefícios, como aposentadoria por idade e invalidez, auxílio doença, salário maternidade, pensão por morte e auxílio reclusão. Para conquistar um ou mais benefícios, o profissional só precisará pagar mensalmente 5% de um salário mínimo.

Menos impostos

Você já deve ter ouvido falar que contratar um funcionário no Brasil é caro, certo? Bom, com o MEI não é. O profissional, registrado como microempreendedor, pode contratar um funcionário com um salário mínimo, por mês, e para isso só precisará pagar os seguintes impostos: 11% sobre o salário; 3% para a previdência e 8% para o FGTS.

Mais simplicidade

Se registrar como MEI é, em si, uma vantagem para quem precisa de um CNPJ para emitir nota fiscal, por exemplo. O processo pode ser feito pela internet e em poucos dias o empreendedor terá seu CNPJ.

Maquiadora profissional pode ser MEI?

Sim, a profissão de maquiador está na lista de profissões aptas para ser MEI. Porém, vale lembrar que o MEI possui um limite de faturamento de até R$ 81 mil ao ano, proporcional a R$ 6.750 por mês. Além disso, o profissional não pode ser sócio ou ter participação como administrador de outra empresa.

De acordo com o G1, mais de 630 mil profissionais do setor da beleza atuam como MEI. Pesquisas apontaram ainda que o mercado da beleza é um dos mais promissores do mundo. Enquanto, segundo a Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o setor de beleza teve um crescimento de 2,77% de 2017 para 2018.

O salão de beleza pode ser MEI?

A resposta para essa pergunta é não, o salão propriamente dito não pode ser MEI, apenas os profissionais que trabalham nele. Para dúvidas sobre como abrir um salão de beleza, confira nossa matéria exclusiva com todos os procedimentos.

Descrição das atividades

Um maquiador MEI pode realizar diversas atividades relacionadas à beleza, como a limpeza de pele, massagens faciais, todo o preparo da maquiagem, assim como outras atividades voltadas para o tratamento de beleza. Veja abaixo todas as atividades permitidas:

  • Serviços de bronzeamento artificial;
  • Clínica de emagrecimento com o uso de equipamentos;
  • Serviços de corrente russa;
  • Serviços de depilação com cera;
  • Serviços de depilação;
  • Serviços de design, depilação e limpeza de sobrancelhas;
  • Serviços de endermoterapia;
  • Serviços de esteticista;
  • Serviços de estética corporal;
  • Serviços de hidratação de pele;
  • Serviços de higiene e beleza;
  • Serviços de higiene e embelezamento;
  • Serviços de higiene pessoal;
  • Instituto de beleza;
  • Instituto de emagrecimento com uso de equipamentos;
  • Instituto de massagem estética;
  • Limpeza de pele;
  • Massagem estética;
  • Massagem facial;
  • Massagem para emagrecimento;
  • Peeling;
  • Revitalização de pele;
  • Spa sem serviço de alojamento;
  • Tratamento estético;
  • Tratamento facial.

Plano de negócios para abrir MEI

O plano de negócios serve para que o empreendedor tenha uma visão mais ampla sobre a empresa e o mercado no qual está inserida. Além do planejamento, o plano de negócios também detalha a questão financeira e os recursos humanos que você poderá contar para o desenvolvimento da empresa.

Para desenvolver o planejamento, é necessário juntar todos os investimentos de material e equipamentos que você precisará no início. Além disso, deve-se pesquisar também o público que você deseja atender, quem serão seus principais concorrentes, o mercado e muito mais.

Resumo dos principais pontos do plano de negócios:

  • O que você irá oferecer com o seu MEI (produto ou serviço);
  • Gestão de pessoas e recursos humanos;
  • Controle financeiro;
  • Mercado, principais concorrentes e potenciais clientes;
  • Planos de expansão.

Equipamentos necessários para maquiadora profissional

Além de abrir o MEI, você precisará de alguns equipamentos no início do seu próprio negócio, como:

  • Primer;
  • Base;
  • Sombras;
  • Rímel;
  • Pincéis;
  • Delineador;
  • Batons diversos;
  • Cílios postiços;
  • Lápis de olho;
  • Paleta de cores;
  • Iluminador;
  • Blush;
  • Corretivos;
  • Demaquilante;
  • Luvas descartáveis;
  • Fixador de maquiagem;
  • Pó para contorno;
  • Faixa de proteção para o cabelo;
  • Espelho.

Se você trabalha como maquiadora freelancer, saiba que esse setor vive de aparência. Por isso, busque sempre itens de qualidade e até mesmo de marcas famosas. Por mais que o investimento seja um pouco mais alto, você terá um retorno muito maior quando começar a utilizar as melhores do mercado.

Produtos

Algo que faz muita diferença no setor de MEI maquiadora é a escolha dos produtos. O ideal é fazer uma boa pesquisa para encontrar as melhores opções no mercado.

É recomendado que você observe as principais marcas do mercado e possua uma variedade de tons de pele e cores para atender a demanda das clientes. Faça também um pequeno teste na pele das suas freguesas antes de utilizar os produtos para verificar se há qualquer tipo de reação alérgica.

Funcionários para uma maquiadora profissional

O MEI pode ter até um funcionário devidamente regularizado e cadastrado. Essa pessoa pode ganhar remuneração de um salário mínimo ou o piso salarial da categoria.

Para mostrar maior profissionalismo, monte uniformes ou aventais personalizados para você e esse funcionário. Além disso, invista no treinamento do colaborador, para que vocês possam oferecer sempre o melhor serviço ao cliente.

Divulgação do serviço de maquiadora profissional

Ter uma boa divulgação do seu serviço fará toda a diferença, especialmente no início, para que ele se torne conhecido pelos futuros clientes e públicos em geral.

Mas não se esqueça: nesse ramo, o boca a boca ainda é a melhor forma de divulgação. Por isso, o atendimento impecável e serviço excelente serão essenciais para ter sucesso. Cativando um cliente, é muito provável que ele novos clientes – às vezes, tão fiéis quanto ele.

Com a divulgação, você pode apostar também no marketing digital com uma fanpage no Facebook e um perfil no Instagram. Observe como outros maquiadores estão trabalhando na divulgação e determine os resultados que você deseja alcançar para entender se vale a pena seguir o mesmo caminho.

Como abrir uma empresa?

Em todos os formatos empresariais, a constituição de uma nova empresa exige alguns processos. O primeiro passo é, claro, possuir a conclusão do seu respectivo curso, obtendo o registro junto ao conselho que o supervisiona.

1 – Escolha o tipo de atividade 

Antes mesmo de decidir abrir uma empresa, é necessário identificar qual o segmento da atividade que você deseja. Para designar isso, existem três distinções, porém, o que melhor se encaixa com a atividade é o de serviço, cuja atividade é direcionada ao consumidor final.

  • Indústria: É caracterizado pela transformação de matéria-prima em produtos a serem comercializados posteriormente;
  • Comércio: Já o comércio é o responsável pela venda dos produtos;
  • Serviços: O terceiro ramo de atividade é a prestação de serviços.

2 – Escolha a Natureza Jurídica

A natureza jurídica te ajudará a definir o regime jurídico que o seu serviço se enquadra.

Informar a natureza jurídica no ato de formalização do seu negócio é indispensável, já que cada uma delas possui diferentes formas de aplicação das normas. Confira alguns tipos de naturezas jurídicas para empresas:

  • Empresário Individual (EI): Uma única pessoa constitui a empresa, cujo nome empresarial deve ser composto por seu nome civil, completo ou abreviado. A pessoa física é titular da empresa, podendo constituir apenas uma em seu nome;
  • Sociedade Limitada (LTDA): Modelo que reúne dois ou mais sócios a fim de explorar atividades de produção ou circulação de bens e serviços;
  • Sociedade Simples (SS): Exploram atividades de prestação de serviços decorrentes de atividades intelectuais e de cooperativa. Ou seja, os sócios não exercem nenhuma atividade voltada ao comércio, e sim desempenhar suas profissões;
  • Sociedade Anônima (SA): Todas as empresas que não atribuem seu capital social a um nome específico, mas sim se dividem em ações. Essas ações podem ser transacionadas livremente;
  • Empresa Individual de Responsabilidade Limitada (EIRELI): Empresa formada por somente uma pessoa, onde o capital pertence unicamente ao titular.

3 – Defina o porte da empresa

Depois de definir a natureza jurídica da sua empresa, chegou a hora de saber qual o porte dela. As opções devem ser escolhidas a partir do seu faturamento. 

  • Microempreendedor Individual (MEI): Modalidade em que o faturamento máximo deve ser de R$81 mil por ano e não permite com que o parceiro participe como sócio ou titular de outra empresa;
  • Microempresa (ME): É permitido a empresários individuais e sócios. O teto de faturamento anual é de R$360 mil.
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP): Modalidade em que a faixa de faturamento anual começa em R$360 mil e vai até R$4,8 milhões.

As empresas que faturam acima de R$ 4,8 milhões são classificadas como médias e grandes.

4 – Reúna os documentos necessários 

Para abrir uma empresa, é obrigatório a apresentação de documentos importantes. Alguns desses documentos possuem prazos determinados para serem cumpridos, já que possuem data de validade. Por isso, essa etapa requer a ajuda de um contador especializado em abrir uma empresa de serviços de maquiadora. Nós podemos te ajudar!

Confira a seguir alguns dos documentos necessários para abrir uma empresa.

  • CNPJ;
  • Cópia autenticada do RG e CPF;
  • Folha espelho do IRPF;
  • IPTU do imóvel;
  • Cópia do Contrato de Locação ou Compra e Venda;
  • Alvará de funcionamento;
  • Entre outros documentos específicos da cidade.

Para os sócios

Se você for abrir uma empresa com sócios, será necessário reunir os seguintes documentos de cada um deles:

  • 1 cópia simples do comprovante de residência;
  • Certidão de casamento (se casado);
  • 2 cópias autenticadas do RG e CPF de cada (Carteira Nacional de Habilitação também é válida);
  • 1 cópia de folha espelho do IRPF, caso tenha comprovado no ano vigente.

Para a empresa

  • CNPJ;
  • 2 cópias simples do IPTU do imóvel;
  • 2 cópias do Contrato de Locação ou Compra e Venda.

5 – Realize o registro na Junta Comercial

Sua empresa só funcionará legalmente se você realizar seu registro na Junta Comercial ou no Cartório de Pessoas Jurídicas do seu Estado.

O registro é considerado a certidão de nascimento de uma empresa e deverá ser feito antes de obter o CNPJ. Para isso, é necessário apresentar no cartório o Contrato Social e os documentos dos sócios da empresa.

6 – Abra um CNPJ

O processo de abertura de um CNPJ para uma empresa é muito simples. Após o registro na Junta Comercial, você receberá o Número de Identificação do Registro de Empresa (NIRE). Ele será solicitado para entrar no site da Receita Federal para abrir o CNPJ.

No site, faça o download do Programa Básico de Entrada. Em seguida, realize a impressão, preencha e envie pelos correios para a Receita Federal ou leve pessoalmente.

7 – Solicite o Alvará de Funcionamento

O Alvará de Funcionamento é o documento que indicará se a sua empresa poderá exercer as suas funções no local que você deseja instalá-la.

Na maior parte dos Estados brasileiros o empreendedor pode solicitar o Alvará gratuitamente pela internet. O documento é emitido pela Prefeitura Municipal ou Órgão Governamental Municipal.

Cada atividade necessita de um certo tipo de Alvará e, por isso, é necessário estar atento se a atividade escolhida está representada no registro por um código CNAE de atividades econômicas.

Os documentos necessários para solicitar o Alvará de Funcionamento são:

  • Planta do imóvel onde você pretende abrir seu negócio;
  • Cópia do recibo do IPTU pago;
  • CPF e RG, originais ou cópias, da pessoa responsável pelo negócio;
  • Cadastro do Contribuinte Mobiliário, ou CCM, obtido na Secretaria das Finanças;
  • O Setor, Quadra e Lote – também chamado de SQL – do imóvel;
  • Declaração de atividade: para que você usará o imóvel e qual área será destinada aos consumidores;
  • Certificado de conclusão de imóvel recém-construído.

Baixe o e-book completo “Como abrir uma empresa?”

Como vimos, abrir uma empresa não é nada fácil. Mas o Abertura Simples tem a missão de desburocratizar esse processo! Baixe o e-book “Como abrir uma empresa? Manual completo” e tenha acesso ao conteúdo exclusivo com o passo a passo para abrir seu próprio negócio. O material é disponibilizado gratuitamente. Baixe agora mesmo!

ABERTURA SIMPLES

Nós, do Abertura Simples, realizamos todo esse processo por você, para que seu MEI seja aberto de forma rápida, simples e segura, sem dores de cabeça. Além disso, oferecemos diversos serviços adicionais aos parceiros que decidem abrir qualquer empresa conosco.

Entre em contato com nossos representantes e inicie seu MEI maquiadora com o Abertura Simples de forma fácil clicando abaixo.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on twitter
Share on whatsapp
Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!

Faça parte da maior comunidade de empreendedores do Brasil, sempre munidos com as últimas e mais relevantes notícias e artigos do mundo do empreendedorismo.