Planejamento tributário – Como organizar os impostos de uma empresa corretamente

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Entenda como organizar corretamente o planejamento tributário:

Toda empresa precisa se organizar adequadamente para manter tudo dentro dos parâmetros legais, por isso, fazer um planejamento é tão importante, além de ajudar a evitar problemas fiscais e projetar melhor qual a margem de lucro que a empresa pode ter.

Fazer um planejamento tributário pode ajudar a entender quais impostos estão dispostos na empresa e organizar, planejar tributos é um direito tão essencial quanto planejar o fluxo de caixa, fazer investimentos e para que seja efetivo o suficiente é necessário trabalhar com dados regulares e confiáveis.

Entendendo o planejamento tributário

Começando a ajustar o planejamento

Os impostos que toda empresa paga representa o que ela paga aos poderes governamentais a medida em que ela fatura. Existem 3 poderes que regem o país: Municipal, Estadual e Federal e dentre eles, existem tributos específicos:

  • Tributos Federais
  • IRPJ: Imposto de Renda Pessoa Jurídica
  • CSLL: Contribuição Social sobre o Lucro Líquido
  • COFINS: Contribuição para Financiamento da Seguridade Social

  • PIS: Programa de Integração Social

  • PASESP: Programa de Formação do Patrimônio

  • IPI: Imposto sobre Produtos Industriais

  • Tributo Estadual e Municipal
  • ICMS: Imposto sobre Circulação de Mercadoria
  • ISS: Imposto sobre Serviços de qualquer natureza

Fazendo o Planejamento Tributário

Para iniciá-lo é necessário entender o conceito de elisão fiscal, que é uma prática contábil que permite adequar uma empresa ao formato mais vantajoso de pagamento de impostos, sem ilegalidades, ou seja, é muio diferente de uma evasão fiscal, onde ocorrem sonegação de impostos que colocam em cheque a reputação da empresa.

O planejamento tributário ajuda a não pagar impostos exorbitantes, isso significa que adotar esse conceito ajudará a seguir as melhores práticas de gestão tributária, para ajudar a reduzir o peso dos impostos no orçamento, tudo dentro dos parâmetros legais. A elisão fiscal tem duas espécies:

  1. aquela decorrente da própria lei ;
  2. a que resulta de lacunas e brechas existentes na própria lei.

Para fazer um planejamento adequado, também é necessário entender suas fases, para realizar o procedimento correto. São elas:

Estratégico

Nessa fase, é feito necessário fazer uma análise a médio prazo, ou seja, de 3 a 5 anos e definir qual o melhor enquadramento do regime tributário para a empresa, seja ele: Simples Nacional, Lucro Real ou Lucro Presumido, possíveis terceirizações, mudança de endereço físico, capital, etc. Ou seja, alterações nas características físicas e tributárias da empresa.

Operacional

Esse é o planejamento tributário básico, pois cumpre todas da exigências legais. Ele auxilia nas escrituração das operações e pagamentos de impostos nos devidos prazos. Ele planejará 1 ou 2 anos e organizará a tarefa dos setores, e precisa estar inserido no dia-a-dia da empresa.

Planejamento tributário é necessário

Ao desenvolver um planejamento, você consegue encontrar algumas vantagens significativas para empresa que podem ajudar relevantes para a saúde do negócio. Entre elas, estão:

  • Redução de custos do negócio: Com o planejamento adequado, a economia de impostos será uma consequência.
  • Facilita a escolha do regime tributário adequado: Com dados palpáveis, é possível entender melhor onde a empresa pode se enquadrar mais facilmente.
  • Aumenta o lucro líquido: Já que ocorre uma diminuição dos custos do negócio, o lucro líquido do patrimônio tende a subir.

Conclusão

O planejamento tributário permite organizar os impostos adequadamente. Para que seja efetivo, é necessário entender como fazer e em que fase ele deve se adequar, assim, é possível ter uma diminuição de impostos, ajudando a evitar transtornos com a fiscalização, podendo oferecer mais recursos.


Conseguiu entender mais sobre o planejamento tributário? Comente e continue sempre atento aos novos conteúdos do Abertura Simples.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário