Skip to content

Afinal, você realmente sabe o que é capital de giro?

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Alguns conceitos no empreendedorismo são fundamentais, pois permitem que o empresário consiga realizar uma boa gestão financeira. Diante disso, entender o que é capital de giro é uma necessidade indispensável

Ao abrir um negócio, o empreendedor terá dois investimentos. Um deles é o fixo. Ele é utilizado para iniciar a empresa, ou seja, para comprar equipamentos, máquina, contratar mão de obra etc.

Já o outro é utilizado como uma reserva para as necessidades financeiras da empresa. Neste ponto, vale o adendo, começamos a explicar o que é capital de giro. Não se preocupe que não para por aí. Siga até o fim do artigo e entenda tudo sobre o assunto!

O que é capital de giro?

De forma simples podemos conceituar que um capital de giro é o recurso financeiro utilizado para o funcionamento de uma empresa. Para exemplificar o capital circulante, como também é conhecido, vamos a um exemplo.

Uma loja de roupas é criada. O empreendedor investe para comprar todos os móveis, locação do imóvel, contratação de mão de obra e estoque. Tudo que ele gastou é reconhecido como capital fixo.

Só que para crescer e seguir firme no mercado somente o capital fixo não basta. Ele precisará, por exemplo, realizar a compra de novas roupas para repor o estoque, pagar mensalmente os colaboradores, pagar os impostos e os fornecedores.

Neste caso, os pagamentos necessários para a continuidade do negócio são conhecidos como capital de giro. Ele será necessário até que a empresa consiga ter uma reserva suficiente para seguir se mantendo sozinha, ou seja, sem novos investimentos.

Continuando o exemplo acima. O empreendedor realizou o investimento fixo e também o investimento circulante. Após alguns meses, seu negócio prosperou.

O faturamento foi o suficiente para que ele conseguisse fazer uma reserva financeira para manter seu negócio durante um bom tempo. Ou seja, ele conquistou um capital de giro sem investimento externo (somente com o faturamento da empresa).

Como calcular o valor do capital de giro da minha empresa?

Laércio Bisetto, em seu artigo “Noções Básicas de Capital de Giro”, publicado pela Unicamp, explica que há várias maneiras de se dimensionar o capital de giro; algumas mais imediatas, como a simples dedução de componentes do balanço patrimonial, e outras mais detalhadas. Em todo caso, os valores encontrados serão sempre uma aproximação, menos ou mais confiável, da média de recursos necessários durante certo período de tempo”.

Diante do que foi explicado, vamos entender um pouco mais sobre como calcular o valor do capital de giro da sua empresa. O cálculo é simples. O empreendedor precisará somar todos os seus ativos circulantes (AC), que são, por exemplo, caixa, aplicações financeiras, contas a receber etc.

Ele também precisará somar todos os passivos circulantes (PC), como empréstimos, contas a pagar fornecedores etc. Com todos os dados em mãos, será necessário realizar o seguinte cálculo.

[ Capital de giro = AC – AP ]

Como manter um bom capital de giro?

Vamos supor que você tenha feito o cálculo e constatado que seu capital de giro não está muito bom, certo? Agora é a hora de compreender como equilibrá-lo, pois ele será fundamental para que seu negócio possa se manter a longo prazo e prosperar.

Desenvolva um bom fluxo de caixa

O fluxo de caixa permite acompanhar a movimentação financeira de entrada (receita) e saída (despesas). Com isso, o empreendedor pode tomar decisões com mais embasamento e melhorar o desempenho financeiro do seu negócio. Para obter um bom fluxo, será necessário realizar atualizações constantes, manter uma boa organização e utilizar uma boa ferramenta.

Renegocie dívidas de longo prazo

Dívidas muito altas podem acabar consumindo o capital de giro. Por isso, a recomendação é conversar com os fornecedores para verificar a possibilidade de renegociação, principalmente das dívidas de longo prazo.

Conheça seu ciclo financeiro

Outra dica essencial para conquistar um capital de giro adequado é conhecer o ciclo financeiro da sua empresa. Esse ciclo trata-se do tempo entre o pagamento dos fornecedores até recebimento das vendas. Após entender qual o período, o empreendedor conseguirá administrar melhor seus recursos financeiros.

Aplique uma política de redução de custos e despesas

Há muitos custos e despesas que podem ser reduzidos e permitirão aumentar o capital da empresa. Sendo assim, a dica é realizar uma análise criteriosa de todas as despesas e custos e verificar o que pode ser reduzido sem prejudicar a qualidade do produto/serviço.

Por fim, vale lembrar que quanto maior o capital de giro de uma empresa melhor. Afinal, isso indica que ela tem recursos suficientes para sobreviver a longo prazo e também recursos para investir e crescer.

Agora que você chegou até aqui e já sabe o que é capital de giro, o que acha de continuar estudando sobre o assunto? Leia nosso artigo sobre fluxo de caixa e conheça algumas dicas para realizar o seu com qualidade. 

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário