Skip to content

Como montar uma clínica odontológica? E-book Completo

O que você verá neste artigo:

Você, recém-formado em odontologia, está pensando em montar uma clínica odontológica? Então, baixe este guia gratuito e descubra o passo a passo para começar o seu próprio negócio!

Montar uma clínica odontológica é o principal sonho dos recém-formados na área ou daqueles que já atuam como profissionais na área há algum tempo. E, para quem tem esse sonho, saiba que tem uma excelente oportunidade de negócio em mente. 

Uma clínica odontológica atua por meio da prevenção, educação, exames, ações de recuperação, tratamento curativo e reabilitador. Seu maior objetivo é proporcionar uma melhor saúde bucal aos pacientes. 

Porém, apesar de se tratar de uma ótima oportunidade de negócio, para ter sucesso, é necessário que o empreendedor realize uma boa gestão, de forma a promover condições favoráveis para a sua atuação especializada.

Como montar uma clínica odontológica?

Montar uma clínica odontológica exige muito planejamento. Isso envolve desde análise de mercado, compra de equipamentos, escolha de um bom ponto comercial, até a divulgação do negócio. 

A abertura desse tipo de negócio também precisa cumprir uma série de exigências sanitárias que envolvem a estrutura do imóvel. Entre elas, podem ser listadas: a separação adequada entre sala clínica, recepção e local de esterilização. Também é importante ressaltar a necessidade de se contar com um plano de gerenciamento de resíduos.

Montar uma clínica odontológica exige que o empreendedor tenha como característica o domínio de habilidades administrativas como: controle de contas e tributos, gestão de estoque, pagamentos, administração dos recursos financeiros, além das funções da saúde bucal, que deveriam ser a sua real ocupação. Com tantas tarefas, é possível que o empreendedor acabe se ocupando de uma maneira que seja prejudicial ao negócio.

A atuação do dentista empreendedor deverá ser a mais ampla possível. Com isso, não queremos dizer que você terá de abrir mão do seu ofício. Pelo contrário! Apesar de ser extremamente necessário o conhecimento de cada particularidade da sua clínica, não é necessariamente obrigatório que você desempenhe cada uma dessas tarefas.

Foi pensando nisso que o Abertura Simples montou este guia, para descomplicar cada etapa do processo de abertura de uma clínica odontológica. Conhecendo a fundo o seu negócio e o ambiente no qual a clínica está inserida, é possível concentrar os seus esforços em ações que trarão mais resultados.

Confira neste post e no ebook completo as etapas de abertura de uma clínica odontológica, os documentos necessários para abrir uma empresa, como solicitar o Alvará de Funcionamento, como gerenciar o seu estoque e a lista completa de equipamentos necessários para montar uma clínica odontológica. Continue a leitura!

montar uma clínica odontológica

O mercado odontológico

O setor odontológico, além de ser importantíssimo para a manutenção da saúde da população, também é um mercado muito relevante para a economia brasileira. Com profissionais de todos os portes e segmentos, o mercado odontológico movimenta bilhões de reais todos os anos.

Assim como todo negócio, o mercado odontológico sofreu grandes impactos na pandemia. Principalmente no que diz respeito ao número de consultas e ao lucro. Durante o período de pico da pandemia, os profissionais das redes pública e privada sentiram uma queda considerável no número de atendimentos. 

De acordo com pesquisa realizada pelo Programa de Pós-Graduação em Odontologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel), as consultas odontológicas na rede pública de saúde caíram, em média, cerca de 83,5%. O número diz respeito ao período em que o Brasil era o novo epicentro da pandemia do coronavírus. 

A pandemia impactou em grande escala a rotina dos profissionais odontológicos e gerou muitos gastos financeiros. Porém, por se tratar de um serviço essencial, muitos dentistas viram neste cenário uma oportunidade de se reinventar e readaptar seus consultórios, a fim de se manterem competitivos no mercado e, também, de manterem suas receitas. Essa readequação também possibilitou que os clientes fossem atendidos da melhor forma no cenário pandêmico. 

O futuro do mercado odontológico

Um levantamento realizado pela companhia irlandesa “Research and Markets”, importante player de pesquisa de mercado do mundo, mostra que o mercado odontológico deve movimentar US$35,7 bilhões em 2023. Este número representa um crescimento médio anual de 5,59% desde 2018.

Segundo o estudo, esse crescimento é explicado pela crescente busca por cuidados e serviços de higiene bucal, aliada aos avanços tecnológicos da indústria, o aumento da renda e o envelhecimento da população.

Ainda, de acordo com o estudo, nos próximos anos, os setores que devem impulsionar o mercado odontológico são os de estética e tratamento de implantes. Cientes disso, as empresas líderes em odontologia têm lançado cada vez mais produtos inéditos, expandindo para novos mercados e, principalmente, investindo na área de pesquisa e desenvolvimento.

Outra área que tem se destacado é a prestação de serviços para as camadas mais carentes da sociedade, que necessitam do acesso a serviços básicos e rotineiros. Um importante nicho neste segmento são as Clínicas Populares, onde o pacientes pagam um valor baixo pela consulta e pelos principais e mais básicos tratamentos. Esse modelo de negócio tem prosperado, principalmente, em grandes cidades.

A terceira opção a ser considerada para a estrutura do negócio refere-se ao compartilhamento de espaços. Muitos dentistas não possuem um consultório fixo e muitos deles estão dispostos a pagar para ter apenas algumas horas por semana em uma sala odontológica em determinada região da cidade.

ABS NEWS


Qual a diferença entre um consultório e uma clínica odontológica?

Pode parecer óbvio, mas nem todo mundo sabe que clínicas e consultórios não são a mesma coisa. Na verdade, existem algumas diferenças que são muito importantes e que devem ser consideradas, tanto pelo dentista empreendedor que deseja abrir um deles, quanto pelo paciente que está em busca de um auxílio.

Algumas das principais diferenças são:

Infraestrutura

Como o próprio nome já diz, um escritório serve para realizar consultas. Trata-se de um espaço onde o dentista examina o paciente, escuta seus sintomas, solicita e analisa exames complementares e, por fim, dá o diagnóstico.

Enquanto isso, as clínicas oferecem um atendimento mais abrangente, o que exige uma infraestrutura maior. Nelas, os pacientes podem fazer exames e cirurgias, além de contarem com espaços específicos para CTI, UTI, leitos de internação e uma vasta equipe de profissionais aptos para cuidar da sua saúde bucal.

Atividades

Em um consultório, o foco principal é o atendimento. Os dentistas dividem o mesmo espaço e cada um deles possui a sua própria lista de pacientes, sua marca e sua secretária.

Já em uma clínica odontológica, o foco principal é a execução de tratamentos bucais e cirurgias. Apesar de também realizar atendimentos, muitas vezes a principal atividade das clínicas vai além do contato com o paciente.

Jurídico

A diferença mais importante entre consultórios e clínicas odontológicas se dá no campo jurídico. Isso porque, para executar determinadas atividades, é necessário estar regularizado de acordo com os órgãos de fiscalização, bem como responder a diferentes responsabilidades e obrigações.

Isso quer dizer que, de acordo com a estrutura escolhida pelo dentista, muda-se a forma como se contrata profissionais, como se investe e administra o capital e a maneira na qual se responde às demandas judiciais.

Como se destacar no mercado odontológico?

Tanto quanto oferece oportunidades incríveis de crescimento, o mercado odontológico também é muito concorrido. De acordo com o Conselho Federal de Odontologia (CFO), o mercado representa cerca de 15% dos profissionais de todo o mundo.

Com tantos profissionais atuando na área, saber se destacar no mercado odontológico é determinante para o sucesso do seu consultório. Para ajudá-lo neste desafio, preparamos 5 dicas que podem fazer a diferença para captar mais clientes e garantir a agenda cheia no seu consultório odontológico. Confira a seguir!

1 – Se posicione no mercado odontológico

Posicionar-se no mercado de atuação é indispensável para qualquer negócio. Este é um conceito de marketing que se refere a uma posição que a marca ocupa na mente do cliente. Do ponto de vista estratégico, posicionar a marca do seu consultório odontológico no mercado significa se diferenciar da concorrência. Além disso, também significa criar destaque para vencer na corrida do mercado competitivo. Com tudo isso, é possível alcançar a liderança e, consequentemente, conquistar um lugar de destaque entre os consumidores.

Existem várias formas de se posicionar no mercado odontológico, como diversificar e melhorar o serviço oferecido aos seus pacientes, contar com equipamentos de ponta, cuidar da estrutura do seu escritório, criar estratégias de marketing para divulgação do negócio e de seus trabalhos e, até mesmo, contar com uma decoração mais convidativa e aconchegante. Tudo isso poderá determinar o público que você deseja atender.

Além disso, também é válido oferecer atendimento em outros consultórios. Essa atividade permitirá que você identifique problemas em pacientes que necessitam da sua especialidade e, também, quais são as carências do mercado.

2 – Ofereça novidade aos seus clientes

O mercado odontológico é um nicho em que, diariamente, aparecem inovações e tecnologias que podem facilitar a sua rotina profissional. Para acompanhar essas mudanças, é preciso não só estar antenado com o que é oferecido e participar de congressos como, também, saber o momento de mostrar essas novidades aos seus pacientes. Isso passará confiança aos seus clientes e futuros prospects, demonstrando o quanto seu escritório é capacitado e atualizado.

3 – Use a tecnologia a seu favor

A tecnologia está presente em praticamente 100% dos negócios. Essa é uma obrigatoriedade para toda empresa que deseja almejar o sucesso. Isso porque, sem a tecnologia, poucas profissões ainda são capazes de se manter apenas com uma mão de obra totalmente física, especialmente para o setor odontológico.

Por exemplo: muitos consultórios, hoje, já não utilizam mais os moldes odontológicos tradicionais, a base de alginato. Estes foram substituídos pelos scanners intrabucais, que são muito mais rápidos e menos desconfortáveis para o paciente.

As novas tecnologias vieram para ficar e não se atualizar significa perder pacientes. Até porque, as facilidades proporcionadas por ela diminuem incômodos e o tempo na cadeira do consultório. Além disso, aumentam a precisão na avaliação e nos resultados.

Ao apostar em novas tecnologias, você também será beneficiado. Afinal, conseguirá otimizar a utilização do seu espaço e até aumentar o número de consultas.

4 – Invista em qualificação

Além de especializações oferecidas por instituições de ensino em pós-graduação, também é importante investir em credenciamentos de inteligência e tecnologia para dentistas. Além disso, para gerenciar melhor o consultório, também vale a pena investir em cursos voltados para administração e marketing.

5 – Aprenda com a concorrência

Muitas vezes, a concorrência é a nossa melhor fonte de informações, principalmente no que diz respeito às carências do mercado. Por isso, é bom estar sempre atento aos seus concorrentes diretos.

Com as mídias sociais e a internet de um modo geral, ficou muito mais fácil analisar a concorrência. Siga profissionais da área e procure saber mais a respeito dos consultórios da sua região.

Outra forma de medir a concorrência é por meio de seus próprios clientes. Por exemplo, se os seus pacientes marcam as primeiras consultas de avaliação e não retornam ao seu consultório, é provável que eles estejam se consultando em outros lugares.

Por isso, é importante estar atento aos serviços oferecidos por outros dentistas, a qualidade no atendimento prestado, a facilidade no agendamento de consultas e até mesmo nas estratégias de marketing que eles têm utilizado para divulgar seus respectivos consultórios. Todas essas informações serão essenciais para aplicar melhorias no seu negócio e sair na frente no mercado competitivo.

Com todas essas informações em mãos, faça uma lista das particularidades que você percebeu nos consultórios avaliados e que poderiam ser realizadas na sua clínica. Com essa etapa concluída, não se esqueça de alertar os seus pacientes. Assim, eles estarão cientes das novas implantações, independente de quais sejam.

O mercado odontológico oferece oportunidades incríveis de negócio ao profissional que deseja empreender nesta área. Este é o seu caso? Então, saiba que abrir um consultório odontológico não é nada fácil: é preciso cuidar de toda a papelada, alugar a sua sala comercial, escolher um bom nome, comprar os equipamentos, lidar com as questões legais, fiscais e tributárias e realizar diversos procedimentos que são obrigatórios para a abertura de uma empresa.

Abra a sua empresa com quem é referência no Brasil! Abra a sua empresa no Abertura Simples!

Como captar pacientes ao montar uma clínica odontológica?

Fazendo parte de um mercado extremamente competitivo, o dentista empreendedor precisa estruturar a sua clínica como uma empresa. Além de uma boa gestão, é fundamental que o profissional esteja em constante busca por informações sobre como captar pacientes para a clínica odontológica.

Fidelizar os pacientes regulares é essencial. Porém, para que o negócio cresça, é indispensável que o dentista amplie a sua cartela de clientes. Deste modo, a sua visibilidade será muito maior, gerando aumento de rentabilidade e, principalmente, em sua credibilidade quanto profissional.

Com isso em mente, separamos 5 dicas para que você, dentista empreendedor, consiga captar mais pacientes para a sua clínica odontológica.

1 – Conheça o seu público-alvo

Dependendo da sua especialidade e do estilo da sua clínica, existirá um público-alvo mais interessado em seus serviços. O melhor caminho para atrair essas pessoas é conhecer o perfil que se adequa com o seu atendimento. Para isso, é necessário que o profissional faça uma análise com base nas respostas para as seguintes questões:

  • Quem são os pacientes em potencial que poderiam se consultar com você?;
  • Quais são os seus hábitos, preferências e necessidades?;
  • O que eles estão procurando?;
  • Qual o tipo de linguagem é o mais ideal para alcançá-los?

Todas essas informações são importantes para que você consiga elaborar ações de marketing eficazes. Além disso, ao responder essas perguntas e ter um direcionamento de público-alvo, você terá um norte de quais são os canais corretos para se comunicar com o seu paciente em potencial. Dessa forma, eles se identificarão com a sua proposta e buscarão o seu atendimento.

2 – Crie uma marca forte

Independente do tamanho do seu negócio, é importante que você construa uma marca forte. Não há chance de atrair pacientes para uma clínica odontológica com uma identidade visual amadora e pouco atraente.

Demonstrar profissionalismo é uma das chaves para ganhar a confiança do seu público-alvo. Portanto, é indispensável que você se preocupe com detalhes como:

  • Cartela de cores;
  • Logotipo;
  • Arte gráfica dos materiais impressos e digitais;
  • Canais digitais do consultório.

É importante ressaltar aqui que a sua identidade visual tem que ser coerente com os serviços que você presta, bem como com a missão, visão e os valores da sua clínica. Isso tudo deve ser padronizado e seguido à risca, a fim de reafirmar a sua marca constantemente.

3 – Invista em Marketing Digital

Quando estamos falando de uma clínica odontológica, o marketing tradicional ainda tem um grande impacto no público. Porém, os novos hábitos de consumo exigem que as empresas se adaptem. Se os seus pacientes estão na internet, sua clínica também deve estar. O marketing digital é uma excelente oportunidade, principalmente para empresas em fase inicial. Isso porque oferece muitas ferramentas e recursos para divulgação, que te ajudarão a alcançar possíveis pacientes que, sem a internet, você provavelmente não conseguiria. 

Alguns dos canais de comunicação digital que a sua clínica não pode ignorar são:

  • Perfis em redes sociais;
  • Site e blog;
  • Canal no Youtube;
  • Anúncios no Facebook e Google Ads;
  • Registro no Google Meu Negócio.

A grande vantagem de investir no marketing digital é o custo-benefício. Isso porque, o seu investimento pode ser feito de acordo com o seu orçamento disponível. Além disso, muitos recursos são gratuitos e oferecem um alcance tão bom quanto os pagos.

4 – Estimule a propaganda ‘boca a boca’

O fato do marketing digital estar em alta não muda que a propaganda boca a boca nunca perde a eficácia. As indicações são uma ótima forma de atrair mais pacientes para a sua clínica odontológica. 

Para isso, estimule as pessoas a recomendarem os seus serviços. Porém, para que isso aconteça, é necessário que o profissional preste um excelente atendimento desde o primeiro momento, tenha um espaço agradável e acolhedor e, ainda, utilize técnicas modernas, de acordo com que o mercado tem de melhor.

Ao se sentir satisfeito com a experiência que teve em sua clínica, o cliente, sem sombra de dúvidas, indicará seus serviços para amigos, familiares e conhecidos.

Outra forma de incentivar essa prática é por meio de bonificações. Por exemplo, criar ações promocionais onde o paciente, ao indicar os seus serviços para alguém que futuramente se torne, de fato, seu cliente, ganha uma porcentagem de desconto em determinado tratamento ou procedimento.

montar uma clínica odontológica

5 – Ofereça canais de comunicação acessíveis

Outro item indispensável é contar com canais de comunicação eficazes. Afinal, não tem como captar novos pacientes se você não possuir canais de comunicação acessíveis para essas pessoas. Afinal, os possíveis pacientes vão buscar esclarecer dúvidas e obter informações para saberem se seus serviços atendem às necessidades que eles procuram. Por isso, ofereça várias opções para que os pacientes possam entrar em contato com a sua clínica com facilidade.

Alguns desses meios de comunicação são:

  • Aplicativo de mensagens;
  • Telefone;
  • E-mail;
  • Chats ou formulários no site;
  • Redes sociais.

É importante, também, que você deixe uma pessoa encarregada apenas para atender quem entra em contato. Pois, nada adianta ter muitas opções de contato se você não possuir uma estrutura organizada para o atendimento.

6 – Tenha um atendimento humanizado

É importante ter em mente sempre que o paciente não quer ser tratado como um número. Mas, sim, perceber que os seus problemas são importantes para você e que há interesse em solucioná-los.

É importante ter em mente que, quando falamos em atendimento humanizado, estamos falando de um atendimento que envolve toda sua equipe. Isso porque, os atendentes é que farão os primeiros contatos com os seus futuros pacientes. Então, quanto melhor for essa primeira experiência, maiores são as chances de fidelizar os clientes.

Dentista pode ser MEI?

Apesar de o MEI ser uma das opções mais simplificadas para quem deseja abrir uma clínica odontológica, algumas profissões não podem optar por esse segmento, como no caso de dentistas.

A restrição se dá pois ocupações que exigem um alto potencial intelectual e profissões que dependem da regularização legal e formal não são permitidas ao Microempreendedor Individual.

O objetivo do MEI é formalizar, justamente, as profissões que não são atendidas por uma legislação específica, sendo prejudicadas em relação aos benefícios trabalhistas.

Ou seja, a classe odontológica, que possui atividade regulamentada pelo Conselho Federal de Odontologia (CFO), é uma atividade incompatível com o conceito de empresário que se aplica ao MEI. Logo, a profissão de dentista, que já possui um amplo respaldo do seu conselho, não pode ser enquadrado como MEI.

Como montar uma clínica odontológica?

Agora que você já sabe como se destacar no mercado odontológico e como captar clientes para a sua clínica, vamos ao passo a passo de como montar uma clínica odontológica. Não sabe por onde começar? Não tem problema: neste manual, nós iremos te ensinar!

É importante ressaltar que, nesta etapa, é importante contar com o auxílio de um contador especializado em abrir clínicas odontológicas.  Isso porque, montar uma clínica odontológica exige muito planejamento, organização, análise de mercado, compra de equipamentos e diversas outras obrigações que serão cruciais para o sucesso do seu negócio. E, por isso, contar com a ajuda de um profissional especializado tornará este processo muito mais simples, rápido e seguro.

Dito isso, vamos ao detalhamento de tudo o que é necessário para montar uma clínica odontológica. O material está disponível gratuitamente, basta baixar para acessar o passo a passo e todas as dicas. Aproveite!

No e-book, você vai aprender a:

  • Realizar uma análise do mercado odontológico;
  • Elaborar um plano de negócios;
  • Dicas para encontrar a melhor localização da clínica odontológica;
  • Especialidades da odontologia;
  • Abrir CNPJ para dentista;
  • Tipos de sociedade;
  • Sociedade Simples para dentistas;
  • Sociedade Limitada (LTDA) para dentistas;
  • Empresa de Pequeno Porte (EPP) para dentistas;
  • Empresário Individual pode ser MEI?;
  • Regimes tributários para clínica odontológica;
  • Simples Nacional para dentistas;
  • Lucro Presumido para dentistas;
  • Lucro Real para dentistas;
  • Contrato social para clínicas odontológicas;
  • Licenças necessárias para abrir uma clínica odontológica;
  • Alvará de funcionamento para clínica odontológica;
  • Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB);
  • Licença da Vigilância Sanitária;
  • CNAE para dentistas;
  • Equipamentos necessários para abrir uma clínica odontológica;
  • Quanto custa abrir uma clínica odontológica.

Baixe agora mesmo, é grátis!

Sobre o Abertura Simples

O Abertura Simples é o maior portal de abertura de empresas do Brasil.

Fundado em 2013, nós temos como objetivo facilitar a vida de empreendedores que desejam atingir novos patamares em seus negócios. A proposta não é apenas otimizar os processos burocráticos, mas, sim, captar novas oportunidades de negócios para todos os empreendedores que desejam crescer em seu ramo de atuação.

Por isso, se você deseja abrir uma clínica odontológica, ou um CNPJ para dentista, saiba que pode contar com a gente! Contamos com um time de profissionais competentes e especialistas nos mais diversos assuntos tributários, econômicos e contábeis. Entre em contato agora mesmo e conheça as nossas soluções!

Esperamos que este e-book tenha deixado o processo de abertura da sua empresa mais simples!

e-book montar uma clínica odontológica

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Como abrir uma empresa. Ebook Completo.

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 100 mil empreendedores! Baixe agora mesmo o Manual Completo para Começar seu Próprio Negócio.

Você também pode gostar desses Conteúdos

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário

Tudo certo!

Basta baixar seu e-book pelo botão abaixo! 

Espero que goste!