5 dicas sobre como calcular a folha de pagamento

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Você é empreendedor e precisa entender como calcular a folha de pagamento? Saiba que a tarefa não é simples, mas pode ser feita com a ajuda de algumas dicas

A folha de pagamento é um documento que transforma as informações trabalhistas dos colaboradores em dados contábeis. Ela é fundamental tanto para realizar o pagamento da equipe com exatidão quanto para realizar o pagamento de tributos com mais segurança.

Só que para que ela seja realmente eficiente, é fundamental que seja desenvolvida com qualidade. Ou seja, o profissional precisa se atentar os mínimos detalhes.

Se você chegou até aqui, provavelmente, sabe da importância de desenvolver uma boa folha de pagamento, né? Ótimo. Neste artigo, você terá acesso a algumas dicas sobre como calcular a folha de pagamento. Vamos lá?

Escolha um software de qualidade

É comum que novos empreendedores acabam realizando a folha de pagamento no Excel. No início, o programa realmente pode ser eficiente. Contudo, com o aumento de funcionários e dados, o colaborador pode acabar se perdendo e tendo dificuldades para calcular a folha com qualidade.

Sendo assim, a dica para não ter problemas é escolher um software específico para realizar folha. Ele permite que o calcula seja realizado de forma muito mais rápida e prática.

Conheça os tributos

Mesmo utilizando um software para realizar o cálculo, é essencial que o empreender conheça alguns tributos que devem ser descontados. Isso é importante, pois mesmo que a folha seja calculada pelo software é necessário checar se as informações realmente estão adequadas.

Por isso, é importante saber por exemplo: que o INSS deve ser descontado a partir de um cálculo relativo ao valor do salário bruto. Quem recebe até R$ 1.556,94 contribui com 8%; quem recebe acima de R$ 1.556,94 e até R$ 2.594,92 tem desconto de 9% e assim por diante. Já o FGTS deve ser descontado 8%; o vale transporte no máximo 6% e o vale refeição de no máximo 20%.

Mantenha as informações atualizadas

É de suma importância manter todas as informações dos colaboradores atualizadas. Qualquer mudança nos benefícios, salário, falta ou licença deve ser atualizado no sistema, pois somente assim ele conseguirá calcular a folha com mais precisão.

Caso o empreendedor decida fazer o calculo no Excel, é importante também que atualize as informações no programa, já que, como mencionado, isso impacta no resultado final no pagamento do colaborador e também dos tributos.

Calcule as horas trabalhadas

Quem decidi desenvolver a folha de pagamento na mão, terá que realizar o calcula das horas trabalhadas de cada colaborador. Para isso, ele deverá contar com a folha de ponto. Por meio dela, poderá verificar horário de entrada e saída, bem como faltas etc para realizar o calcula das horas trabalhadas e que devem ser pagas.

Separe o salário líquido e bruto

Uma das informações essenciais da folha de pagamento é quanto a empresa precisa pagar de tributos por cada colaborador. Para ter esta informação completa, é necessário separar o salário líquido e bruto. Lembrando que o salário líquido representa o bruto com o desconto do IR e INSS. A dica para fazer a separação com menos margem de erro é por meio de um sistema de folha de pagamento.

Chegou até aqui, entender como calcular a folha de pagamento, mas percebeu que a tarefa exige muitos conhecimentos específicos? Nossa recomendação é que você leia nossa matéria sobre quais as vantagens de terceirizar a folha de pagamento.

Escrito por

Gostou? Compartilhe!

Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no pinterest
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Manual para Abrir Empresa

Faça como mais de 40 mil empreendedores. Baixe agora mesmo o Manual Completo Para Começar Seu Próprio Negócio.

No comment yet, add your voice below!


Faça um Comentário