O que é IVA? Saiba como esse imposto pode afetar o mercado contábil

 em Contabilidade

Entenda tudo sobre o que é IVA:

O sistema tributário brasileiro é grande e complexo, contando com pequenos detalhes que podem confundir a cabeça das pessoas facilmente. Nos últimos anos, porém, começaram a pensar em uma maneira de reduzir essas tributações eficientemente. Uma das propostas para isso foi o IVA.

Uma sigla pequena mas que pode causar um grande impacto, o Imposto sobre Valor Agregado visa a substituição e unificação de outros impostos em um só, caso ocorra uma reforma tributária.

Não somente com o intuito de diminuir as burocracias, a ideia de adotar esse imposto também vem da ideia de ajudar a facilitar os investimentos e tentar reduzir a sonegação fiscal.

O que é IVA?

Ele teve início na união Européia em 1930 e agora tem lugar em diferentes partes do mundo. O Imposto sobre Valor Agregado reformularia totalmente a maneira os tributos das empresas , ajudando a centralizar todas as taxas.  Ele substituiria tanto tributos federais como PIS, COFINS e IPI, quanto estaduais e municipais como ICMS (que é variável em cada estado) e o ISS.

O IVA seria aplicado sobre os bens e serviços, como um imposto geral abrangente sob o consumo, exatamente proporcional ao preço oferecido, como por exemplo: R$100 + 20% IVA = R$120,00. Ou seja, o valor de custo final que chegará ao consumidor já incluirá todos os impostos e os 20% seria repassado ao governo em forma de tributo.

As médias e grandes empresas poderão ser beneficiadas por esse imposto, já que estão sujeitas a diversos tributos e impostos que devem ser pagos mensalmente. Já empresas enquadradas no regime de MEI e Simples Nacional, não serão diretamente afetadas por essa mudança.

Por isso, é muito importante entender o que é IVA e como ele funcionaria, se adotado no próximo ano. Ele tributará cerca de 400 mil itens, bens e serviços produzidos mas entrará na discussão sobre a reforma tributária.

Os impostos nos dias de hoje

Para saber o que mudará, é importante entender como os impostos são cobrados nos dias de hoje . Eles incidem em três itens principais: consumo, renda e propriedade.

Os principais impostos afetados pela mudança seriam:

  • PISPrograma de Integração social
  • COFINSContribuição para o Financiamento da Seguridade Social
  • IPI Imposto sobe Produtos Industrializados
  • ICMSImpostos sobre Circulação de Mercadorias e Serviços  – Lembrando que este pode ser variável em cada estado, e isso pode vir a ser um problema e é um tópico que gera boa partes das discussões.
  • ISSImposto Sobre Serviço

Vantagens do IVA

O IVA já faz parte do cotidiano dos contadores da União Européia e em praticamente toda a América Latina, menos no Brasil, onde sua aprovação ainda está em discussão no Congresso Nacional, pois ainda visam saber se isso de fato trará vantagens.

O que sabe até hoje sobre a desburocratização de diversos impostos, como citado acima, se for bem utilizado, pode trazer diversas vantagens. Como evitar o conhecido efeito cascata, onde é cobrado imposto encima de outros impostos e acaba gerando uma bitributação, elevando o preço final e causando problemas para diversas partes da população.

Se o IVA entra em vigor, essas tributações podem ser unificadas e assim, evitar que isso ocorra. Além disso, melhoraria até mesmo a produtividade das empresas e colocaria um ponto final na guerra fiscal entre estados e municípios, que baixam as alíquotas dos seus impostos para atraírem investimentos e acabam diminuindo a arrecadação no país todo.

Conclusão

Se o IVA sair do papel e se tornar uma realidade no próximo ano, será possível ver as consequências que ele trará. Por isso, é importante estar informado e manter seus conhecimentos atualizados e estar sempre atento ao assunto que tomará os noticiários do país.


Conseguiu entender o que é IVA? Comente e continue sempre atento aos novos conteúdos do Abertura Simples.

Postagens Recentes

Deixe uma resposta

Facebook para contadoresImagem de uma pessoa trabalhando com documentos burocráticos que representam como isso vai dificultar a abertura de empresas